Obra da Foton em Guaíba deve ser finalizada em até dez meses (atualizado)

Estimativa foi apresentada por executivos da multinacional chinesa

Uma solenidade nesta terça feira (12) no Palácio Piratini, sede do governo gaúcho, confirmou a implantação de uma fábrica de caminhões em Guaíba, um empreendimento da montadora chinesa Foton. Na oportunidade, Chuang Rui, presidente da Foton Internacional, exaltou a condição de primeira montadora automotiva da China ostentada pela Foton. O executivo também destacou que o projeto de investimento no Brasil vem sendo trabalhado há cerca de seis anos. “A companhia cumprirá o acordo de manter na montagem dos seus veículos pelo menos 60% de matérias-primas nacionais”, prometeu.

O investimento no projeto totaliza, inicialmente, R$ 250 milhões. Desse total, uma parcela de R$ 65 milhões está sendo financiada pelo BNDES. Durante o período de construção da fábrica em Guaíba, cujo prazo é estimado entre 8 a 10 meses, a Foton montará veículos nas instalações da Agrale, em Caxias do Sul. Quanto à geração de empregos, a estimativa inicial é da criação de aproximadamente 1,5 mil vagas.

Revista Amanhã – Por Dirceu Chirivino

_______________________

Delegação da Foton confirma ampliação da montadora em Guaíba

13 DE ABRIL DE 2016

Projeto fábrica Guaíba Foton Aumark 2

O governador José Ivo Sartori recebeu o presidente da Foton International Trade, Chang Rui, nesta terça-feira (12), no Palácio Piratini. O executivo da multinacional está no Rio Grande do Sul para confirmar a ampliação da empresa em Guaíba. A agenda contou com a presença do secretário do Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, Fábio Branco, do presidente do Conselho da Foton Aumark do Brasil, Luiz Carlos Mendonça de Barros, e de diretores da Foton International e da Foton Aumark do Brasil. Foto: Luiz Chaves/Palácio Piratini.
O governador José Ivo Sartori recebeu nesta terça-feira (12) o presidente da Foton International Trade, Chang Rui, no Palácio Piratini. O executivo da montadora chinesa confirmou a ampliação do projeto da unidade industrial de Guaíba, com a inclusão de uma nova linha de montagem, para a produção de Vans e SUVs. O anúncio reafirma os termos que constam no termo aditivo ao contrato, assinado em março pelo presidente do conselho da Foton Brasil, Luiz Carlos Mendonça de Barros, com o governo do Estado e a prefeitura de Guaíba.

Projeto da planta em Guaíba, RS

Projeto da planta em Guaíba, RS

A unidade de Guaíba será a base exportadora da montadora para a América Latina, principalmente para a Argentina. “O governo do Estado vem trabalhando para atrair investimentos privados, de modo a gerar desenvolvimento. Para isso, buscamos reduzir a burocracia, atuamos de forma articulada e sempre estamos dispostos ao diálogo”, afirmou Sartori.

O governador enfatizou que “se o momento é de crise, não podemos ficar parados. Precisamos conhecê-la e enfrentá-la. Porque não se vence uma crise sem saber a extensão que ela tem e como ela tende a se desenvolver no futuro. Estamos trabalhando, e muito, para superar os desafios. Sustentabilidade financeira é fundamental para seguirmos em frente, com capacidade para qualificarmos serviços e atender especialmente àqueles que mais precisam”.

O presidente da Foton, Chang Rui, falou que a montadora é a número um na China e que fabricou seis milhões de unidades nos últimos cinco anos. “Teremos uma linha de produção extensa no Brasil, e com 60% da produção nacional, cumprindo nossa promessa”, afirmou.

Mendonça de Barros afirmou que o Rio Grande do Sul é um parceiro fundamental neste projeto. “Não é fácil, no Brasil de hoje, desenvolver um projeto como este, iniciado há seis anos”, disse. O executivo adiantou que as obras no terreno da montadora, em Guaíba, devem ser concluídas em dez meses e os primeiros caminhões, produzidos nas instalações da Agrale em Caxias do Sul, estão prontos entre junho e julho.

Enquanto aguarda a construção da fábrica própria e mantendo rigorosamente seus planos de produção de veículos comerciais no Brasil ainda este ano, a Foton produzirá seus caminhões de 3.5 e 10 toneladas nas instalações industriais da Agrale.

O secretário do Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, Fábio Branco, afirmou que o ato é importante para confirmar a estratégia de tornar o Rio Grande do Sul referência para o setor de autopeças. “Trabalhamos para fortalecer nossa cadeia produtiva. O setor automobilístico é responsável por 12% do PIB do estado”.

O BNDES aprovou, em março, o empréstimo de R$ 65 milhões, destinado à construção da fábrica de Guaíba, que terá capacidade de produção de 20 mil caminhões por ano. O investimento total é de R$ 250 milhões e deverá gerar 300 empregos diretos e mil indiretos.

Delegação chinesa

Depois da visita ao Palácio Piratini, a delegação da Foton Internacional viaja para Caxias do Sul para visitar as instalações da Agrale, onde serão montados dois modelos de caminhões da Foton, durante a construção da fábrica em Guaíba. A Agrale também será fornecedore de peças.

Também estão programadas visitas à Dana, em Gravataí, que fornecerá eixos; à Bormana, concessionária Foton em Porto Alegre e Caxias do Sul; e à Gabardo, grande frotista gaúcho de veículos, responsável pelo transporte dos caminhões.

Foton

O protocolo de intenções entre o Rio Grande do Sul e a Foton foi assinado em agosto de 2013 e, em novembro de 2014, foi firmado o primeiro termo aditivo. Inicialmente seriam produzidos caminhões de 3.5t até 24t, e mais tarde, após cinco anos, os modelos extrapesados até 45t. Agora também serão construídos Vans e SUVs.

Do valor total de R$ 250 milhões do empreendimento, R$ 160 milhões são para a construção da fábrica, numa área de 190 metros quadrados, e o restante será investido em uma nova área de desenvolvimento de produtos.

O início das operações estava previsto para o primeiro semestre deste ano, mas com o atraso no financiamento do BNDES de R$ 65 milhões, a previsão passou para metade de 2017. Já foram feitas as obras de terraplanagem, fundações e estaqueamento do prédio principal.

O projeto faz parte do programa Inovar Auto, da Secretaria da Fazenda, que possibilita alguns benefícios na importação de veículos, mediante a instalação de fábrica no Brasil e a produção com 65% de conteúdo nacional. A Foton já tem licença ambiental para instalação. A montadora chinesa iniciou as atividades no Brasil em 2010.

Blog Caminhos da Zona Sul



Categorias:Outros assuntos

1 resposta

  1. Mais rápido que a reforma da Ponte dos Açores.

    Curtir

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: