O que vem aí na nova rodoviária

rodoviaria-poa

Foto: Gilberto Simon

Transporte. Daer inicia processo de licitação do terminal com abertura de consulta pública sobre a concessão

A rodoviária de Porto Alegre, como conhecemos, está com os seus dias contados. O processo de concessão do terminal foi iniciado pelo Daer (Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem) por meio de uma consulta pública sobre o tema.

No site http://www.daer.rs.gov. br estão disponíveis os estudos de viabilidade, o plano de investimentos e as minutas do edital e do contrato. Por meio da análise dos documentos, é possível ter uma ideia de algumas mudanças que serão implementadas no terminal. As sugestões podem ser enviadas durante 30 dias pelo e-mail: consultarodoviaria@ daer.rs.gov.br

Entre as novidades estão a instalação de telões, similares aos de aeroportos, com horários de chegada e partida dos ônibus. As passagens passarão a contar com um código de barras ou um QR Code. O acesso às plataformas de embarque será permitido somente para quem tiver adquirido um bilhete para viagem. Atualmente, o trânsito na área é livre.

A estrutura das chegadas e partidas dos ônibus também será modificada e terá um modelo similar ao dos aeroportos. O embarque será realizado no andar superior, enquanto o desembarque continuará a ser feito no térreo.

rodo1

Primeira licitação

A rodoviária de Porto Alegre é administrada desde 1954 pela Veppo. A empresa nunca precisou de um edital para ter a concessão do espaço. O primeiro contrato tinha validade de 20 anos. Em 1969, houve uma alteração no tipo de concessão e, com o novo acordo, a Veppo se comprometeu a construir um novo prédio para abrigar o terminal, inaugurado em 1970, onde se encontra até hoje.

Após o término deste segundo acordo, foram assinados dois aditivos de prorrogação de contrato. Desde 2016, a Veppo atua por meio de um termo de prestação de serviços, o que faz que este seja o primeiro processo licitatório da história da rodoviária.

rodo2

No atual modelo, a Veppo detém os direitos de comercializar passagens intermunicipais e trabalhar com despacho de encomendas. A empresa fica com 11% do valor das passagens e 15% do valor dos despachos de encomendas, além de receber repasses das tarifas de embarque.

Desde 2014, o Tribunal de Contas do Estado aponta irregularidades no contrato do estado com a Veppo e faz pressão para que o Daer regularize a situação.

O futuro edital da concessão deverá ser divulgado no segundo semestre. O governo do RS estipulou prazo de concessão de 25 anos, com previsão de investimentos de R$ 76 milhões. Desse montante, 70% devem ser executados nos primeiros três anos de operação.

Estima-se que a estação rodoviária recebe um público de 20 mil pessoa por dia, em média. Ao todo, são 800 linhas de ônibus. A estrutura de 32 mil m2 conta com 16,7 mil m2 de área construída, com 61 plataformas de embarque e desembarque para viagens intermunicipais e 11 plataformas compartilhadas para o embarque e desembarque de viagens internacionais.

Jornal Metro Porto Alegre – 08/04/2019

 



Categorias:Meios de Transporte / Trânsito, Outros assuntos, Rodoviária de Porto Alegre

Tags:,

8 respostas

  1. 20 mil pessoa por dia X 3 REAIS ======== 60 MIL AO DIA XXXX 30 DIAS 1.800.000,00 UM MILHÃO E OITOCENTOS MIL REAIS POR BAIXO EU CALCULO 5.000.000 MILHÕES QUE A VEPO LEVA POR MES 9 REAIS X 20 MIL PESSOAS POR DIA 5.400.00 MILHÕES !!!!!!!!!!!!!!!!!

    Curtir

  2. 11% é uma famosa “teta”. Ainda se levar em consideração o estado da atual rodoviária. Será que não tem valor financeiro suficiente para fazer um projeto mais robusto? Tipo prevendo a construção de uma trincheira entre a saída do Viaduto da Conceição e a Castelo Branco?

    Curtir

  3. Tomara que vá para frente.
    Tinham que ver a taxa de compra on-line, acho que paguei 4 reais a da Unesul na última vez. Ainda precisa entrar numa fila para trocar o voucher pela passagem. Ir direto ao ônibus com o qrcode na tela do celular facilita muito.
    O formato da nossa rodoviária é um pouco complicado para impedir o acesso a área de embarque, mas é uma boa, tem muitos ladrões, pedintes e gente que leva 10 pessoas da família até a porta do ônibus.
    Poderiam colocar seguranças e impedir os camelôs e vendedores de cigarros e demais porcarias que ficam na parada de ônibus e na saida do trem.

    Curtir

  4. Só acredito vendo o Contrato com o novo concessionário. Me engasguei com os 11% que a Veppo ganha em cada passagem vendida. Ganha R$ 11,00 em cada R$ 100,00 vendidos. ESTELIONATO!!!

    Curtir

    • EU CALCULO 5.000.000 MILHÕES QUE A VEPO LEVA POR MES 9 REAIS X 20 MIL PESSOAS POR DIA 5.400.00 MILHÕES !!!!!!!!!!!!!!!!!

      Curtir

  5. Espero que deem um jeito naquele site lixo que existe hoje tbm. O amadorismo daquilo é espantoso.

    Curtir

  6. Espera-se o êxito desse processo para que a rodoviária da capital gaúcha seja devidamente reconfigurada e modernizada, o que vai agregar bastante para a imagem da cidade e claro brindar os usuários com conforto, que bem merecem.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: