‘Mea culpa’ mostra Porto Alegre despreparada

mea-culpa

Jornal Metro – Porto Alegre – 31/03/2016



Categorias:Outros assuntos

Tags:, , ,

7 respostas

  1. Os problemas que temos resumem-se no seguinte: tudo é feito meia-boca por todo mundo.

    Curtir

  2. Na verdade o que ocorreu foi que as árvores plantadas por essa mesma SMAM que o senhor prefeito escancara de não estar preparada, foi o que salvou a cidade de uma catástrofe em alguns bairros da cidade, pois essas árvores que quedaram com os ventos, serviram de anteparo as construções. Penso que antes de criticar, devemos elogiar quem preparou a cidade com esse plantio. Porém, claro que há problemas, não só nesta secretaria como em muitas outras. E as secretarias nada mais são do que braços da Prefeitura. então se elas vão mal, é porque a Prefeitura vai mal. Basta acompanhar os jornais para saber que secretarias não recebem recursos suficientes, não tem funcionários suficientes, etc.

    Curtir

  3. Interessante é que até hoje temos galhos e arvores caidas, pasados mais de um mes da tempestade

    Curtir

  4. na verdade todo este papo é campanha eleitoral.

    Curtir

  5. Adorei a crítica à Sman. E essa mesma crítica pode ser feita à cultura contra tudo dos porto-alegrenses. É o seguinte: o que a população iria dizer se a prefeitura começar a examinar e derrubar árvores doentes irreversíveis? Iria ter uma gritaria. As redes sociais iriam ferver. Iria ter associações de todo tipo fazendo protestos.

    E isso já aconteceu uma vez. Uns dois anos atrás, sem temporal nem nada, caíram umas árvores gigantes na Redenção,. Aí a prefeitura andou cogitando sacrificar algumas árvores doentes do parque. Pra que: ouve uma gritaria geral. Gente emocionada, gente chorando na televisão, associações de moradores ameaçando se amarrar nas árvores… Foi uma histeria. As pessoas ficaram furiosas em pensar que algumas árvores iriam ser sacrificadas

    Curtir

  6. Inclusive devem ser examinadas árvores dos sagrados túneis verdes tombados da cidade.

    E a palavra sagrados não é ironia, pois eu acho que nossos túneis verdes tem que ser preservados e tomabados, mesmo, pois eles são um tesouro nosso. Mas, também em função disso, as pessoas têm que aceitar que as árvores que estão ali não são divindades eternas e que podem e devem ser examinadas, inclusive com chance de, eventualmente, terem que morrer. Se não for feito isso, os temporais farão isso naturalmente. Mas daí de forma trágica.

    Curtir

  7. Cultura também do “temporal forte é só no interior”.

    Morei em São Borja de 2007 a 2011, e lhes garanto que peguei tormentas com ventos de quase 180km/h lá. Se tal fenômeno atingisse Porto Alegre, torres viriam ao chão. O que dizer dos novos edifícios da Praia de Belas que tiveram a quase totalidade do seu revestimento de mármore arrancado?
    Irresponsabilidade ainda maior na SMAM e outros órgãos estatais. Ninguém sabe melhor quando cortar árvores do seu pátio do que o próprio dono, você pede autorização e levam anos. Depois cai uma árvore podre, mata alguém e a culpa é sua. Cidade atrasada!

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: