Meta é tratar 87% do esgoto na Região Metropolitana de Porto Alegre

São Leopoldo e Porto Alegre ao fundo, Região Metropolitana de Porto Alegre. Foto: Rogério Penna.

A Corsan pretende aumentar de 25% o índice de tratamento de esgoto na Região Metropolitana de Porto Alegre para 87,3% nos próximos 11 anos. Para tanto, é fundamental que a população esteja integrada no projeto e com esse objetivo, serão formados durante a Semana Estadual do Meio Ambiente, 3,3 mil estudantes da rede pública Embaixadores do Saneamento Básico.

A ação será desenvolvida na Fazenda Quinta da Estância e conta com apoio da Secretaria Estadual da Educação (Seduc). De 1 a 9 deste mês, alunos de escolas estaduais de Viamão, Gravataí, Cachoeirinha, Canoas, Alvorada, Sapucaia do Sul, Guaíba, Esteio e Eldorado passarão uma manhã ou tarde na Quinta da Estância. Ao final das atividades, todos os estudantes receberão certificado de Jovens Embaixadores do Saneamento Básico e cada turma levará para sua escola uma Bandeira do Saneamento Básico confeccionada por eles mesmos na qual constarão compromissos e ações para preservação do meio ambiente e melhoria no sistema de saneamento.

Affonso Ritter

Anúncios


Categorias:Despoluição do Guaíba, Meio Ambiente, poluição no Guaíba

Tags:, , ,

4 respostas

  1. Só espero que não façam igual foi na cidade de São Leopoldo, que Recebeu verba do Governo federal, via PAC para fazer uma estação de tratamento, fez a estação junto ao bairro mais populoso, que não tinha saneamento e até hoje, passados anos da inauguração da usina de tratamento de esgoto, a usina não trata nada por que a prefeitura, cidadãos e governo federal não querem pagar a ligação do esgoto das casas á rede de tratamento.

    Curtir

  2. Tratamento de 87% de esgoto em toda a região metropolitana é uma boa meta e fundamental para a saúde de toda a população, o que reduz os custos do sistema de saúde.

    Agora, 11 anos é muito tempo…

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: