Sinaleiras com luz amarela intermitente pela madrugada

f550_semaforoOs vereadores de Porto Alegre aprovaram, na tarde desta quinta-feira (22), projeto de lei que determina que semáforos da cidade sejam configurados em sistema de alerta – com luz amarela intermitente – entre a zero e as 5 horas da madrugada. O projeto aprovado também proíbe a colocação e a operação de radar portátil ou estático em locais em que a sua visibilidade pelos condutores de veículos seja dificultada.

A proposta é de autoria do vereador Bernardino Vendruscolo (PROS). Em sua exposição de motivos do projeto, o autor afirma que seu objetivo é oferecer, “minimamente, um pouco de prevenção para os condutores de veículos, defendendo e protegendo o cidadão de bem que se torna vítima de criminosos”. Segundo o vereador, “continuará sendo uma teimosia desnecessária exigirmos que, durante a madrugada, um cidadão pare seu automóvel em cruzamentos nos quais, naquele momento, não há fluxo de outros veículos, servindo de presa fácil a assaltantes”.

Caso a proposta seja sancionada, a nova lei entrará em vigor 90 dias após a data de sua publicação no Diário Oficial de Porto Alegre (Dopa).

Affonso Ritter

Anúncios


Categorias:Outros assuntos

11 respostas

  1. Essa mesma lei tambem tem um paragrafo sobre os radares moveis serem obrigados a estarem visiveis.

    Curtido por 1 pessoa

    • Ambas ideias são patéticas. O amarelo piscante aumenta o número de acidentes ao introduzir confusão sobre a preferência de passagem, e o radar estar escondido não escusa o infrator do seu excesso de velocidade. Não quer ser multado, ande na velocidade, é simples.

      Essa câmara é patética.

      Curtir

      • fmobus, o teu comentário só considera uma variável: o trânsito. E a segurança de quem pára no semáforo na madrugada? Estamos em Porto Alegre, não esquece.

        Curtir

      • Poderiam usar o sistema adotado em outros paises, onde num cruzamento a via preferencial tem amarelo piscante e a não preferencial tem vermelho piscante.

        O vermelho piscante é equivalente a uma placa octogonal de PARE para fins da lei: se o motorista não parar e olhar antes de seguir ele pode ser multado.

        Curtir

      • Olha gilberto, se voce analisar as estatisticas é, a ocorrencia de acidentes em semaforos de amarelo piscante é muito maior do que a de assaltos em sinaleiras.

        Esse papo de usar a vilencia para justificar infraçoes de transito é muito razo

        Curtir

      • Tales, pelo que me lembro, na Alemanha, as poucas sinaleiras que eram desligadas ou postas em amarelo piscante à noite tinham uma placa indicando a situação de preferência pra quem vem daquela rua. É interessante que isso também valia para o caso de a sinaleira estar estragada – até porque a priori o motorista não sabe qual é a situação.

        Uma outra coisa que fazem na Europa em geral que estranhamente não vejo por aqui é ter placas indicando que a sua rua tem a preferência no cruzamento. Aqui, teoricamente você só tem a preferência se a outra rua não tem a placa de pare, mas realisticamente ninguém dá bola pra isso, e assume que se “não tem placa na minha rua” = “eu tenho preferência”, o que é errado.

        Curtir

    • pedir radar visível é igual ladrão reclamando de policial apaisana kkkkk

      Curtir

  2. Induz confusão sobre preferência de paragem? Parece que o comentário é de alguém que desconhece transito. Em casos de falta de sinalização a preferência é do condutor que vêm pela direita. Vai aprender a dirigir antes de dar pitaco ****. E outra …radar escondido é so pra fabricar multa… porque os agentes de trânsito..em vez de ficarem escondidis nao ficam bem a vista orientando o trânsito? Agir escondido é que é patético….

    Curtir

    • Eu conheço a regra, tu conheces as regras, mas e o resto dos motoristas? Tá cheiinho de gente que acha, por exemplo, que uma avenida tem preferência automática sobre uma rua, e numa situação de amarelo piscante vai achar que tem direito de passar reto. Aí tá lá o amarelo piscando bonitão na Santana, e eu vou cruzar a Ipiranga e tomo uma bordoada de um imbecil que acha que não precisa parar porque está em “avenida grande”.

      Sobre ser um pitaco **** de alguém que não sabe dirigir, vou abster-me de contestar ao ad hominem, mas vou dizer que a área técnica EPTC também discorda da medida justamente por existirem estatísticas mostrando que isso provoca aumento nos acidentes, ao ponto de que a prática já foi abandonada no país inteiro faz anos. Aliás, bem parecido com aquela estória de São Paulo, onde os técnicos da CET são contra aumentar o limite da marginal, mas vão ser ignorados pelo prefeito-eleito que nunca estudou o problema.

      Sobre o agente “ficar bem a vista orientando o trânsito”, eu sempre leio isso e nunca entendo do que consiste. O que o azulzinho pode realisticamente fazer pra orientar o trânsito? Porque as situações onde há necessidade de orientação por agente são essencialmente exceções: sinaleira quebrada, sinalização faltando, obras, protestos, acidentes, etc. O resto do tempo o trânsito se orienta muito bem sozinho, todo mundo sabe pra onde quer ir, como ir, e o que fazer. Salvo situações de cruzamento trancado, não tem muito que um agente possa fazer pra dissolver um congestionamento. Congestionamento só vai diminuir no dia que a cidade tomar as medidas estruturais necessárias (e não estou falando de viadutos).

      Por último, mas não menos nauseante: “fábrica de multa” é dose. Um dos argumentos mais carrólatras que eu já vi. O sujeito CONHECE a regra, opta CONSCIENTEMENTE por INFRINGI-LA, e vai me dizer que existe uma conspiração fabril perseguindo-o. Ah por favor. Honestamente, se tem uma coisa que essa cidade faz pouco é multar os péssimos motoristas que nela habitam. Sério mesmo. Fica quinze minutos comigo em qualquer cruzamento movimentado e eu vou te apontar quinze infrações – se não mais – todas com risco de danos materiais e pessoais, todas ignoradas.

      Se realmente existisse uma fábrica de multa, tem muito motorista que perderia a carteira em menos de dois meses. Daí, quem sabe, talvez, de repente, o trânsito de Porto Alegre seria civilizado.

      Curtir

    • “a preferencia é de quem vem pela direita…” sim a orientação é essa mas faz isso na erico X ipiranga.

      Curtir

      • Em tempo os agentes de transito que ficam com o radar movel estao em atividades de fiscalização e nao de orientação.
        Certamente nem um sequer negara informação caso alguem solicite.
        Poa tem cerca de 200 agentes de transito, destes todos, apenas uma equipe “sai para multar com o radar movel” e ai vem os bonitos dizer que esses ai tem que estar orientando o transito. É dóse em

        Curtir

%d blogueiros gostam disto: