Prefeitura entrega recuperação do Monumento aos Açorianos

Parte do monumento, inaugurado em 1974, estava corroída e enferrujada   Foto: Ricardo Giusti/PMPA

Parte do monumento, inaugurado em 1974, estava corroída e enferrujada   Foto: Ricardo Giusti/PMPA

Foi realizada nessa segunda-feira, 12, pelo prefeito José Fortunati, a entrega das obras de restauração do Monumento aos Açorianos. Em função das intempéries, parte do monumento de autoria de Carlos Tenius, inaugurado em 1974, estava corroída e enferrujada. O restauro foi feito pela Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Smam), com orientação técnica da Coordenação da Memória Cultural da Secretaria Municipal da Cultura.

Também foi assinada a ordem de início da restauração do Largo dos Açorianos, que será totalmente remodelado com a valorização dos dois espelhos d’água e qualificação dos espaços. A obra deverá ser concluída em 2017.

Ponte de Pedra – Fortunati anunciou, ainda, a conclusão da restauração da Ponte de Pedra, também obra da Smam com apoio técnico e fiscalização da Coordenação da Memória Cultural. “Estamos na fase final da conclusão do restauro da Ponte de Pedra. Sem dúvida, a cidade ganhará um espaço totalmente requalificado e que homenageia a chegada, em 1752, dos primeiros sessenta casais açorianos que povoaram a cidade”, afirmou Fortunati.

O monumento – O Monumento aos Açorianos é uma homenagem à chegada, em 1752, dos primeiros sessenta casais açorianos que povoaram a cidade. Foi inaugurado em 26 de março de 1974. Construído em linhas futuristas, está localizado no Largo dos Açorianos (que também abriga a histórica Ponte de Pedra), próximo ao Centro Administrativo do Estado.

Produzida em 1973, em aço, é uma obra do escultor Carlos Tenius e lembra uma caravela, composta de corpos humanos entrelaçados, e tendo à frente uma figura alada que lembra o mitológico Ícaro e representa a Vitória. Possui 17 metros de altura por 24 metros de comprimento.

No monumento existe o seguinte escrito: “Jamais sonhariam aqueles casais açorianos, que da semente que lançavam ao solo nasceria o esplendor desta cidade”.

Obras na Ponte de Pedra estão em fase final de conclusão   Foto: Brayan Martins/ PMPA

Obras na Ponte de Pedra estão em fase final de conclusão   Foto: Brayan Martins/ PMPA

Largo dos Açorianos – Considerando o caráter do espaço, o Largo dos Açorianos contempla passeios a fim de garantir circulação e acessibilidade na área com o convite ao lazer contemplativo do monumento Ponte de Pedra. Através de estudos, foi possível constatar as condicionantes da área de projeto: no lado do monumento histórico, a necessidade de rebaixar o lago para preservar a alvenaria da ponte e recuperar a sua originalidade. No lado do viaduto, verificou-se a existência de várias redes de infraestrutura passando abaixo do lago, impossibilitando o rebaixamento neste ponto. Também constatou-se que o nível da casa de bombas mais próxima está mais elevado que o nível necessário rebaixar, sendo imprescindível o uso de bomba hidráulica para realizar o esgotamento dos espelhos d’água para a rede pluvial. Com o projeto de sondagem realizado, verificou-se a baixa qualidade do solo, que se apresenta arenoso e com o nível do lençol freático bastante elevado.

O projeto foi realizado com o objetivo de preservar a estrutura da ponte, bem como recuperar a originalidade do monumento – deixando os pilares de pedra aparentes. Para tanto, fez-se necessário o rebaixamento do nível na área da ponte e a contenção do lençol freático, que será realizado através dos tranques d’água em concreto. O projeto estrutural foi desenvolvido considerando esta necessidade e dimensionado para resistir aos esforços de empuxo do lençol freático.

O projeto foi concebido com dois espelhos d’água em níveis distintos, interligados por uma queda d’água (fonte) que fará, juntamente com os aspersores (bico de fonte tipo gêiser), a movimentação da água que circulará em um circuito fechado entre os dois espelhos, através do uso de bombas hidráulicas.

O largo receberá também passeios e esplanadas em concreto, garantindo acessibilidade aos pedestres que circulam pelo local. Todos os espaços serão sinalizados com paginação podo-tátil no piso. Estas esplanadas receberão bancos de concreto, assim como a borda do espelho d’água sob o viaduto em forma de banco, como um convite ao descanso no local. O espelho d’água da ponte será circundado por escadarias de concreto, com arquibancadas para o lazer contemplativo da Ponte de Pedra. Toda a área será circundada por canteiros gramados a fim de garantir a permeabilidade do solo e melhor condicionamento térmico do espaço.

O projeto de iluminação foi desenvolvido pela Divisão de Iluminação Pública/Smov, com iluminação geral e baixa em LED. A obra será acompanhada/fiscalizada por comissão de técnicos da Divisão de Projetos e Construção da Smam.

Prefeitura de Porto Alegre



Categorias:Arquitetura | Urbanismo, Restaurações | Reformas

Tags:, ,

2 respostas

  1. Em quanto tempo teremos tudo isto com pichações de “Fora Temer” e afins, ornando com o grafismo do viaduto da Borges?

    Curtir

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: