Créditos para cartão TRI podem ser comprados via internet a partir de hoje

Sistema vai gerar boleto para usuários do transporte coletivo de Porto Alegre

Créditos para cartão TRI podem ser comprados via internet a partir de hoje | Foto: Ricardo Giusti / CP Memória

Créditos para cartão TRI podem ser comprados via internet a partir de hoje | Foto: Ricardo Giusti / CP Memória

Estudantes e trabalhadores podem recarregar, a partir desta quinta-feira, o cartão TRI Passe Antecipado e Escolar pela internet, no site tripoa. O cartão é aceito em ônibus, lotações e trens que ligam Porto Alegre às demais cidades da região Metropolitana.

Para adquirir os créditos, o usuário deverá acessar o site e, fazer a autenticação, escolher o valor (o mínimo são 10 tarifas) e emitir um boleto, que pode ser pago em qualquer rede bancária, home banking (via internet) ou em lotéricas. Após o pagamento, os créditos serão disponibilizados nos validadores dos ônibus de Porto Alegre  em até quatro dias úteis.

A Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) estima que cerca de 950 mil usuários do TRI em Porto Alegre terão a possibilidade de usar esta nova alternativa para a compra de créditos. Outro serviço que poderá ser feito pelo novo site é a solicitação de uma nova via do cartão TRI Passagem Antecipada. Os postos de atendimento seguirão atendendo o público que preferir o serviço presencial, assim como pelo fone (51) 3027-9959.

O sistema, desenvolvido pela passou por várias etapas desde 2007, quando foram distribuídos os primeiros cartões. Atualmente mais 1,3 milhão de pessoas possuem o Cartão TRI.

Correio do Povo

* Com informações da Prefeitura de Porto Alegre



Categorias:Outros assuntos

8 respostas

  1. Detalhe, pra gerar o boleto, taxa de R$1,68 sobre o valor, que tem de ser no minimo no valor de 10 passagens, ou seja, compra minima: R$37,50 + R$1,68

    Curtir

    • Foi o primeiro detalhe que me chamou a atenção. Este é o “incentivo” que a prefeitura dá aos usuários do transporte coletivo…
      Mas vejamos pela lógica: anteriormente, o usuário teria que desembolsar o valor de duas passagens se quisesse ir até o ponto de recarga unicamente com o objetivo de colocar saldo (R$7,50). O que ficou “bom”, poderia ter ficado ótimo, havendo a inexistência dessa cobrança, visto que isso também deve impactar na folha do pessoal dos caixas, diminuindo ainda mais os custos…

      Curtir

      • Caro AJ, negativei seu comentário não por discordar da tua lógica, mas pelo fundamento da cobrança. =)

        Curtir

    • E isso que a prefeitura já cobra 3% sobre o valor final da passagem para “custos administrativos”

      Curtir

    • Esse valor é para manter os custos dos servidores do site😛

      Curtir

  2. Essa taxa é bancária, para gerar o boleto. Tem lá em Curitiba também. Lá tem a opção de imprimir uma GRU para pagamento somente no Banco do Brasil sem a taxa daí.

    Curtir

  3. Porto Alegre entrando a todo vapor no século… XX

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: