Construtoras alegam falta de capital de giro e interrompem obras da Copa em Porto Alegre

obras-trincheira-anita

Obras da trincheira da Anita seguem inacabadas. Foto: Gilberto Simon – Porto Imagem

Três obras ainda remanescentes das promessas do ex-prefeito José Fortunati para a Copa do Mundo, que aconteceu há quase três anos, precisam de quase R$ 5 milhões da prefeitura para que sejam retomadas. Os recursos têm de sair do caixa único da administração municipal para que as construtoras responsáveis pelas passagens de nível da Avenida Ceará, Avenida Cristóvão Colombo e Avenida Anita Garibaldi possam prosseguir com os trabalhos.

A dívida, que não é paga desde o ano passado, refere-se aos reajustes dos contratos, entre outros pagamentos.

As construtoras alegam que estão descapitalizadas. Quando a prefeitura repassar os recursos atrasados, as empresas asseguram que poderão voltar a ter capital de giro para investir nas obras.

Políbio Braga

Anúncios


Categorias:Trincheiras / passagens de nível

Tags:,

4 respostas

  1. Ano passado comentei aqui no blog, em outra noticia sobre X obra estar sendo financiada pela prefeitura que era sssustadora aquantidade de obras “fianciadas” que a prefeitura de proto aelgre estava fazendo e que me assustava muito o dia em que a fatura chegaria, pois bem, agora chegou!

    Curtir

  2. Ta tranquilo, ta favorável.
    Foi assim com o governo federal, estadual e agora na prefeitura, e segue acontecendo em praticamente todo o Brasil, mas ainda tem quem defenda gastos absurdos sem controle e responsabilidade alguma.

    Curtir

    • Achoq 1ue nunca teve isso “ainda tem quem defenda gastos absurdos sem controle e responsabilidade alguma.”

      Curtir

  3. Porque vivemos os últimos anos ouvindo promessas, governos endividando o estado e município para se manterem “ativos” é que hoje, depois que “eles” saíram, aparece esses absurdos. Precisa ser auditado, como se aprovou o inicio de obras sem a devida previsão e chamar a responsabilidade quem autorizou. O que deveria ser feito: precisamos determinada obra: publique-se os editais; publique-se o vencedor; publique-se as contas e informações quanto aos valores e suas fontes. O dinheiro é do povo, porque não abrir essas contas com total transparência????

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: