Grande Porto Alegre poderá ganhar linha de aeromóvel interligando 5 cidades

Imagem: Trensurb

Imagem: Trensurb

Não, não é pegadinha.

Uma empresa chinesa está em negociações com o governo federal para criar uma linha interligando Porto Alegre, Alvorada, Viamão, Gravataí e Cachoeirinha.

As tratativas entre a China Railway Engineering Group e o Governo Federal estão recém no início mas a ideia é ser uma alternativa ao cancelamento do projeto do Metrô que foi por água abaixo nesta semana, com a suspensão de 1,7 bilhão de reais da União para o projeto.

O negócio envolveria a concessão da Trensurb para a empresa chinesa por 30 anos com a contrapartida da construção do aeromóvel.

Para mais informações, leia no Zero Hora, clicando aqui. (somente para assinantes)

Anúncios


Categorias:Aeromóvel

Tags:

37 respostas

  1. “O negócio envolveria a concessão da Trensurb para a empresa chinesa por 30 anos com a contrapartida da construção do aeromóvel.” Nessas condições, infelizmente não vai sair. O Trensurb hoje tem tarifa de R$ 1,70 e funciona bem sendo público. A tarifa vai subir para além dos R$ 3,00 fazendo essa concessão.

    Curtido por 1 pessoa

    • Prefiro pagar R$ 3,00 com mais linhas ferroviárias pela cidade do que pagar R$1,7 e ficar eternamente indo apenas de Porto Alegre à Novo Hamburgo.

      Curtir

    • Como os outros disseram, acho que esse subsídio do Trensurb é que não tá fazendo sentido. Não vejo como racionalizar um modelo onde você anda 40 quilômetros pagando R$ 1,70 e alguém que anda 5 quilômetros paga R$ 3,85 só porque pegou o modal “errado”. A passagem do trensurb não é reajustada desde 2008! Eu entendo que é necessário algum subsídio pra não ferrar quem mora longe, mas segurar uma tarifa por 9 anos a despeito de uma inflação de quase 80% no período é pedir pra bolha do custo estourar.

      Talvez a solução seja criar um modelo onde as viagens no trensurb ainda sejam subsidiadas, mas diminuir o subsídio gradualmente num período de dez anos. As viagens feitas nas linhas novas seriam mais caras, de maneira a compensar o capital investido.

      Enfim, é melhor do que não fazer nada.

      Curtir

      • Um subsídio que deve existir é a conservação e construção dos trilhos e estações. O IPVA das empresas de ônibus não paga nem de longe as vias que eles usam incluindo os corredores. Se a construção da rede rodoviária vem dos impostos de toda a população, não vejo o porque os trilhos deva sair do caixa do Trensurb apenas.

        Curtir

      • Uma pessoa que mora no centro vale muito mais a pena estudar na ulbra ou unisinos do que na puc.

        Curtir

  2. Bah, seria demais.
    E olha que os chineses não sabem brincar, tomara que de certo.

    Curtir

  3. Poderá ganhar…..Concessão, mais uma gambiarra, quem paga é o povo pobre.

    Curtir

  4. Bobagem. Alguém ainda acredita em aeromóvel?

    Curtir

    • Pra um estado e uma cidade que não tem dinheiro pra metrô, acredito sim. Deixa de ser negativo!

      Curtir

    • Acredita quem sabe que é uma ótima solução e que só não foi implementada porque o mentor é local (Oscar Koester) e “tudo que é bom precisa ser de fora” e porque o rodoviário mandou contra sempre, pelo medo da concorrência. A unidade montada frente a Usina do Gasômetro foi um exemplo pratico de que seria viável. Aquela linha, se tivéssemos um prolongamento em direção a zona Sul com uma bifurcação levando do Centro à PUC, seria excelente. Muito mais favorável, muito mais rápida a implantação e mais econômica.

      Curtir

      • O Pedro disse tudo.

        Sempre que é postado algo relativo ao aeromóvel vem algum espírito de porco com o papo de
        “aeromóvel é bobagem”, “se fosse bom já teria em outros países” e coisa do gênero, mas ninguém apresenta UM argumento ou estudo coerente sobre os motivos do modal não ser viável (isso se aplica também ao nosso “querido” ex-ministro Cloraldino Severo, que encerrou o financiamento ao projeto original sem nenhum estudo explicando o motivo, e até hoje apenas vocifera que era uma bobagem e algo inviável).

        Eu implantaria o aeromóvel como modal troncal e utilizaria os ônibus apenas em linhas alimentadoras, para percorrer pequenas distâncias (por se tratar de um modal mais sujeito a problemas de trânsito).

        Mas, enfim, aguardemos o desenrolar de mais este projeto do aeromóvel (a propósito, a que pé anda o projeto de Canoas?).

        Curtir

  5. Sinceramente…. Não acredito mais nessas noticias… Só ilusão! É metrô… É aeromóvel… É brt mas a realidade é o vicasa estragado no corredor da farrapos…. Não me passam mais esse cachorro.

    Curtir

  6. Meu medo é da infinidade de burocracias estatais com centenas de licenças que demora vários anos para liberar.

    Curtir

  7. Isto é bacana. Agora vejamos que a capital tem de ter suas demandas atendidas também, como suas linhas de metrô, modal que é mais do que necessário. Sei lá em paralelo do que vemos Floripa e Curitiba e na verdade em 100% das outras capitais brasileiras, tudo é feito primeiro no território da capital, afinal a capital é a cidade mais importante do estado ok, e depois estendido para a região metropolitana. Só em POA que a região metropolitana vem em primeiro lugar e vai se impondo. Estranho, no mínimo.

    Curtir

  8. só uma pergunta o Aeromovel de Canoas já está pronto ou esta sendo construido?

    Curtir

    • Estava em obras mas o novo prefeito mandou parar tudo!

      Curtir

      • Sério? Que merda…
        Mas ele apresentou algum motivo coerente para interromper as obras?

        Curtir

      • Deve ter mandado parar a obra para renegociar as propinas.

        Curtir

      • O prefeito disse que precisava de mais estudos e garantias.
        em resumo, as empresas de onibus estao patrocinando algo

        Curtir

      • As únicas obras que existiam (e ainda existem) na avenida Boqueirão (onde se situará a linha 1 do aeromovel) são a transferência dos postes de lus do canteiro central para as calçadas laterais e a construção de uma adutora. A via elevada do aeromóvel ainda não começou a ser construída e a licitação dela foi temporariamente suspensa para “revisão do contrato”, embora a Marcopollo já tenha começado a construir os veículos e os trilhos já se encontrem em Canoas.

        Curtir

    • O prefeito é do PTB e disse em campanha que não gostava do aeromovel, dai ele ganhou a eleição e deu no que deu. Não foi por falta de aviso: http://zh.clicrbs.com.br/rs/noticias/politica/noticia/2017/01/licitacao-para-construcao-de-estacoes-do-aeromovel-de-canoas-e-suspensa-9220440.html

      Curtir

      • A melhor parte neste link da ZH são os comentários de alguns comemorando a interrupção…

        É brabo.

        Curtir

      • Exato Vagner, moro em Canoas e vejo muitos desinformados que são contra a obra afirmando que esse dinheiro deveria ser gasto em educação, saúde e segurança, sem saber que o fundo para o aeromóvel é um empréstimo com a CAF, que se não for usado para o aeromóvel, deverá ser devolvido e provavelmente será usado para construir alguma linha ferroviária em outra cidade latino-americana. Só que Canoas já começou a usar esse dinheiro ao fazer o projeto executivo, o deslocamento da rede de energia do canteiro-central para as calçadas laterais e a construção de uma adutora. Fora que já temos os trilhos e os veículos já estão sendo construídos, então hoje, ou Canoas conclui o projeto ou vai ficar em divida com muitas instituições.

        Curtir

  9. Tomara que isso ocorra. E claro, aguardem a greve dos ferroviarios contra a privatização, demissões, e bla, bla, bla.

    Curtir

    • Privatizar virou sinonimo de coisa boa né, trensurb é publica barata e muito bom. Não devemso pedir privatizaçoes do que nao é necessario privatizar.
      Preocupe-se com a existencia da CESA, do IRGA etc..

      Curtir

  10. Quem iria gerenciar o aeromovel em Canoas,o trensurb a prefeitura ou ele seria privado,qual seria o custo da passagem?

    Curtir

    • Em Canoas o aeromóvel seria/será operado pelo vencedor da licitação do transporte público da Cidade, ou seja, a empresa ou consórcio que levar as linhas de ônibus da cidade inteira também operará o APM, com a mesma tarifa que os ônibus e integração tarifaria igual à atual, se pegar duas linhas com um intervalo de até 40 minutos paga apenas uma passagem.

      Curtir

  11. Chineses são tão rápidos que quando político levantar a bunda gorda da cadeira para pedir propina, uma rede inteira de aeromóveis já estará pronta.

    Curtir

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: