Prefeitura de Porto Alegre lança concurso de urbanismo

Certame irá selecionar 35 ideias que explorem a dinâmica da cidade   Imagem: Diego Coiro/Divulgação PMPA

Certame irá selecionar 35 ideias que explorem a dinâmica da cidade   Imagem: Diego Coiro/Divulgação PMPA

Com o objetivo de promover a discussão dos diferentes setores para o desenvolvimento urbano e sustentável da cidade de Porto Alegre, elaborando um portfólio com ideias e alternativas para a criação e qualificação de ambientes da Capital, a Prefeitura de Porto Alegre, por meio da Secretaria Municipal de Urbanismo (Smurb), em parceria com entidades da sociedade civil organizada e universidades, lançará nesta terça-feira, 29, o Concurso de Urbanismo “35 Ideias POA 2050 – Pensando O Futuro da Cidade”. A solenidade acontecerá às 16h, no Salão Nobre do Paço dos Açorianos, (Praça Montevidéu, 10 – Centro Histórico) e contará com a presença do prefeito José Fortunati.

O concurso irá selecionar 35 ideias que explorem a dinâmica da cidade de Porto Alegre nas suas diversas modalidades e escalas, desde a requalificação urbana de áreas degradadas; regeneração de áreas ambientais; reuso de edifícios subutilizados; soluções para habitação; edificações sustentáveis; até a intervenção em áreas urbanas consolidadas e a proposição de mobiliários urbanos; soluções de mobilidade; dinâmicas que favoreçam a vitalidade; sustentabilidade e segurança das áreas urbanas; valorização dos espaços públicos.  Os 35 projetos selecionados deverão ser incluídos na revisão do Plano Diretor de Porto Alegre, prevista para 2017, e publicados em um livro e no site do Concurso. A divulgação dos vencedores está prevista para o mês de novembro, juntamente com a realização de um simpósio, no qual serão debatidas todas as propostas participantes.

O concurso irá abordar três grandes temáticas: Qualificação da Paisagem Urbana, Infraestrutura Urbana e Cidade Policêntrica. As propostas deverão almejar a melhoria da qualidade de vida urbana, com um uso mais racional e eficiente dos espaços e dos recursos ambientais. Poderão participar estudantes de Arquitetura e Urbanismo, Engenharia Civil e Design de faculdades do Rio Grande do Sul e a todos os profissionais habilitados nas respectivas profissões, com situação regular perante os conselhos (CAU/RS e Crea/RS).

De acordo com o secretário da Smurb, Valter Nagelstein, o objetivo é construir o concurso da maneira ampla, contando com a participação de universidades e entidades da sociedade civil organizada para a sua organização. “Precisamos voltar a pensar a nossa cidade a longo prazo, buscando alternativas e soluções para a melhoria da qualidade de vida urbana, para tornar nossa cidade mais justa, humana e aprazível”, afirma.

O edital do concurso deverá ser publicado na segunda quinzena de abril e as inscrições estão previstas para abrir no início de maio. As informações poderão ser acompanhadas através do site 35ideias.portoalegre.rs.gov.br .

24/03/2016 17:51:06

Prefeitura de Porto Alegre



Categorias:Arquitetura | Urbanismo, Concursos Públicos para projetos arquitetônicos

Tags:,

7 respostas

  1. Os leitores daqui entendidos agora tem uma chance de mostrar sua sapiencia sobre ciclovias, calmstreet e etc.

    Curtir

  2. 35 idéias que nunca sairão do papel. Culpa, como sempre, da burocracia e da falta de dinheiro. Francamente, até o projeto Cais Mauá que já estava com data de início marcada para as obras afundou antes de começar.

    Curtir

  3. Vou dizer algo relativamente off-topic, mas esse artigo me enojou. É fácil me lembra de dezenas de ideias e projetos para a cidade que não foram e provavelmente nunca serão executados – Porto do Casais, Pontal do Estaleiro, Portais da Cidade, Metrô , aeromóvel turístico, Oceanário, complexo em torno do Beira-Rio, Bonde turístico no centro etc. Não duvido que as estações do BRT, o projeto atual do Cais Mauá e a reforma da orla entrem para essa lista de projetos que não foram feitos ou foram executados de maneira porca. Não se faz nada. Nada. Então fico um pouco perplexo ao ver essa notícia por imaginar que serão propostos vários projetos – alguns bons, outros mirabolantes, mas todos só para serem adotados em renders 3D enquanto a prefeitura foge de executar o básico, como limpar as paradas de ônibus ou arrumar as calçadas públicas do centro. Há algum tipo de incompetência endêmica nessa cidade – por exemplo, enquanto várias cidades, com o dinheiro e crédito que fluiram para as obras da copa, conseguiram, mesmo com atraso, construir bons corredores de BRT e até VLT. Já em Porto Alegre não conseguiram nem terminar de repavimentar os corredores de ônibus já existentes para o projeto BRT-capenga da cidade. Desculpe-me pelo tom pessimista do post, mas passei o dia lendo sobre transporte público e, depois de pensar nos problemas da cidade, ver um projeto desses, de onde sairão idéias bonitinhas mas provavelmente de pouca praticidade que serão discutidas por anos pela cidade enquanto essa continua a ser degradada pela falta de competência para fazer o básico me fez ter essa reação.

    Curtir

  4. Minha ideia: todo ano a cidade substituiria 35 CCs e no lugar contrataria arquitetos e engenheiros competentes para realizar projetos em três grandes temas: Qualificação da Paisagem Urbana, Infraestrutura Urbana e Cidade Policêntrica

    Curtir

  5. Eu faria o projeto da nova câmara de vereadores, com lugar pra 5 vereadores no máximo.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: