Apreensão na rodoviária: lojistas pedem mais tempo

Concessão. Permissionários do local dizem que não há um período de transição e que serão despejados ‘da noite para o dia’

rodoviaria-poa

Estação rodoviária de Porto Alegre passará por licitação para ser revitalizada | EVANDRO LEAL/AGÊNCIA FREELANCER

Uma reunião discutiu ontem, na Assembleia Legislativa, a concessão da rodoviária de Porto Alegre. A sessão reuniu permissionários, representantes do governo estadual e deputados estaduais da Comissão Especial de Segurança e Serviços Públicos.

Durante o encontro, questões como o tempo para a consulta pública, estipulado em 30 dias, e a falta de um período para que os atuais permissionários possam fazer a transição foram algumas das críticas feitas pelos administradores das lojas existentes na rodoviária à proposta do governo, como relata o comerciante Cassio Jesus. “Somos pessoas que trabalham lá há 20, 25 anos. São pequenos negócios em que a família inteira trabalha e vamos ser despejados da noite para o dia. Então, a gente queria um período de transição. Isso não está sendo contemplado.”

O deputado estadual Sebastião Melo (MDB), que propôs a reunião, faz a mesma crítica. Ele citou ainda os objetivos do encontro. “É preciso ter um entorno melhor, uma mobilidade melhor, um diálogo com a rede hoteleira, com os taxistas, com quem faz aplicativo e também com os permissionários.”

Para o diretor de Transportes Rodoviários do Daer, Lauro Roberto Lindemann Hagemann, a reunião é o primeiro passo para que o governo tenha conhecimento da opinião das pessoas sobre a proposta. Ele não descarta que o projeto passe por mudanças, inclusive a ampliação do prazo para a consulta pública. “O Executivo fixou um prazo que entendeu razoável. Mas, pelo que a gente está colhendo aqui, as pessoas têm necessidade de se aprofundar. Isso é plenamente justificável.”

Na segunda-feira, no auditório do Daer, em Porto Alegre, ocorrerá uma audiência pública com duração de três horas, a partir das 14h30. Durante o encontro haverá espaço para manifestações e questionamentos por escrito e ao microfone, mediante inscrição e cadastro prévio. As sugestões podem ou não alterar o conteúdo final. O documento final será encaminhado aos órgãos competentes para que seja publicado o edital de licitação.

A concessão da rodoviária integra o primeiro lote de concessões do programa RS Parcerias, lançado em março deste ano. O investimento para a qualificação da estação será de R$ 76,7 milhões.

Jornal Metro Porto Alegre – 26/04/2019



Categorias:Outros assuntos, Rodoviária de Porto Alegre

1 resposta

  1. Os logistas por lá reclamam sempre das péssimas condições estruturais. Creio que acréscimo de qualidade ande junto com aluguel maior, não? Do contrario se abstenha de queixa

    Curtir

Deixe uma resposta para Lize Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: