Até quando essa gente que manda em Porto Alegre continuará abusando das nossas vidas e da nossa paciência ?, por Políbio Braga

Mesmo depois de uma campanha eleitoral marcada pelo debate sobre a insegurança pública em Porto Alegre, o novo prefeito Marchezan Júnior sequer dignou-se nomear um secretário municipal da Segurança Pública.

A melhor definição para o que acontece em Porto Alegre, acaba de ser dada por Carlos Etchichury, que na edição de final de semana do jornal Zero Hora avisou: “Porto Alegre está acossada”. A explosão de violência na cidade, demonstra que entre janeiro e novembro foram assassinados 676 porto-alegrenses, um a cada 12 horas, 23,5% mais do que os 547 registrados no ano passado. Sobre 2011, o aumento emplacou 84,6%. Nas últimas 24 horas (neste momento, são 15h04min), foi assassinado um porto-alegrense a cada 3 horas.

A polícia sumiu completamente das ruas e só chega aos eventos depois que os assassinos fugiram.

Ninguém sabe onde foram parar os homens da Brigada, Polícia Civil e Força Nacional de Segurança, que são pagos por nós, contribuintes, mas que não prestam serviços de segurança pública. A alegação de que não recebem em dia ou não receberam o 13º salário, não os exime de cumprir as obrigações.

A má gestão do governo é outra questão bem diferente, pode e deve ser tratada de forma grave – mas é outro departamento. Há uma evidente sublevação da ordem pública e o governo não consegue agir.

Ainda que o governador Ivo Sartori e o velho e o novo prefeito de Porto Alegre, José Fortunati e Marchezan Júnior, assistam os porto-alegrenses irem diariamente para o abatedouro, a cidade possui lideranças políticas, empresariais e sociais capazes de reagir, mas elas também parecem imobilizadas, acovardadas, caladas e resignadas.

Até quando toda essa gente continuará abusando da paciência e da vida dos cidadãos que cumprem as leis, pagam as contas e são tratados de forma tão indigna ?

É de se perguntar onde estão os verdadeiros homens desta cidade leal e valerosa, que não reagem diante da evidência de que seus filhos sigam diretamente para o abatedouro.

O editor aceita respostas.

Polibio Braga

Anúncios


Categorias:Artigos, segurança, violencia urbana

Tags:,

23 respostas

  1. Políbio é Políbio! Sempre correto e coerente em seus artigos!
    Que pouca vergonha! O povo gaúcho perdeu seu brio! Aceita todo e qualquer discurso vago dos políticos sem capacidade para administrar o que já sabiam antes de assumirem!

    Curtir

  2. Concordo! Inclusive acho que além de fazer o papel da segurança que é do estado, o município deveria aprovar pena de morte municipal e cercar, além dos parques a própria cidade, com horário de fechamento a meia noite. Gente de bem.nao madruga entre uma cidade e outra em altas horas.

    Curtir

    • Nem Estado nem Município tem poder de alterar o Código Penal para incluir “Pena de Morte”. Pouco já pode fazer a Guarda Municipal, cujo estatuto não tem valor prático e seus homens sequer são bem qualificados.

      Curtir

  3. Primeiro dia do cara e já estão criticando.
    hahaha

    De qualquer forma, fica aqui minha corneta pra esquerda, queriam tanto o fim da policia, façam suas festas, sonho realizado.
    hahaha

    Curtir

    • Guilherme, ele não está só criticando o novo prefeito. Está criticando o governador também e toda uma gama de pessoas que poderiam ter feito algo e não fizeram nada até agora.
      Leu a matéria ?
      Abraço.

      Curtir

    • Eu gostaria que você postasse aqui uma referencia sobre o tal pedido de fim da polícia. A única coisa que lembro era de uma tentativa de desmilitarizar a polícia o que nada tem a ver com o fim dela. Basta você pensar um pouco e ver que a Polícia Civil e a a Federal não são militares por exemplo.
      Eu sinceramente não lembro de ninguém, nem de centro, nem de esquerda nem de direita pedindo o fim da polícia, por isso peço que você me ajude a lembrar e me responda aqui com uma referência a este pedido.

      Curtir

      • Guilherme Kerwald Schneider, estou esperando rua referencia. Eu acho que jogar frases ao ar não ajuda na discussão. Imagina só se o Gilberto começa a fazer posts sem citar a fonte, baseado apenas no que ouviu alguém dizer.

        Curtir

    • O que as pessoas pedem com a frase “fim da polícia militar” não é o fim da plocia em si
      Mas o fim da estrutura militar da polícia, que tende ao abuso de poder pois se tratam.de cidadãos com direito a julgamento militar parcial.

      Curtir

  4. O atual prefeito foi eleito com uma promessa poderosa e que ele sabe que não vai cumprir a segurança publica. Pela constituição os responsaveis por manter policias armadas para dar a resposta aos anseios do povo são os governos federal e estadual,ambos aparentemente em bancarrota. Os municipios podem dar soluções paliativas. A imprensa não compra o suficiente para uma mudança constitucional para que determinados crimes tenham uma punição maior e o sistema prisional seja melhorado,infelizmente com um congresso que temos atualmente é melhor rezar pois dali nada sai de bom.Eles querem o caos pois muita gente acredita que uma ditadura resolveria todos os problemas atuais e futuros.Cidades de primeiro mundo como Londres fecham seus bares as 11h30 e ninguem fica desempregado e passa fome ,aqui no portinho não tem de virar a noite se não há gritaria de donos e frequentadores e ai muitas vezes reside alguns focos de violência .

    Curtir

  5. Aos incautos que acreditaram nessa piada do Marchezan de usar pardal para fotografar veículos, só lamento. Segurança se faz com brigadiano na rua, o que é responsabilidade estadual, e não municipal. O resto é marketing eleitoral.

    Curtir

    • Sem querer defender o Marchezan, mas ele não falou em usar pardal pra fazer segurança, propôs apenas utilizar as imagens dos pardais para ajudar o governo estadual a coibir roubos de veículos – coisa que eu considero super coerente.
      Claro que isso depende de integração com o poder público estadual, mas essa interdependência é algo que deveria ser básico num regime federativo. Se ele se dedicar realmente a isso, fará muito bem.

      Curtir

  6. Quando a policia prende e precisa manter o preso algemado dentro de viaturas, a imprensa publica como uma ação desumana!!! Um comentário. Mas o que importa mesmo é que nenhuma ação efetiva, preventiva, se realiza. Nem pelo Governo do Estado e pelo visto nem Municipal. Só se ouve falar em cameras de monitoramento, que é a explicação atual para justificar a incapacidade de lidar com o assunto, como se bandido tivesse medo de aparecer nas imagens. Se, por uma ação singular, ele for preso, dentro do presidio existem televisores o que é uma sorte pra ele, bandido. Vai passar no JH, no Datena, Marcelo Resende, Brasil Urgente local e outros transpiradores de sangue. Isso garantirá ao novo preso um status de “cara mal” dentro do presidio o que impedira ele de limpar banheiro, servir de capacho para os demais. E nós, otarios, continuamos rezando para não sermos os próximos. A Ditadura Militar é ruim??? Dúvido que seja pior que isso.

    Curtir

  7. Este Políbio Braga, nao nega seu rancor Petista. O cara mal assumiu o poder e ele, fazendo um comentário malicioso, com o objetivo claro e inequívoco, que so quer tumultuar, e nao ajuda em nada…..Ficou 4 anos calado…..agora abre a boca….para mostrar sua ideologia da incompetência….era melhor dar sugestões inteligentes do que criticas tendenciosas…..com pensamento de 100 anos atras….lamentavel

    Curtir

  8. Tudo o que estamos passando a nível nacional, estadual e municipal, estão sendo os golpes! Um atrás do outro e nós povo abobalhados de um lado para o outro, feitos bobos da côrte!

    Curtir

  9. Um dos maiores motivos pelo qual nada se resolve no Brasil, é exatamente o que esta acontecendo aqui, nestas publicações. As pessoas não procuram criticar e apontar os erros mas dai partir para sugestões, elas ficam se alfinetando, falando mal umas das outras, ofendendo. Porque não utilizar esse espaço e o tempo de estar aqui tc e pensar soluções? procurar, mesmo discordando de outros, contribuir. O motivo do aumento da criminalidade em muito esta em não nos organizarmos, em não procurarmos todos juntos, uma solução e levar a nossos governantes. Ficamos sentados esperando, criticando, malhando, etc…A doença não acomete só os outros, só o vizinho. Vamos esperar ela bater em nossa porta para descobrirmos que esse virus da violência chega em qualquer um de nós? Vamos permitir que ele leve algum ente querido ou vamos parar com essa propagação ajudando, com ideias ou ações, a estancar essa violência???? Ficar só reclamando e botando culpa em alguém não coíbe ação de bandido em lugar nenhum.

    Curtir

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: