Prefeitura e governo do Estado alinham agenda para o Plano de Segurança

Trabalhos conjuntos entre órgãos começam no dia 15 de fevereiro   Foto: Luciano Lanes/PMPA

Trabalhos conjuntos entre órgãos começam no dia 15 de fevereiro   Foto: Luciano Lanes/PMPA

A Prefeitura de Porto Alegre e o Governo do Estado trabalharão integrados para potencializar as ações na área da Segurança Pública. Nesta segunda-feira, 23, o secretário Cezar Schirmer e o prefeito Nelson Marchezan Júnior realizaram o primeiro encontro para o alinhamento das ações conjuntas e a construção de uma agenda integrada para a execução do Plano Nacional de Segurança na Capital. A reunião, no Paço dos Açorianos, contou com a presença de representantes da Brigada Militar, Polícia Civil e das secretarias e órgãos municipais que atuam na área da segurança.

Porto Alegre é uma das três cidades escolhidas pelo governo federal para servir de piloto ao plano. Os trabalhos, que iniciam-se em 15 de fevereiro, contarão com a participação dos órgãos federais, estaduais e municipais. Na Capital, terão como foco a redução dos índices de homicídio e o combate à violência doméstica. “Não há como iniciarmos o trabalho sem este diálogo prévio. Porto Alegre necessita de políticas específicas e ações emergenciais, em curto, médio e longo prazo”, ressaltou o secretário Schirmer.

Para maximizar os resultados, será composto um grupo de trabalho entre Estado e prefeitura, com o objetivo de elencar as prioridades imediatas e projetar iniciativas futuras. O prefeito destacou a estrutura de videomonitoramento e de transmissão de dados que o município possui e que pode ser melhor aproveitada nas ações de segurança. “O que ficou demonstrado na reunião é que existe total disposição do governo estadual e das forças de segurança de trabalhar em conjunto com a prefeitura. Temos no município uma estrutura tecnológica que o Estado tem deficiência e vamos disponibilizar todo essa aparato para dar respaldo à Polícia Civil, à Brigada Militar. Será com essa estrutura, que inclui cabeamento de fibra ótica, sistema de rádio digital, capacidade de coleta de dados e de informações, de relacionamento, envolvendo todas as áreas da administração municipal, seja Guarda Municipal, EPTC, Procempa, que iremos contribuir para vencermos juntos a violência, a criminalidade. Temos que transformar Porto Alegre numa cidade melhor para os cidadãos e pior para os criminosos”, ressaltou Marchezan.

Estrutura de videomonitoramento da Capital será aproveitada nas ações   Foto: Luciano Lanes/PMPA

Estrutura de videomonitoramento da Capital será aproveitada nas ações   Foto: Luciano Lanes/PMPA

As operações serão balizadas pelo trabalho do Núcleo Federal de Inteligência, que será instalado no RS no próximo mês. O núcleo realizará uma análise voltada para a realidade local e dará subsídio às ações de campo. Schirmer reiterou a satisfação em contar com esta ferramenta, lembrando que “o crime organizado possui esse nome devido à estrutura que mobiliza em torno de sua atividade ilegal”.

Ainda nesta semana, o grupo de trabalho iniciará as suas atividades. A intenção é que seja definida uma pauta antes do início das ações do plano. “Temos convicção de que há como transformar a realidade de Porto Alegre, tornando-a uma das capitais mais seguras do Brasil”, salientou o prefeito.

Participaram do encontro o comandante-geral da Brigada Militar, coronel Andreis Silvio Dal’Lago; o chefe da Polícia Civil, delegado Emerson Wendt; o subcomandante de BM, coronel Mario Yukio Ikeda; o chefe do Estado-Maior da BM, coronel Julio Cesar Rocha Lopes; o comandante do Policiamento da Capital, tenente coronel Jefferson de Barros Jacques; o diretor do Departamento de Polícia Metropolitana, delegado Fábio Motta Lopes; e o diretor da Delegacia de Roubos do DEIC, delegado Joel Wagner.

Pela prefeitura, participaram o vice-prefeito, Gustavo Paim, o secretário municipal de Segurança, Kleber Senisse; a secretária-adjunta, Cláudia Crusius; o comandante da Guarda Municipal, Luiz Antônio Pithan; o presidente em exercício da Procempa, Michel Costa; o diretor presidente da EPTC, Marcelo Soletti de Oiveira; e os secretários municipais de Relações Institucionais, Kevin Krieger; de Infraestrutura e Mobilidade, Elizandro Sabino; e de Serviços Urbanos, Ramiro Rosário.

Prefeitura de Porto Alegre

Anúncios


Categorias:violencia urbana

Tags:, , , , , , ,

1 resposta

  1. “Temos no município uma estrutura tecnológica que o Estado tem deficiência e vamos disponibilizar todo essa aparato para dar respaldo à Polícia Civil, à Brigada Militar. Será com essa estrutura, que inclui cabeamento de fibra ótica, sistema de rádio digital, capacidade de coleta de dados e de informações, de relacionamento, envolvendo todas as áreas da administração municipal, seja Guarda Municipal, EPTC, Procempa, que iremos contribuir para vencermos juntos a violência, a criminalidade.” Claro, foi descoberta a América, a pólvora e a roda nessa reunião. Agora, uma piada de índio, a cores! Mais uma vez vamos pensar na necessidade real com ficção. Não adianta. Muda os artistas mas o baile é o mesmo.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: