Ruas do Centro de Porto Alegre ganham mais espaço para pedestres

Ruas do Centro de Porto Alegre ganham mais espaço para pedestres

Ruas do Centro de Porto Alegre ganham mais espaço para pedestres. Foto: Brayan Martins/ PMPA

O Centro de Porto Alegre, nas proximidades do Mercado Público, está ficando de cara nova. A EPTC (Empresa Pública de Transporte e Circulação) está projetando e implantando uma ação para dar mais sinalização e mais segurança para os pedestres que circulam na região. A ação tem o objetivo de ampliar o espaço para quem anda a pé e facilitar o acesso à região.

De acordo com a EPTC, as medidas foram necessárias, porque as calçadas já não são mais suficientes para acomodar todos com segurança. “Isso é muito comum em ruas dos centros históricos, que são mais estreitas e atraem grande volume de pessoas. Como o aumento físico das calçadas nem sempre é viável, em função de custos e patrimônio histórico, existe a opção de utilizar pinturas no pavimento do leito viário, expandindo as áreas de pedestres com baixo custo”, afirma o engenheiro Marcos Feder, técnico da EPTC e responsável pelo projeto.

EPTC qualifica sinalização para pedestres no Centro Histórico  Foto: Brayan Martins/ PMPA

EPTC qualifica sinalização para pedestres no Centro Histórico
Foto: Brayan Martins/ PMPA

A intervenção apresenta uma série de mudanças. Segundo a EPTC, são benefícios como aumentar o conforto para os transeuntes, diminuir a extensão das travessias e melhorar o ângulo de visão, tanto para quem anda a pé quanto para os motoristas.

A EPTC optou por implantar essa medida no entorno do Paço Municipal, próximo ao Mercado Público, no cruzamento da rua Siqueira Campos com a avenida Borges de Medeiros, considerando a quantidade de pedestres, a geometria das vias, assim como o benefício proporcionado. Por hora, mais de 2.4 mil pessoas circulam pelo local. A médio prazo, a empresa pública pretende implantar mais projetos como esse, principalmente em áreas com intensa movimentação de pedestres.

Plantão RS

Anúncios


Categorias:Outros assuntos

19 respostas

  1. Você acredita em milagres? É um milagre natalino!

    Curtir

  2. isso sim é lugar de botar aqueles bancos de pallets da ufrgs que ocupavam vagas de estacionamento.

    Curtir

    • Claro que não, o movimento de pedestres ali é absurdo. Esses bancos podem ser postos em outras ruas, na CB por exemplo, mas não nessa esquina ai.

      Curtir

      • Vale lembrar que aquilo era so uma experiencia e seria feito por prazo determinado.
        Mas sinceramente, nesse caso achei mais baixo do que as crianças da ufrgs botarem o troço la e pedirem autorizaçao no dia seguinte, foi a atitude do secretario do DMLU mandar recolher na calada da noite e passar dois dias dizendo que nao sabia de nada, para depois explicar que recolheram tudo.
        Sinceramente eu espero sempre transparencia na gestao publica, ou seja, atitudes assertivas ocorrendo aos olhos da populaçao e com declaraçoes pontuais e veridicas.

        Curtir

  3. Milagreee, aleluia

    Curtir

  4. Isso aí cai de madura a décadas! Essa área da foto é pessimamente mal sinalizada para pedestres e carros, inclusive. Falta de tudo, sinalização de faixas de tráfego, calçadas maiores mesmo, tempo maior de sinaleira para pedestre atravessa – uma via larga, tem 11 segundos de travessia para um fluxo intenso de pessoas. Outra coisa é aquele estacionamento na calçada, oblíquo, no entorno do paço municipal, com aquele fluxo de gente, já deveria ter acabado há muito tempo.

    Curtir

    • Ali nao acabam com isso pq é onde estacionam os “veiculos oficiais”, no deles eles nao mexem

      Curtir

      • O Paço Municipal recebe a toda a hora diversos funcionários e outros secretários (a prefeitura é espalhada pela cidade) Tu queria que os secretários e outros funcionários ficassem meia hora ou mais procurando estacionamento no centro, e tu pagando eles para trabalhar, e eles zanzando pelo centro… ‘non sense’ isso. Uma coisa não elimina a outra. A prefeitura tenta amenizar a sua própria falta de estrutura. O que tu sugeres ? Eu sou um usuário deste estacionamento (com motorista e carro locado da Smic). Já tive que ir em diversas reuniões no Paço. E aí ?

        Curtir

      • Não acho necessário que cada funcionário público que precise se locomover tenha um carro com motorista que fique parado a disposição. Além do custo caro da vaga no centro, é um desperdício muito grande de recursos. Eu trabalho no centro há muitos anos e naturalmente as garagens são caras e lotadas, e a opção da maioria das pessoas que trabalham comigo é ou o transporte público ou UBER/CABIFY/TAXI. Pra mim seria lógico que os funcionários públicos utilizassem também algo tipo Uber, diminuiria muito os custos.

        Curtir

      • Gilberto, nas 4 empresas publicas que trabalhei os diretores tinham motoristas e carros da empresa para se locomoverem.

        Por sua vez gerentes outros funcionarios, etc normalmente para esse caso “ganham carona” de motoristas em carros locados que sempre estao a disposiçao da empresa.

        Para trabalhos no centro, por exemplo o hospital conceiçao chamava taxis ou dava carotes de VT com duas passagens para os funcionarios irem ao centro resolver as atividades.

        Nao sei qual secretário que teria agenialidade de ir de carro para o centro esperando inclusive ter onde estacionar.

        Curtir

  5. Em contrapartida o aumento exponencial de vendedores ambulantes de verduras na Salgado Filho e imediações e vendedores ambulantes de produtos chineses na Andradas (voltamos ao tempo dos camelôs na rua?) tem roubado muito mais espaço dos pedestres do que essas medidas proporcionaram.

    Curtir

    • Mais admiravel ainda sao as pessoas que compram esses “alimentos” que pegam sol e fulhigem de diezel e Co2 o dia todo.

      Curtir

    • Exatamente, quantos camelódromos a prefeitura vai ter que construir para suportr todos os “paraquedistas”? Incompetência dela, não autua logo quando começa, então esses vendedores vão “se criando” ali. Ou será que ninguém lembra o inferno que era transitar no centro antes de construirem o “Pop Center”?

      Curtir

  6. Esperamos que em um futuro proximo essas pinturas virem calçada.

    Curtir

  7. Ficou muito bom, essa região precisava de algo assim, sempre foi complicado caminhar por esses lados.
    Apoiaria esse tipo de obra em outras áreas do centro.

    Curtir

  8. Espero anciosamente por algo assim ao redor da UFRGS, especialmente no cruzamento da Sarmento Leite com a Osvaldo Aranha. Ali a faixa é muito larga e o pedestre tem apenas 15 segundos para atravessar, que SEMPRE são reduzidos porque algum taxista resolveu furar o sinal vermelho.
    Além de remodelar a geometria da via, ali poderiam fazer uma faixa de pedestres diagonal.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: