Orla Moacyr Scliar é entregue à população de Porto Alegre

imagem184402

Cerimônia foi realizada na manhã desta sexta-feira   Foto: Cesar Lopes \ PMPA

A prefeitura de Porto Alegre entregou nesta sexta-feira, 29, o Trecho 1 do Parque Urbano da Orla do Lago Guaíba. Projetado pelo arquiteto Jaime Lerner, autor de inúmeras obras com reconhecimento internacional e um dos cinco urbanistas mais influentes do século 20, a nova área de lazer e contemplação dos porto-alegrenses tem 1,3 quilômetros e fica entre a Usina do Gasômetro e a Rótula das Cuias. Batizada de Orla Moacyr Scliar, conta com ciclovia e passeio público, mirantes, quadras esportivas, ancoradouro para barcos de passeios turísticos, quatro bares e um restaurante panorâmico. Orçada em R$ 71 milhões, a obra foi executada com recursos do CAF (Banco de Desenvolvimento da América Latina).

O prefeito Nelson Marchezan Júnior afirmou que é preciso usufruir e socializar a orla do lago. “Esse é um projeto que vai mudar, vai melhorar a forma como os porto-alegrenses se relacionam com o Guaíba. Esta não é uma obra para um prefeito ou um sindicato. É uma obra para toda a população da cidade usufruir com conforto, segurança e infraestrutura”, destacou. Para o vice-prefeito Gustavo Paim, este projeto vai restabelecer a relação do cidadão com a região. “É o início da mudança da cara de Porto Alegre e da relação do porto-alegrense com o seu cartão postal que é o pôr do sol do Guaíba”, disse.

O ex-prefeito José Fortunati, que estava à frente da prefeitura no início das obras, destacou a importância da continuidade dos projetos para que a população seja beneficiada sempre. “Entregamos hoje para os moradores de Porto Alegre um filho. Um filho com muitos pais, mães, muita gente que trabalhou para que este projeto acontecesse”, lembrou Fortunati. O diretor representante do CAF no Brasil, Jaime Holguín, destacou a importância da parceria com o município. “É uma alegria estar presente numa parceria de uma obra que vai melhorar a qualidade de vida das pessoas e da cidade”, ressaltou Holguín.

O espaço inaugurado hoje conta com posto permanente da Guarda Municipal e cobertura de 39 câmeras de videomonitoramento. Uma das atrações é a iluminação especial, que proporcionará a visitação noturna. Para isso, foram instalados 47 postes inclinados e um piso iluminado por pontos de luz. A Orla Moacyr Scliar também terá espaço para moradores e turistas aproveitarem a gastronomia local. No local funcionarão quatro bares e um restaurante panorâmico que serão operados por permissionários selecionados por meio de licitações públicas.

imagem184389

Marchezan destacou que essa é uma obra para toda a cidade   Foto: Cesar Lopes / PMPA

Também participaram da cerimônia secretários municipais, vereadores, deputados estaduais, representantes do governo do Estado, de entidades públicas e privadas, polícias, marinha, consulados, ex-gestores municipais e servidores.

Na última terça-feira, 26, foi assinado o termo de permissão de uso do bar 1 e do restaurante panorâmico. A previsão de abertura é de 60 dias. Enquanto isso, e já neste fim de semana, food trucks estarão distribuídos ao longo do trecho para atender ao público. Instalado junto ao ancoradouro para embarcações turísticas, o restaurante conta com sanitários acessíveis – masculinos e femininos -, vestiários para funcionários, balcão de atendimento ao público, área de preparo de alimentos e salão panorâmico. Os bares 2, 3 e 4 estão em processo de licitação e contam em suas áreas internas com espaço gastronômico, balcão de atendimento, salão para o público, sanitários, vestiários e depósitos. As áreas externas estão voltadas para o Guaíba e possuem piso de concreto.

Adoção do parque

Atualmente, a gestão do parque é de responsabilidade da Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Smams), que trabalha com equipes próprias na limpeza, recolhimento de lixo, manejo da arborização e jardinagem. O recolhimento de lixo ciliar e limpeza dos banheiros serão realizados pelo Departamento Municipal de Limpeza Urbana (DMLU).

No entanto, a proposta é que a área seja adotada. A Smams recebeu uma proposta que está sendo analisada. Se aprovado, o adotante será conhecido em até 30 dias. A adoção poderá contemplar, além do Trecho 1, outras áreas no entorno, como os canteiros centrais da avenida Edvaldo Pereira Paiva, rótulas de trânsito e parte do parque ainda não revitalizado. Em contrapartida, o adotante poderá instalar conjunto de placas de sinalização visual, de natureza institucional, sem exploração comercial, respeitando a legislação e mediante análise da secretaria. O prazo previsto para a adoção é de 12 meses, que poderá ser prorrogado por igual período.

Portal da Prefeitura de Porto Alegre

________________________________

Assim que o tempo melhorar, o Blog estará lá para fotografar, desta vez com a presença do público (finalmente).

Algumas fotos retiradas do Instagram de amigos fotógrafos:

Foto com arte by Zero Hora:

orla2



Categorias:Projeto de Revitalização da Orla

Tags:,

4 respostas

  1. seria interessante o empenho da prefeitura para melhorar outras areas da cidade que em alguns lugares parece Cabul de tanta buraqueira na rua,sera que o tarifaço no IPTU é para bancar a Orla e o resto que se dane.

    Curtir

  2. Ja nao era sem tempo!
    Essa orla reformada, somada ao centro de eventos proximo ao beira rio farão porto alegre ter chances de competir com outras capitais para congressos, salões de automoveis e outros eventos corporativos os quais POA normalmente nao tem por nao ter atrativos turisticos diferenciados

    Curtir

  3. De fato uma grande conquista para a cidade receber esta primeira fase de revitalização da orla do Guaíba, feita através de um urbanismo mais elaborado, finalmente! Méritos sejam dados ao ex-prefeito (gostem ou não) FORTUNATTI, que enfrentou ventos contrários produzidos por gente murrinha metida a ambientalista e o furacão IAB, o tal instituto dos arquitetitos local, que de modo protecionista de mercado não queria ver um projeto de urbanistas de fora mostrando que quando se tem talento e competência no redesenho do espaço público, mesmo se estes estiverem detonados e forem repugnantes, podem ser transformados em verdadeiros oásis urbanos para o usufruto da população. E aí tá! Que então o cidadão porto-alegrense saiba usar sem abusar desse espaço lindo e tenha a atitude correta de valorizar o presente que recebeu, isto após árdua luta.

    Curtir

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: