Quatro grupos habilitados para as obras do Trecho 3 da Orla

imagem195045

Local vai contar com a maior pista de skate da América Latina  Foto: PMPA/PMPA

Três empresas e um consórcio tiveram propostas de habilitação aprovadas para as obras de revitalização do Trecho 3 da Orla do Guaíba. A análise foi concluída pela Superintendência de Licitações e Contratos da Secretaria Municipal da Fazenda (SMF), nesta segunda-feira, 8, e publicada no Diário Oficial de Porto Alegre (Dopa). As empresas Toniollo Busnello, Sultepa, Construtora Pelotense e o consórcio DT Guaíba (DP Barros e Traçado) foram habilitados e seguem participando do processo. Já as empresas Tecon – Tecnologia em Construções Ltda, e o Consórcio ACA/RGS (Portugal), foram desabilitadas. A partir de agora corre o prazo de cinco dias úteis para recursos e outros cinco dias úteis para contrarrazões, conforme o edital.

“Das seis propostas recebidas, quatro foram habilitadas. Isso demonstra o interesse das empresas na execução das obras que, se tudo der certo, devem iniciar em agosto deste ano”, avalia o coordenador do grupo de trabalho da obra e vice-prefeito, Gustavo Paim. A próxima etapa do processo é a de abertura dos envelopes com as propostas financeiras das empresas e consórcio habilitados, marcada para o próximo dia 17, às 14h30, na rua Siqueira Campos, 1.300, sala 301. O resultado será definido com base na menor proposta de valor apresentada.

Projeto – A área de intervenção é de 14,6 hectares ao longo da Orla, entre a foz do Arroio Dilúvio, na avenida Ipiranga, até o Parque Gigante. O projeto, de autoria do arquiteto Jaime Lerner, prevê aproximadamente 200 vagas de estacionamento no canteiro central da avenida Edvaldo Pereira Paiva, mais de 550 árvores dos tipos cedros, figueira, jerivá, cerejeira e coronilha, três estruturas de bares idênticas às já em funcionamento no Trecho 1, quadras para prática esportiva, vestiários e a maior pista de skate da América Latina certificada pela Confederação Brasileira de Skate e pelo Comitê Olímpico Brasileiro.

Com investimento total estimado em R$ 57 milhões, a prefeitura executará a obra com recursos provenientes do Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF), do Fundo Municipal de Iluminação Pública e do Dmae. O restante será pago pelo Tesouro Municipal.

O Trecho 1 da Orla do Guaíba, também projetado pelo arquiteto Jaime Lerner, foi entregue revitalizado em junho de 2018. O ato marcou o reencontro da cidade com o Lago Guaíba e registra público recorde entre a Usina do Gasômetro e a Rótula das Cuias durante os finais de semana.

Prefeitura de Porto Alegre



Categorias:ORLA, Orla Moacyr Scliar, Outros assuntos, trecho 3 da orla

Tags:,

1 resposta

  1. Com certeza vai agregar e se souberem explorar bem o espaço, isto de maior pista de skate pode projetar a cidade com bons eventos internacionais. Quanto ao paisagismo, triste ver jerivá como uma das espécies e não ver ipês e jacarandás, que dentre outras espécies que existem, enfeitam o ambiente com suas floradas maravilhosas. Ficamos sem entender.

    Curtir

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: