Refugiados venezuelanos desembarcaram em Porto Alegre nesta terça

SMDSE - Acolhida ao Grupo de Venezuelanos em Porto Alegre

70 permanecerão em Porto Alegre na sede da instituição Aldeias Infantis SOS  Foto: Luis Adriano Madruga / FASC / PMPA

Desembarcaram na tarde desta terça-feira, 25, na Capital, 140 refugiados da Venezuela, pelo programa de interiorização do governo federal. Destes, 70 permanecerão em Porto Alegre na sede da instituição Aldeias Infantis SOS. Os demais serão abrigados pelos municípios de Canoas, Cachoeirinha e Esteio. Nesta quarta-feira, 26, uma equipe formada por técnicos da Fundação de Assistência e Cidadania (Fasc) e da secretaria municipal da Saúde começam a fazer o cadastro das famílias e o diagnóstico das necessidades.

Com apoio do Exército, os venezuelanos foram levados para a instituição no bairro Sarandi, onde foi montado um  receptivo. Cansaço e alegria estavam em cada rosto. Yoendry, 27 anos, está há oito meses no Brasil e trouxe dois filhos com ela, mas o terceiro ficou na Venezuela. “ Quero trabalhar, trabalhar, para ajudar minha família que ainda está lá”, disse emocionada. Juan Jhcanluss Jose, 31 anos, chegou há três meses em Boa Vista.  “Vim buscar um futuro melhor para meu filho que não consegui trazer para o Brasil, Vou trabalhar e voltar com melhor condição de vida para ele”,  disse.

A secretária municipal de Desenvolvimento Social e Esporte, Denise Russo, a secretária-adjunta municipal da Educação, Ivana Genro Flores e o presidente da Fasc, Joel Lovatto, receberam o grupo, acompanhados do ministro do Desenvolvimento Social, Alberto Beltrame.

A secretária Denise Russo, deu boas vindas ao grupo. “Porto Alegre cumpre seu papel cidadão ao participar da ajuda humanitária. Vamos fazer todos os encaminhamentos que vocês precisam para integrar a rede de assistência, saúde, educação e trabalho. Vamos ajudar vocês a iniciarem uma nova caminhada”, afirmou.

O ministro Alberto Beltrame destacou que foi possível atingir a meta de interiorizar 2 mil venezuelanos. “Agradecemos imensamente à entidade Aldeias SOS, prefeitura de Porto Alegre e ao povo gaúcho. Eu sou daqui e me sinto orgulhoso com esta solidariedade”,disse.

O sub-gestor Nacional da Aldeias Infantis SOS, Sérgio Marques, salientou que a entidade já acolheu 480 venezuelanos em oito estados brasileiros. ” Esta é sua nova moradia”, disse ao grupo. Sérgio falou ainda que a unidade de Porto Alegre foi a primeira do Brasil e está completando 51 anos .

Prefeitura de Porto Alegre



Categorias:Outros assuntos

Tags:, ,

4 respostas

  1. Deviam ser instalados nos diretórios do PT, PSOL, PCO, PSTU, ou na casa dos políticos e militantes desses partidos.

    Curtir

  2. Ou voce é contra os refugiados venezuelanos ou voce é contra o comunismo de maduro, os dois nao da!

    Curtir

  3. virou casa da mãe Joana pqp

    Curtir

  4. Bem vindos venezuelanos que estão fugindo de um horror instalado naquele pais com o apoio de politicos brasileiros e atuais candidatos nestas eleições que defendem o totalitarismo e ditaduras desde que sejam left.

    Curtir

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: