Governo Federal define liberação de R$ 100 milhões para ponte do Guaíba

Suplementação de verbas para BR 116 e acesso urbano em Santa Maria não foi confirmada

 

Temer define liberação de R$ 100 milhões para ponte do Guaíba | Foto: Alina Souza

Temer define liberação de R$ 100 milhões para ponte do Guaíba | Foto: Alina Souza

No próximo dia 22 o ministro dos Transportes, Maurício Quintella, deve anunciar, em Porto Alegre, a liberação da primeira parcela de R$ 20 milhões de um total de R$ 100 milhões autorizados como suplementação às obras da nova ponte do Guaíba. Esse foi o resultado da audiência da bancada federal gaúcha com o presidente interino Michel Temer, nesta terça-feira em Brasília. A informação foi repassada pelo deputado Giovani Cherini (PR). O encontro teve como pauta central o quadro de paralisação das obras da nova ponte devido ao esgotamento, em maio, do orçamento de R$ 35 milhões previsto para o empreendimento no exercício de 2016. O Diário Oficial da União deve publicar até o final desta semana a autorização.

Conforme o presidente do Sindicato das Indústrias da Construção Estradas, Pavimentação e Obras de Terraplenagem (Sicepot/RS), Ricardo Portella Nunes, “essa é uma boa notícia para o Rio Grande do Sul, embora não tivesse vindo acompanhada de suplementação de mais R$ 50 milhões à BR 116 e R$ 20 milhões ao acesso urbano em Santa Maria”. Neste ano, lembrou Nunes, 600 trabalhadores foram demitidos do canteiro de obras, executadas pelo consórcio liderado pela empresa Queiroz Galvão. Ele frisou que a obra não deve parar completamente, seguindo em alguns lotes que ainda dispõe de verbas anteriores. “Vão continuar em dois ou três lotes”, detalhou. Nunes estima, contudo, que são necessários ao menos R$ 40 milhões este ano para evitar a estagnação dos trabalhos na rodovia.

 

A senadora Ana Amélia Lemos relatou que foi solicitada suplementação de R$ 70 milhões à duplicação da BR 116 (60% estão prontos), no trecho Tapes até Pelotas, e de R$ 15 milhões à duplicação da BR 386 entre Fazenda Vila Nova e Estrela, mais a continuidade das obras da BR 470, entre Triunfo, Barracão, Bento Gonçalves, até o Porto de Rio Grande, e do acesso urbano em Santa Maria. Essas obras estão na lista das prioridades. “Nenhuma obra em estágio avançado será paralisada, nos garantiu o presidente Temer”, disse Cherini.

Sindicato estima ser necessários R$ 250 milhões para concluir nova ponte

Na avaliação do presidente do Sicepot/RS, para a nova ponte do Guaíba ser concluída, serão necessários R$ 250 milhões por ano. Nunes estima que o término do investimento vai levar ainda entre mais três a quatro anos. Na reunião, com a participação de 18 deputados e dois senadores.

Correio do Povo



Categorias:Outros assuntos

%d blogueiros gostam disto: