ACPA pede apoio a Padilha para construção de um centro de eventos de classe mundial em Porto Alegre

Com o propósito de projetar a capital gaúcha como um dos principais destinos para a realização de congressos e eventos da América Latina, o presidente da Associação Comercial de Porto Alegre (ACPA) Paulo Afonso Pereira solicitou ao ministro da Casa Civil no governo de Michel Temer, Eliseu Padilha, o apoio para a cessão ao município de Porto Alegre de uma área de 50 hectares junto ao Trensurb, que está sob responsabilidade da Secretaria do Patrimônio da União (SPU). A partir da doação do terreno à Prefeitura, seria viabilizada uma Parceria Público-Privada para a construção de um centro de convenções e feiras de classe mundial.

Padilha mostrou-se interessado no projeto e ficou de verificar a disponibilidade de R$ 60 milhões para a construção do Centro de Convenções e Feiras de Porto Alegre, com origem no Plano de Aceleração do Crescimento 2 – Turismo. A manutenção da verba evitará que caia, pela terceira vez, na conta “Restos a Pagar”, o que significará a perda definitiva desse valor pelo município.

(…)

Associação Comercial de Porto Alegre

_______________

Área  da Trensurb seria esta área no meio da imagem, próxima ao aeroporto ?

trensurb-poa



Categorias:Outros assuntos

16 respostas

  1. Bastante interessante, próximo a estradas, trem e aeroporto. Para mobilidade está muito bom.

    De resto só tem que se fazer um projeto com as janelas viradas para o aeroporto e não parabo bairro.

    Curtir

  2. Qual o problema da FIERGS? (que justifique um investimento de 60 milhoes em meio a crise…)

    Curtido por 1 pessoa

    • A FIERGS é muito longe, sério, eu já trabalhei com evento lá (FISL) e nós perdemos públicos em função da distância. A FIERGS só faz sentido num cenário onde tenhamos metrô pronto.

      Curtir

    • Teve o Congresso Brasileiro de Geologia neste ano e com todo mundo que falei, reclamou bastante da distância e falta de opções de transporte para chegar e sair da Fiergs. Próximo ao aeroporto, a mobilidade é muito maior para quem deseja turistar por outros bairros, além da malha hoteleira próxima que evita grandes deslocamentos.

      Curtir

      • Não acho que justifique 60milhoes em meio a crise tu dizer que vai fazer um centro de eventos a 10km de outro centro de eventos porque um é “muito distante” puxa vida, 10 minutos do aeroporto de carro, meu deus, como é distante de tudo esse centro de eventos.. nossa senhora vamos investir em um centro de eventos a cada 10km da cidade então pra que ninguém perca 10 minutos…vale muito mais pegar essa grana e investir na saída da firgs, que tem potencial de crescimento do que em um centro de eventos proximo

        Curtir

  3. Essa não é a área prevista pro pátio do metro?

    Curtir

  4. Pior terreno que existe na cidade para construir um centro de eventos.
    Primeiro, esse terreno está previsto para a construção do estacionamento e centro de manutenções da linha 2 do metrô. Segundo, a Infraero já declarou que a existência da linha da Trensurb na linha de ação da rampa de pouso e decolagens do aeroporto limita as possibilidades do Salgado Filho, e agora querem construir um prédio justamente alí? Será que o acidente da TAM em Congonhas não foi aprendizado o suficiente?

    Curtir

  5. Exato, como outros já disseram, essa área já deveria estar protegida de qualquer desenvolvimento, pois é o melhor lugar pra se fazer o pátio de manobras do metrô. Além disso, imagina a loucura que é assistir uma palestra com o ruído de um avião pousando exatamente em cima da sala? Gente, não tem condições. Esse lugar não dá pra fazer isso.

    O melhor lugar pro centro de eventos é a área do Hospital São Pedro. Dá pra fazer um projeto muito foda lá, e é um lugar super fácil de chegar de qualquer lado da cidade.

    Curtir

    • Exatamente! Senão acontece como a segunda pista do Salgado Filho, que está no plano diretor do aeroporto mas foi impossibilitada de sair do papel porque o Bourbon e os correios construíram no local destinado à ela.

      Curtido por 1 pessoa

  6. No meio dessa crise todo ainda querem gastar dinheiro público com um centro de eventos em um local não adequado!!!

    Curtir

    • Excelente ideia, o governo federal disponibiliza o dinheiro para a cidade e ela decide nao usar ele por que atualmente existe uma crise economia. Fico imaginando uma conversa entre entes federativos:

      Brasilia: Poa voces querem 60 milhoes conforme o acordado ja?
      POA: Nao, nao queremos este dinheiro por que o Brasil esta em crise

      veja o trexo do texto: “ficou de verificar a disponibilidade de R$ 60 milhões para a construção do Centro de Convenções e Feiras de Porto Alegre, [b]com origem no Plano de Aceleração do Crescimento 2 – Turismo.[/b]
      A manutenção da verba evitará que caia, pela terceira vez, na conta “Restos a Pagar”, o que significará a perda definitiva desse valor pelo município

      Curtir

      • Não acho que deveriam aceitar mesmo. Pensando como um PAÍS, temos que ver a crise, temos que se ajudar, se não pensarmos como um todo não vamos pra frente. Claro que irão aceitar, claro que muitos aceitariam, mas minha opinião é não aceitar por ter noção do momento que passamos.

        Curtir

  7. Me parece incrível. Acho que é uma demanda muito justa e importante para a cidade.

    Curtir

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: