Obra da Foton em Guaíba deve ser finalizada em até dez meses (atualizado)

Estimativa foi apresentada por executivos da multinacional chinesa

c1778ec4-c702-445d-ae0b-ba57d267d5b3-00000000000fotonUma solenidade nesta terça feira (12) no Palácio Piratini, sede do governo gaúcho, confirmou a implantação de uma fábrica de caminhões em Guaíba, um empreendimento da montadora chinesa Foton. Na oportunidade, Chuang Rui, presidente da Foton Internacional, exaltou a condição de primeira montadora automotiva da China ostentada pela Foton. O executivo também destacou que o projeto de investimento no Brasil vem sendo trabalhado há cerca de seis anos. “A companhia cumprirá o acordo de manter na montagem dos seus veículos pelo menos 60% de matérias-primas nacionais”, prometeu.

O investimento no projeto totaliza, inicialmente, R$ 250 milhões. Desse total, uma parcela de R$ 65 milhões está sendo financiada pelo BNDES. Durante o período de construção da fábrica em Guaíba, cujo prazo é estimado entre 8 a 10 meses, a Foton montará veículos nas instalações da Agrale, em Caxias do Sul. Quanto à geração de empregos, a estimativa inicial é da criação de aproximadamente 1,5 mil vagas.

Revista Amanhã – Por Dirceu Chirivino

_______________________

Delegação da Foton confirma ampliação da montadora em Guaíba

13 DE ABRIL DE 2016

Projeto fábrica Guaíba Foton Aumark 2

O governador José Ivo Sartori recebeu o presidente da Foton International Trade, Chang Rui, nesta terça-feira (12), no Palácio Piratini. O executivo da multinacional está no Rio Grande do Sul para confirmar a ampliação da empresa em Guaíba. A agenda contou com a presença do secretário do Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, Fábio Branco, do presidente do Conselho da Foton Aumark do Brasil, Luiz Carlos Mendonça de Barros, e de diretores da Foton International e da Foton Aumark do Brasil. Foto: Luiz Chaves/Palácio Piratini.
O governador José Ivo Sartori recebeu nesta terça-feira (12) o presidente da Foton International Trade, Chang Rui, no Palácio Piratini. O executivo da montadora chinesa confirmou a ampliação do projeto da unidade industrial de Guaíba, com a inclusão de uma nova linha de montagem, para a produção de Vans e SUVs. O anúncio reafirma os termos que constam no termo aditivo ao contrato, assinado em março pelo presidente do conselho da Foton Brasil, Luiz Carlos Mendonça de Barros, com o governo do Estado e a prefeitura de Guaíba.

Projeto da planta em Guaíba, RS

Projeto da planta em Guaíba, RS

A unidade de Guaíba será a base exportadora da montadora para a América Latina, principalmente para a Argentina. “O governo do Estado vem trabalhando para atrair investimentos privados, de modo a gerar desenvolvimento. Para isso, buscamos reduzir a burocracia, atuamos de forma articulada e sempre estamos dispostos ao diálogo”, afirmou Sartori.

O governador enfatizou que “se o momento é de crise, não podemos ficar parados. Precisamos conhecê-la e enfrentá-la. Porque não se vence uma crise sem saber a extensão que ela tem e como ela tende a se desenvolver no futuro. Estamos trabalhando, e muito, para superar os desafios. Sustentabilidade financeira é fundamental para seguirmos em frente, com capacidade para qualificarmos serviços e atender especialmente àqueles que mais precisam”.

O presidente da Foton, Chang Rui, falou que a montadora é a número um na China e que fabricou seis milhões de unidades nos últimos cinco anos. “Teremos uma linha de produção extensa no Brasil, e com 60% da produção nacional, cumprindo nossa promessa”, afirmou.

Mendonça de Barros afirmou que o Rio Grande do Sul é um parceiro fundamental neste projeto. “Não é fácil, no Brasil de hoje, desenvolver um projeto como este, iniciado há seis anos”, disse. O executivo adiantou que as obras no terreno da montadora, em Guaíba, devem ser concluídas em dez meses e os primeiros caminhões, produzidos nas instalações da Agrale em Caxias do Sul, estão prontos entre junho e julho.

Enquanto aguarda a construção da fábrica própria e mantendo rigorosamente seus planos de produção de veículos comerciais no Brasil ainda este ano, a Foton produzirá seus caminhões de 3.5 e 10 toneladas nas instalações industriais da Agrale.

O secretário do Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, Fábio Branco, afirmou que o ato é importante para confirmar a estratégia de tornar o Rio Grande do Sul referência para o setor de autopeças. “Trabalhamos para fortalecer nossa cadeia produtiva. O setor automobilístico é responsável por 12% do PIB do estado”.

O BNDES aprovou, em março, o empréstimo de R$ 65 milhões, destinado à construção da fábrica de Guaíba, que terá capacidade de produção de 20 mil caminhões por ano. O investimento total é de R$ 250 milhões e deverá gerar 300 empregos diretos e mil indiretos.

Delegação chinesa

Depois da visita ao Palácio Piratini, a delegação da Foton Internacional viaja para Caxias do Sul para visitar as instalações da Agrale, onde serão montados dois modelos de caminhões da Foton, durante a construção da fábrica em Guaíba. A Agrale também será fornecedore de peças.

Também estão programadas visitas à Dana, em Gravataí, que fornecerá eixos; à Bormana, concessionária Foton em Porto Alegre e Caxias do Sul; e à Gabardo, grande frotista gaúcho de veículos, responsável pelo transporte dos caminhões.

Foton

O protocolo de intenções entre o Rio Grande do Sul e a Foton foi assinado em agosto de 2013 e, em novembro de 2014, foi firmado o primeiro termo aditivo. Inicialmente seriam produzidos caminhões de 3.5t até 24t, e mais tarde, após cinco anos, os modelos extrapesados até 45t. Agora também serão construídos Vans e SUVs.

Do valor total de R$ 250 milhões do empreendimento, R$ 160 milhões são para a construção da fábrica, numa área de 190 metros quadrados, e o restante será investido em uma nova área de desenvolvimento de produtos.

O início das operações estava previsto para o primeiro semestre deste ano, mas com o atraso no financiamento do BNDES de R$ 65 milhões, a previsão passou para metade de 2017. Já foram feitas as obras de terraplanagem, fundações e estaqueamento do prédio principal.

O projeto faz parte do programa Inovar Auto, da Secretaria da Fazenda, que possibilita alguns benefícios na importação de veículos, mediante a instalação de fábrica no Brasil e a produção com 65% de conteúdo nacional. A Foton já tem licença ambiental para instalação. A montadora chinesa iniciou as atividades no Brasil em 2010.

Blog Caminhos da Zona Sul



Categorias:Outros assuntos

1 resposta

  1. Mais rápido que a reforma da Ponte dos Açores.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: