Nova tarifa dos ônibus de Porto Alegre passa a valer na segunda-feira

Valor será divulgado no início da tarde e passa a vigorar junto com nova frota

Novos ônibus entram em operação na segunda-feira | Foto: Luiz Felipe Mello / Especial / CP

Novos ônibus entram em operação na segunda-feira | Foto: Luiz Felipe Mello / Especial / CP

A nova tarifa dos ônibus de Porto Alegre entrará em vigor daqui a menos de 72 horas, já na próxima segunda-feira, anunciou hoje pela manhã o prefeito José Fortunati. De acordo com ele, que esteve presente na apresentação da nova frota de coletivas, a expectativa é de que o valor seja conhecido nas próximas horas.

Os novos ônibus entram em operação na segunda-feira. São 296 novos veículos, dos quais 37% está equipado com ar-condicionado. Os ônibus ficaram expostos no Largo Glênio Peres, Centro de Porto Alegre.

O diretor-presidente da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC), Vanderlei Cappellari, afirmou que a nova tarifa será anunciada no início da tarde. Ele evitou fazer projeções de valores: “Vamos fazer um cálculo técnico e não uma previsão”, disse ele, que lembrou que a Capital é a cidade com maior número de gratuidade do valor, o que acarreta no preço.

Cappellari salientou que quem carregar o cartão TRI nesta sexta-feira e sábado poderá comprar passagem com valor atual, de R$ 3,25. O crédito poderá ser utilizado em até 70 dias. As projeções da Associação dos Transportadores de Passageiros de Porto Alegre (ATP) indicam que a nova tarifa de ônibus na cidade custará entre R$ 3,70 e R$ 3,80.

Será feita uma média aritmética das propostas somada à correção pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de julho até a data do cálculo final da tarifa, diz Cappellari. Também será levado em conta o impacto do dissídio dos rodoviários que fechou em 11,81%.

Correio do Povo e Rádio Guaíba



Categorias:Ônibus

Tags:,

8 respostas

  1. 3,80 e apenas 37% dessa nova frota com ar-condicionado?

    Que horror.

    Curtir

    • E ver qual desses 37% estará nas ruas e qual vai deixar ar condicionado ligado.

      Curtir

    • Na verdade a matéria está errada. Noventa por cento dos ônibus novos contam com ar condicionado, totalizando 33% dos 1700 ônibus do sistema, de acordo com o site da prefeitura.

      Curtir

  2. Estão chutando alto, que é para a massa de manobra do Psol e PSTU fazer sua baderna habitual, baixam a passagem para R$ 2,45 ou R$ 2,55 e o Bloco de lutas sai cantando vitória e estufando o peito achando que concretizou algo.

    Curtir

  3. Algo precisa urgentemente ser feito para reduzir os custos do sistema, como:
    terminar o pseudo-BRT para racionalizar as linhas usando ônibus maiores nos trechos troncais
    priorizar ônibus em sinaleiras nos corredores
    retirar os cobradores – isso acarreta não só em custos com o salário do cobrador, mas em outros fatores (eu já peguei ônibus no centro que ficou parado dez minutos para todos na fila passarem pela catraca), etc. Há várias maneiras de resolver o problema do preço , mas a incompetência nesse país e principalmente nessa cidade atinge níveis alarmantes, pois tudo continua sempre igual.

    Curtir

  4. To esperando o pessoal dos “movimentos sociais” criarem uma vaquinha entre eles pra bancarem o transporte publico gratuito para os menos favorecidos.
    Ops, só vale quando o dinheiro é dos outros.

    Curtir

  5. Realmente cobrar o mesmo valor e oferecer um serviço diferente no minimo seria estelionato,mas.Nosso povo precisa ser educado para que a função de cobrador deixe de existir,o problema todo reside em que ainda circula dinheiro vivo nos onibus,isto complica,quando a ATP prefeitura resolveu optar pela bilhetagem eletronica eles escolheram um a via muito cara e complexa que é falivel,já entrei em onibus que o leitor dava problema.Nos EUA e em alguns lugares na Europa que visitei o sistema é muito mais simples e eficiente e tem mais catraca só aqui no Brasilo mesmo,nem na Argentina e Uruguay tem e vamos mais longe em Buenos Aires há mais de 30 anos o motorista cobra e dirige e há 15 anos implataram um sistema com moedas e no Uruguay gradativamente estavam eliminando o cobrador. Mas aqui pressão sindical e microencefalia da população.

    Curtir

  6. Inicio da tarde, legal, só saber da tarde de qual país, pois já são 15:49 e nada ainda.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: