Projeto transforma parte da Praça Lagos em Área de Preservação Permanente

Área de cerca de 30m² (em amarelo) seria transformada em APP

Está em tramitação, na Câmara Municipal de Porto Alegre, o projeto do vereador André Carús (PMDB) que declara como Área de Preservação Permanente (APP) parcela da Praça Lagos, proveniente do loteamento Vila Esplanada do Espírito Santo. A área total da praça, com 18.607 metros quadrados, pertence à Prefeitura (matrícula nº 9.764 do Registro de Imóveis da 3ª Zona, cadastrada com o nº 180/3) e tem seus limites no final da Rua Antônio Josephino Perrone e na Rua Osmar Meletti. Carús observa que a Praça Lagos é urbanizada desde 1985, existindo mata densa no trecho próximo ao final da Rua Antônio Josephino Perrone e uma nascente onde se inicia um curso de água.

Segundo o vereador, a criação e a manutenção das APPs em meio urbano possibilitam a valorização da paisagem construída, acrescentando valor ecológico, paisagístico e turístico. Ainda, afirma Carús, previnem o descarte irregular de resíduos e estimulam a ocupação dos espaços pela população local para fins sociais e educativos, permitindo que as pessoas mantenham contato com os elementos da natureza e proporcionando uma maior qualidade de vida às populações urbanas. “Nesse sentindo, os aspectos mencionados são exaltados pelos moradores da região, que buscam, por meio do Legislativo Municipal, a alternativa para que a área da Praça Lagos de aproximadamente 30 metros quadrados localizada entre o final da Rua Antônio Josephino Perrone e a Rua Osmar Meletti torne-se uma APP, com o intuito de fomentar a educação ambiental, promover a preservação da fauna e da flora, preservar a paisagem, a estabilidade geológica e a biodiversidade, proteger o solo e assegurar o bem-estar das populações humanas.”

Segundo Carús, o local encontra-se abandonado pelo Executivo Municipal, tornando-se um foco de descarte de lixo. “Os bancos da praça e as mesas com jogos de xadrez estão desgastados, o que impossibilita as pessoas de utilizarem os espaços.”

Texto: Carlos Scomazzon (reg. prof. 7400) / Edição: Claudete Barcellos (reg. prof. 6481)

Câmara Municipal de Porto Alegre

Anúncios


Categorias:Meio Ambiente

Tags:, , ,

2 respostas

  1. isso quer dizer que podemos construir predios no restante? qual objetivo desse projeto?

    Curtir

  2. Se os parques fossem estreitos, como corredores verdes pela cidade, poderiam abranger mais residencias.. Infelizmente eles são quadrados, deixando sempre esses miolos inocupáveis no meio que só servem pra assaltos.

    Curtir

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: