Prefeitura lança editais para bares e restaurante na orla do Guaíba

restaurante-circular-orla

Restaurante é um dos espaços que podem ser locados / Joel Vargas / PMPA Porto Alegre, RS – 15/02/2018 Acompanhamento das obras da orla do Guaíba Foto: Joel Vargas/PMPA

A prefeitura de Porto Alegre publicou, nesta sexta-feira, 23/02, os editais para selecionar os permissionários que poderão atuar nos quatro bares e no restaurante panorâmico que integram o Parque Urbano da orla do Guaíba.

A obra da revitalização da orla do Guaíba já sofreu diversos atrasos, ela está mais de 90% concluída e deve ser finalizada ainda no primeiro semestre, é a última promessa da prefeitura. Inicialmente orçada em R$ 60 milhões, os custos do projeto já passaram de R$ 70 milhões.

No caso da seleção das propostas para os permissionários que pretendem explorar os espaços comerciais serão realizados pregões eletrônicos, nos dias 22 e 23 de março.

Conforme o secretário municipal de Parcerias Estratégicas, Bruno Vanuzzi, os contratos terão vigência de 24 meses, prorrogáveis. “Após a assinatura da permissão de uso, os vencedores terão 60 dias para iniciar a operação, respeitando todos os critérios definidos na licitação, que consideram um padrão de entrega de serviços à população naquela que se torna uma área ainda mais nobre com o projeto de revitalização”, acredita Vanuzzi.

O restaurante panorâmico, área considerada mais nobre para exploração comercial, avança a margem do Guaíba e tem 282 metros quadrados de área interna, instalado junto ao ancoradouro para embarcações turísticas. O vencedor da licitação poderá optar pela inclusão da área externa de 223 metros quadrados contígua ao restaurante na permissão de uso.

Os quatro espaços comerciais destinados a bares têm cerca de 190 metros quadrados de área interna cada um, incluindo área de atendimento, sanitários, depósitos e cerca de 400 metros quadrados de área externa. As quatro lojas são destinadas exclusivamente a serviços de alimentação e bebidas, como bar, café, lancheria, pizzaria sem forno a lenha, confeitaria, restaurante e sorveteria.

Segunda a prefeitura, todas as estruturas já possuem as instalações hidrossanitárias, elétricas, de gás natural e de climatização, além de acessórios como ar-condicionado, coifa e lâmpadas. Os operadores serão responsáveis pela instalação dos demais equipamentos e mobiliários necessários ao funcionamento dos negócios, que poderão ser retirados ao final do contrato.

O julgamento das propostas será pelo critério de maior valor de outorga inicial, cujo lance mínimo corresponde a dois meses de aluguel (permissão de uso). Os aluguéis estão fixados no edital, definidos a partir de análise da Divisão de Avaliação de Imóveis da Secretaria Municipal da Fazenda.

Os editais estão disponíveis no Portal de Compras Públicas, conforme os links abaixo:

– Loja Bar 1
– Loja Bar 2
– Loja Bar 3
– Loja Bar 4
– Restaurante Panorâmico

Veja a tabela com os valores mínimos mensais para locação dos espaços:

tabela

Anúncios


Categorias:Projeto de Revitalização da Orla

Tags:, ,

2 respostas

  1. Enquanto a PMPA não pagar tudo o que deve às construtoras, elas não vão entregar a obra. Por isso estão segurando algo que era pra ser entregue há meio ano. Sem grana, sem entrega.

    Curtir

  2. Os alugueis estao com preços compatíveis com o mercado. Acho que agora vai.

    Curtir

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: