Uma imagem: centro, do alto

Uma imagem que fiz hoje, 22 de junho, por volta das 14h, do 14º andar do Edifício Intendente José Montaury, da Prefeitura de Porto Alegre.

Entre outras coisas, podemos notar dois extremos: o seguimento da obra do Edifício Guaspari, que inaugura em agosto, com moderna loja LEBES, totalmente renovado, com cafeteria, restaurante e sua fachada original e um pouco mais ao fundo, o “ESQUELETO”, com seus 60 anos, sempre intocável, inerte, do mesmo jeito que em 1957.

De qualquer forma, uma bela vista.

Anúncios


Categorias:Fotografia

Tags:, ,

5 respostas

  1. De tempos passados….
    Lembro-me de uma tarde chuvosa olhando pela janela, mais ou menos dessa posição, os camelôs que ocupavam o espaço em frente ao Chalé da Praça. As lonas amarelas sustentadas por um emaranhado de cordas que cruzavam sobre as cabeças das pessoas… o balé dos guarda chuvas… o barulho dos veículos deslizando no asfalto molhado… o terminal mercado recém inaugurado…
    E já que o momento é mais reflexivo, segue trecho de uma música que me lembra este dia.

    Chove na tarde fria de Porto Alegre
    Trago sozinho o verde do chimarrão
    Olho o cotidiano, sei que vou embora
    Nunca mais, nunca mais.

    Chega em ondas a música da cidade
    Também eu me transformo numa canção
    Ares de milonga vão e me carregam
    Por aí, por aí.

    Sobrevôo os telhados da Bela Vista
    Na Chácara das Pedras vou me perder
    Noites no Rio Branco, tardes no Bom Fim
    Nunca mais, nunca mais.

    O trânsito em transe intenso antecipa a noite
    Riscando estrelas no bronze do temporal
    Ares de milonga vão e me carregam
    Por aí, por aí.

    O tango dos guarda-chuvas na Praça XV
    Confere elegância ao passo da multidão
    Triste lambe-lambe, aquém e além do tempo
    Nunca mais, nunca mais.

    Do alto da torre a água do rio é limpa
    Guaíba deserto, barcos que não estão
    Ares de milonga vão e me carregam
    Por aí, por aí.

    Ruas molhadas, ruas da flor lilás
    Ruas de um anarquista noturno
    Ruas do Armando, ruas do Quintana
    Nunca mais, nunca mais.

    Do Alto da Bronze eu vou pra Cidade Baixa
    Depois as estradas, praias e morros
    Ares de milonga vão e me carregam
    Por aí, por aí.

    Vaga visão viajo e antevejo a inveja
    De quem descobrir a forma com que me fui
    Ares de milonga sobre Porto Alegre
    Nada mais, nada mais.

    (Ramilonga, Vitor Ramil)

    Curtir

  2. Uma coisa não podemos reclamar do governo Fortunati, ele deu uma boa melhorada no centro.
    Não como eu gostaria, mas foi um avanço.
    Agora o que me espanta, é que se tu tirar esse esqueleto e aquele prédio podre ao lado, mudaria completamente a área, ficaria muito melhor, algo digno.

    É triste ver essa situação.

    Curtir

    • Concordo que a gestão Fortunati deu uma ajeitadinha no centro, mas pro final já tava ficando meio bagunçado novamente. E agora piorou. Não tem esquina que não tenha uma quitanda, um brechó ou um bazar a céu aberto dificultando ou até mesmo impedindo a livre circulação das pessoas. Em muitos pontos a rampa pra pessoas com necessidades especiais é simplesmente bloqueada. A Rua dos Andradas virou um Saara. Da mesma forma que a questão do trânsito abordada no post anterior, aqui também falta controle e fiscalização. Tá complicado viver em Porto Alegre.

      Curtir

  3. sou de São Paulo, mas adoro esse esqueleto. emblemático

    Curtir

  4. O centro de porto alegre continua sendo horroroso, decadente, decrépito, sujo, mal lavado. Esses edifícios não vêem uma tinta há décadas, além de terem uma arquitetura horrível. Descendo na rua, o cenário é digno do seriado walking dead. Tem gente andando na rua que parece ter morrido há muito tempo. É de apavorar. O pólo dinâmico da cidade (se existe algum) saiu de lá há décadas e nada está sendo feito para reverter a decadência. Os primeiros passos para melhorar seriam reformar o cais do porto e reformar o mercado público. Organizar aqueles ônibus todos que passam vazios pelo centro seriam o próximo passo. Organizar o trânsito, criar mais ruas para pedestres, acabar com estacionamento na rua… a lista é longa.

    Curtir

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: