Prefeitura de Porto Alegre extingue segunda passagem gratuita de ônibus, exceto para estudantes

Medida entra em vigor em 30 dias

Foto: Gilberto Simon

A prefeitura de Porto Alegre vai passar a cobrar pela segunda passagem nas integrações com o cartão de bilhetagem eletrônica TRI, isenta desde fevereiro de 2011 para quem pega duas linhas de ônibus diferentes em um intervalo de até meia hora.

Um decreto assinado pelo prefeito Nelson Marchezan Jr., nesta quinta-feira, estabelece que, em 30 dias, o valor da segunda viagem passe a ser de R$ 2,02, metade da tarifa atual – que é de R$ 4,05.

A justificativa da Prefeitura é buscar um impacto menor em reajustes futuros da passagem de ônibus. A regra vai valer para quem utiliza vale-transporte e passe antecipado. Os usuários da passagem escolar vão continuar com isenção de 100% na segunda passagem.

O limite de uso também passa a ser de três integrações por dia. Quem precisar mais deve procurar a EPTC e comprovar o motivo, o que demanda análise caso a caso.

Segundo a Prefeitura, a isenção representa R$ 0,51 (13%) de cada passagem paga. A Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) estima que, de cada cem usuários, 13 utilizem a segunda passagem grátis em Porto Alegre.

Além do decreto publicado hoje, a Prefeitura já enviou à Câmara de Vereadores seis projetos que reduzem isenções. Entre eles, um restringe a concessão da passagem escolar a quem comprovar até três salários mínimos de renda mensal. Não há prazo para que os projetos sejam votados em plenário.

Regras para utilização da isenção tarifária da segunda viagem: 

– Pagamento de tarifa na primeira linha
– Passagem pela roleta na segunda linha em até 30 minutos, contados do desembarque do primeiro ônibus
– Integração realizada em linha diferente da utilizada na primeira viagem
– Integração visando, unicamente, à complementação do deslocamento a um destino final único
– Limitação do uso do beneficio em três integrações diárias. Caso necessite ultrapassar o descrito, o usuário pode solicitar alteração para o caso específico, mediante comprovação e autorização da EPTC.

Rádio Guaíba

Anúncios


Categorias:onibus

Tags:, , ,

11 respostas

  1. A solução pro nosso povo eu vou dar,
    negócio bom assim ninguém nunca viu…

    Curtir

  2. Quem votou nesse vigarista para prefeito que se explique, eu não tenho nada com isso.

    Curtir

  3. Ha alguns anos atrás Porto Alegre era modelo nacional em transporte público e a Carris uma empresa premiada neste quesito (pelo que lembro, ganhou prêmios de melhor empresa no setor no país mais de uma vez…).
    E agora isso – começa a se estudar alternativas para manter a viabilidade de um sistema outrora de referência…
    Podemos até traçar um paralelo com o caso da empresa de Correios e Telégrafos – de instituição icone em confiança e desempenho para a total anarquia (no mal sentido da palavra) e incompetência.

    Nos dois casos, não houve problema com a demanda dos serviços por parte da clientela – os clientes aí estão. O mercado destes setores não está em crise, uma vez que clientes sempre vão existir a ponto de manter a viabilidade destes serviços.
    Qual será então o problema?

    Para mim, sem dúvidas, passa pela má gestão e pela corrupção (de entes públicos e privados) engajados neste sistema.
    Os políticos deste país estão acabando com ele…

    Mas, sou apenas um observador…

    Curtir

  4. Para mim o sistema de transporte público no Brasil está falido e ruim. Quem manda é o estado falido e quem paga é nós os coitados dos trabalhadores. UBERBUS já.

    Curtir

  5. desculpem quem votou neste prefeito ,na minha opinião é a pá de cal na administração dele,tá asfaltando a volta do PT ou quiça PSOL para a prefeitura ou qualquer aventureiro,se eu pudesse caia fora desta cidade.

    Curtir

  6. O país está quebrado é só tiram direito de pobre. Temer quer acabar com o abono do PIS, empobrecer mais ainda o trabalhador, Marchezan ataca usuário de ônibus, enquanto juíz bem remunerado recebe auxílio moradia. Dilma quando estava no governo atacou o seguro desemprego, apesar de ter desempregado 14 milhões, tirou direitos dos cidadãos. Governo existe para proteger os mais necessitados. Mas não no Brasil.

    Curtir

  7. E no frigir voltamos a velha armação: pobre, estudante e idoso só é lembrado naquele momento que cada cabeça equivale a um voto: depois da eleição:-simples, corta-se a cabeça!!!

    Curtir

  8. Na cabeça dos administradores do sistema de transporte público isso vai aumentar a arrecadação e ajudar o sistema. Na prática vai fazer com que dependendo do caso seja mais barato usar Uber do que usar ônibus. O sistema de transporte público caminha rapidamente para a falência

    Curtir

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: