Prefeitura esclarece sobre a lei dos táxis

Nota de Esclarecimento
14/07/2018 19:31:39

O projeto de lei de modernização dos serviços de táxi, enviado à Câmara pelo Executivo em julho de 2017, ampliou o rol de antecedentes impeditivos para o exercício da função de taxista a fim de proporcionar mais segurança aos usuários.

Pelo projeto da prefeitura, pessoas com antecedentes de lesão corporal, posse e comercialização de armas de fogo e munição e violência doméstica e familiar contra a mulher (lei Maria da Penha) não poderiam ser taxistas.

A emenda 21, de autoria do vereador Clàudio Janta, alterou a proposta do Executivo. Retirou da lista os três crimes acima referidos, permitindo que cidadãos com esses antecedentes possam ter a autorização.

O prefeito Nelson Marchezan Júnior vetou a emenda para manter a proposta inicial, com mais segurança aos usuários, mas a maioria dos vereadores derrubou o veto e, consequentemente, retirou esses crimes da lista de antecedentes impeditivos para motoristas de táxis.

LEIA TAMBÉM:

Veto parcial do prefeito à Lei Geral dos Táxis é derrubado

___________________

Nota do Blog:  ou seja, teremos (continuaremos a ter) marginais sendo motoristas de táxi.



Categorias:Outros assuntos, taxis

Tags:,

4 respostas

  1. nao muda nada, bandidos continuarao a dirigir taxis e os bons motoristas pagarão o preço por isso

    Curtir

  2. Esses tomatinhos cacarecos, por favor! Meu, essa frota de táxi de POA é piada né. Os caras podem comprar os carros com desconto generoso do governo para tal função e botam essas porcariazinhas para rodar. Cidades do interior da nossa região Sul, pequenas mesmo, têm taxistas rodando com carros muito melhores do que esses da tar capitá gaudéria. Depois se põem a reclamar dos aplicativos. Dá licença!

    Curtir

  3. Só para relembrar foi o Uber que adotou a Orla,se o pessoal dos taxis continuarem a tentar inviabillizar este sistema podem dizer adeus a nova orla vai ser grana jogada no ralo;

    Curtir

  4. Uma pena! Bem, mais uma razão para as pessoas usarem Uber e Lyft.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: