Prefeitura inicia projetos para obras de reurbanização do Centro

imagem182495

Calçadão da rua dos Andradas é um dos locais que serão revitalizados Foto: Maria Ana Krack / PMPA

Um conjunto de estratégias da prefeitura para tornar o Centro Histórico mais agradável, seguro e acessível à circulação de veículos e pedestres começou a ser implementado após o processo de licitações para escolha da empresa responsável pela elaboração dos projetos. A Secretaria Municipal de Infraestrutura e Mobilidade Urbana (Smim) contratou a empresa Encop Engenharia Ltda. para projetar a revitalização da rua dos Andradas e da rua Uruguai e de urbanização dos cruzamentos e vias do chamado Quadrilátero Central. O prefeito Nelson Marchezan Júnior autorizou o início dos dois processos no dia 8 de julho. Os recursos são provenientes de financiamento com a Corporação Andina de Fomento (CAF) – Banco de Desenvolvimento da América Latina.

De acordo com o secretário de Infraestrutura e Mobilidade Urbana, Marcelo Gazen, os dois projetos vão contribuir para que o Centro Histórico da Capital se torne polo de atração turística, cultural, comercial e de serviços. O prazo previsto para conclusão do projeto executivo é de seis meses, incluindo a proposta urbanística, projetos complementares, orçamento e especificações, que determinarão detalhadamente como serão as obras. “A expectativa de lançamento da licitação para execução das obras é o primeiro trimestre de 2020. O prazo de término vai  depender do que estará proposto nos projetos”, explica.

A secretária de Planejamento e Gestão, Juliana Castro, salienta que a reestruturação administrativa e ações para reequilíbrio financeiro estão permitindo ao Município viabilizar projetos como estes, para melhorar a vida de milhares de pessoas. De acordo com a secretária, esses projetos complementam o investimento para revitalização do Trecho 1 da Orla Moacyr Scliar, feito também com recursos da CAF. O local vem atraindo milhares de visitantes, grandes eventos e é atualmente um dos principais cartões postais de Porto Alegre. “A prefeitura contemplará ainda a revitalização da Usina do Gasômetro, completando um dos maiores programas de investimento dos últimos anos na região”, ressalta.

Quadrilátero – O Quadrilátero Central é composto por seis quarteirões, formado pelas ruas General Vitorino, Otávio Rocha, Voluntários da Pátria, Marechal Floriano Peixoto, Vigário José Inácio e Dr. Flores, além da avenida Borges de Medeiros, entre a avenida Salgado Filho e a praça Montevidéu, com área aproximada de 30.000 m². O valor do contrato para elaboração dos projetos executivos é de R$ 360.283,27.

O projeto prevê o alargamento e qualificação de passeios e mobiliário urbano, e implantação de redutores de velocidade, em especial nos cruzamentos viários, privilegiando a segurança e acessibilidade universal. Além disso, será incrementada a iluminação pública e instalado sistema de videomonitoramento. “Teremos uma iluminação melhor e novas câmeras para garantir mais segurança na região e qualificação viária completa, com passeios e sinalização contemplando acessibilidade”, explica Gazen.

Andradas e Uruguai – Na rua dos Andradas, será revitalizado o calçadão entre a rua General Câmara e a Marechal Floriano Peixoto, e na rua Uruguai, serão feitas reformas no calçadão entre a Andradas e a José Montaury. Também estão incluídos no projeto os cruzamentos relacionados, em uma área aproximada de 4.771,86m². O valor do contrato dos projetos executivos para essa região é de R$ 116.919,07.

“O objetivo das obras é requalificar o espaço público do calçadão da rua dos Andradas, a via mais antiga e um dos mais tradicionais espaços públicos de Porto Alegre, onde se localizam alguns dos principais pontos turísticos, instituições culturais e monumentos arquitetônicos da cidade”, frisa Gazen. “A recuperação dos passeios públicos e da pavimentação, e a implementação de acessibilidade universal vão melhorar a circulação tanto para os veículos (ocasional) quanto para pedestres.”

Prefeitura de Porto Alegre



Categorias:Centro Histórico, Outros assuntos, Revitalização do centro

Tags:, ,

4 respostas

  1. Tomara…
    Todos os comentários começam com esta palavra – um fio de esperança no desalento de sucessivas decepções.
    Quem sabe, desta vez…tomara…

    Curtir

  2. tomara que de certo pois as sucessivas administrações publicas destruiram a ragião central da cidade apoiadas pela galerinha dos direitos humanos,que reclamar sempre soube dar soluções nenhuma,apesar que a operação destroi mais um bairro se deslpcpu para a cidade baixa tudo sob os auspicios das autoridades.

    Curtir

  3. Tomara que os conceitos de qualidade e estética prevaleçam na elaboração desse importante projeto para que a cidade tenha novamente sua artéria mais simbólica a Rua dos Andradas e adjacências, linda, atrativa, estimulante, como um dia já foi e se de fato fizerem um urbanismo de alto nível, gabaritado de verdade, tem tudo para voltar a ser!

    Curtir

  4. Tomara que se concretize a requalificação desse espaço, é desesperador ver o estado em que se encontra o centro da nossa querida Porto Alegre.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: