Petrobras anuncia venda da Refap de Canoas e de outras sete refinarias

refap-camara-de-esteio

Refinaria Alberto Pasqualini, em Canoas, RS. Foto: Câmara Municipal de Esteio

A Petrobras anunciou, na noite desta sexta-feira (26), que venderá oito refinarias que totalizam capacidade de 1,1 milhão de barris por dia. O anúncio também diz que haverá redução da fatia adicional de participação na Petrobras Distribuidora (BR) – que é 71% atualmente.

Além da Refinaria Alberto Pasqualini (Refap), localizada em Canoas, também serão vendidas: Refinaria Abreu e Lima (Rnest); Unidade de Industrialização do Xisto (SIX); Refinaria Landulpho Alves (Rlam); Refinaria Gabriel Passos (Regap); Refinaria Presidente Getúlio Vargas (Repar); Refinaria Isaac Sabbá (Reman) e Lubrificantes e Derivados de Petróleo do Nordeste (Lubnor).

A lista não inclui, porém, a maior produtora nacional, a Replan, em Paulínia (SP), e a Reduc, em Duque de Caxias (RJ).

Em nota, a estatal informou que a decisão de vender oito, das suas 13 refinarias, faz parte das novas diretrizes para a gestão do portfólio de ativos e ainda divulga a venda integral da rede de postos no Uruguai. “As diretrizes estão de acordo com os pilares estratégicos da companhia que têm como objetivo a maximização de valor para o acionista, através do foco em ativos em que a Petrobras é a dona natural visando à melhoria da alocação do capital, aumento do retorno do capital empregado e redução de seu custo de capital”, diz o comunicado.

JORNAL O SUL



Categorias:Economia Estadual, Economia Nacional, Outros assuntos

Tags:, , , , ,

17 respostas

  1. Mesmo com a venda, a carga tributária é o maior problema no preço dos combustíveis. Concorrência será que baixará o preço??? E quem comprar vai pegar dinheiro no BNDES??? Cheiro de rolo com nosso dinheiro, assim como na venda da Infraero.

    Curtir

    • Infraero não foi vendida, embora deveria, pois vem acumulando bilhões (bilhões) de reais em prejuízo nos últimos anos.
      Pra se ter uma ideia, no ano passado o governo comemorou que o prejuízo que a Infraero da aos cofres públicos anualmente caiu para a metade – para apenas 680 milhões de reais.

      Curtir

  2. O monopólio acabou em 1997 para qualquer tipo de atividade petrolífera. Exploração ou refino. A questão é que a iniciativa privada não se interessou em construir novas refinarias no país.

    Curtir

    • No início da década de 30 a primeira refinaria Brasileira – Destilaria Rio Grandense foi construída no RS (se não me engano, em Uruguaiana) e era uma parceria entre particulares de Brasil Uruguai e Argentina. Em pouco tempo ela foi sabotada pelo Governo Argentino.
      No final da década de 30, particulares uruguaios se juntaram novamente a brasileiros e argentinos para concretizar uma nova refinaria, desta vez em Rio Grande. Deu-se início à Ipiranga.
      Esta refinaria, juntamente com a de Camaçari na Bahia (e acho que uma em São Paulo também) foram as únicas privadas no Brasil durante décadas.
      Nos anos 2000, uma parceria “duvidosa” entre Braskem/Petrobrás comprou esta refinaria e o pólo petroquímico de Triunfo (antigamente chamado COPESUL). A refinaria Ipiranga gaucha foi aos poucos sendo sufocada, perdendo força no cenário nacional ante as refinarias da Petrobrás. Mas até hoje ela existe.
      Digo que a parceria foi “duvidosa” pois até hoje existem perguntas não respondidas sobre o tema, dando conta de que foi uma transação no mínimo suspeita, sendo que nem todos os acionistas/proprietários à época foram informados ou ressarcidos do negócio e de que a Petrobrás (empresa pública) entrou com o dinheiro e a Braskem (empresa privada do grupo… Odebrecht… sempre eles) ficou com os lucros. Anos 2000, que década para a Odebrecht/Braskem !!!

      OBS: quando cito “refinaria”, me refiro exclusivamente às de derivados de petróleo.

      Curtir

  3. Aleluia. Porém com moderação, porque não dá para acreditar nesse fraco, covarde e proibicionista do bonoro. Só vou acreditar na venda quando a empresa chinesa ou americana mudar a razao social.

    Privatiza saporra toda, Guedes!

    Curtir

    • Se esse presidente bolsonaro vender a Petrobras estamos sem emprego os estrangeiros vou empregar só dá classe Seja japonês ou Japão já estamos vendido nosso Brasil já era com esse presidente isso é uma vergonha para pais

      Curtir

      • Claro.
        Governo passado cuidou bem da Petrobras…
        Afinal, bom mesmo era quando se poderia saquear a Petrobrás na mão grande até quase falir com a empresa ..

        Acorda.

        Curtir

  4. Tenho uma opinião favorável ao que se costuma chamar de “Estado mínimo”, mas apesar disto sou consciente de que existem atividades que são essenciais ao bom desenrolar da vida e da organização social e que estas atividades devem permanecer na na mão do Estado – nesta categoria incluo as refinarias.
    Acho temerária a venda destas empresas e embora tenha em mente que a Petrobras não é controlada de fato pelo Estado brasileiro e sim pelos interesses de lucro de seus acionistas, penso ser vital a possibilidade de que o Governo possa manter o Poder de Polícia sobre a o processo de refino.
    Compartilho da opinião de que a Petrobras, assim como outras empresas/autarquias/instituições públicas são moeda de escambo entre políticos, além de serem fontes primárias de apadrinhamentos, roubos e corrupção. Também sei que a tal “auto-suficiência” do petróleo é uma enorme balela que em nada nos beneficiou até hoje, pelo contrário, a partir da propagação aos quatro ventos desta falácia, o combustível mais que dobrou de preço no país.
    Mas mesmo assim, não sei se privatizando as melhorias almejadas e o lucro obtido com a venda compensarão as possibilidades de prejuízos a longo prazo.

    Curtir

  5. Isso é o resultado da destruição da companhia, no que ficou conhecido como o maior desfalque público documentado da história (no mundo todo). A Petrobrás implodiu; colapsou sobre si mesma. A venda de ativos é decorrência inevitável do processo. A empresa diminuirá drasticamente de tamanho e relevância. Que país de merda.

    Curtir

  6. Não sou especialista nesta área mas pela minha leitura ,é fato que nem todo o petroleo extraido no Brasil é refinado aqui pelo tipo de óleo,,muitas das refinarias brasileiras foram construidas para refinar petroleo mais leve vindo de fora.Na época do Lula criou-se um mito da autosuficiência em Petroleo coisa que não é bem assim e também há de se ver o qual é o custo destas refinarias para a Petrobras,É fato que uma boa parte do preço dos combustiveis no Brasil são os impostos e os carteis.Lembrem-se que Lula e Dilma compraram aquela refinaria enferrujada nos EUA por uma fortuna.Talvez estes ativos não dão tanto retorno a empresa e o fato de diminur sua participação na distribuição possa levar algum beneficio aos consumidores só quem não vai gostar sãos os governos estaduais se os combustiveis baixam eles arrecadam menos.Faz parte do jogo,um primo meu trabalhava para a shell e foi enviado para a Australia onde ficou trabalhando em uma refinaria perto de sidney,alguns anos depois de ele sair de lá a Shell fechou o negócio era pequena e o custo de produçao caro. O saudoso Paulo Francis sempre falou a Petrobras deu prejuizo ao Brasil desde o dia que a criaram.

    Curtir

  7. O mais triste de tudo isso é que depois de venderem e privatizar muita coisa nesse país!!! ainda vamos estar na mer@@ sem saúde, educação e segurança!!!e pior trabalhando mais ,ganhado menos e não se aposentando!!!

    Curtir

  8. Os governos anteriores abriram a exploração do petróleo para empresas privadas e mantiveram as refinarias como monopólio estatal. Essa abordagem não faz sentido algum. Se é para ter algum monopólio, melhor deixar a exploração como monopólio estatal, e a refinaria livre, afinal, o petróleo é um recurso natural.

    Curtir

    • que o diga a Noruega, que explora parcimoniosamente e usa o dinheiro da exploração de forma estratégica.

      Curtir

      • Não tem nada de parcimônia no caso da Noruega. Eles simplesmente não exploram mais porque isso iria ferrar com a economia do país, tornando-o muito dependente do petróleo. É por isso que eles compram e armazenam ouro e ficam construindo túneis e obras de infraestrutura no país, para que o preço dos produtos não exploda.

        Curtir

Deixe uma resposta para Josiel Cancelar resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: