Prédio do Inter prevê mirante na cobertura

25299643

Imagem: Hype Studio

Divulgado pela imprensa hoje, dia 3 de agosto, mostra que a idealização do prédio mais alto do Rio Grande do Sul, com 42 andares, prevê um restaurante e um mirante aberto ao público sobre o restaurante.

Considerando que estas imagens são somente renders, somente ideias para o projeto, e não um projeto propriamente dito, não quer dizer que se sair do papel, o projeto será exatamente igual a o que mostram os renders.

Vejam os renders (e não projeto):

25299638

25292349

25299641

Algumas informações sobre o futuro projeto:

  • O Estudo de Viabilidade Urbanística (EVU) já tramita na Secretaria de Desenvolvimento Econômico, onde há informações de que está “praticamente aprovado”. O documento pede a flexibilização da altura máxima da edificação, uma vez que, atualmente, o Plano Diretor de Porto Alegre prevê prédios de até 52 metros.
  • O clube busca autorização para a construção de um complexo imobiliário que, segundo um projeto inicial, inclui duas torres (sendo uma de hotel e flat e a outra de apartamentos e escritórios), galeria comercial, centro de eventos, estacionamento para mais de 400 veículos, marina e píer no Guaíba. A maior torre poderia ter até 130 metros de altura, cerca de 3,8 vezes o tamanho do estádio.
  • Com as autorizações alcançadas, o Inter deverá chamar as principais construtoras do país para apresentarem propostas e, então, adotar um sistema de permuta, recebendo uma porcentagem por área construída.
  • Não há garantias de que o Inter pode usar o terreno para esse fim. A área foi doada há 62 anos ao Sport Club Internacional no governo do então prefeito Leonel Brizola para “uma praça de esportes” — que se transformaria no Beira-Rio.
  • Tramita desde maio na Câmara Municipal um projeto da prefeitura que autoriza a construção do empreendimento imobiliário entre o estádio e a Rua Fernando Lúcio da Costa (próximo à estátua de Fernandão) e também permite “alienar as unidades a terceiros”.
  • Segundo a prefeitura, não é necessário encaminhar outro projeto à Câmara para autorizar a construção: esse empreendimento é considerado um projeto especial, e não requer alteração no Plano Diretor.
  • O projeto do EVU deve ser votado pelo Conselho do Plano Diretor ainda neste mês, conforme previsão do presidente da entidade, o secretário de Meio Ambiente e Sustentabilidade, Germano Bremm. Ainda assim, não significa que o projeto já poderá sair do papel: além da apreciação na Câmara, ainda precisam tramitar dentro do Executivo a análise do projeto arquitetônico e as licenças ambientais.

projecao1projecao2



Categorias:Arquitetura | Urbanismo, Arranha Céus, Complexo do Internacional, Outros assuntos

Tags:

21 respostas

  1. Até onde lembro, antes da copa de 2014 foram regularizadas as propriedades do internacional e os terrenos que os cercam.

    Inicialmente a prefeitura havia doado um pedaço do guaiba para o inter construir seu estádio ( nao somente a área do estadio)

    Apos a construção do parque marinha o inter havia invadido algumas áreas mas apos isso, tambem perdeu parte de seus terrenos regulares para a prefeitura construir o alargamento da av Pinheiro borda, duplicação da Edvaldo e também construçoes das ruas A E B.

    As vesperas da copa 2014, até onde me consta, havia se feito as permutas destas áreas, regularizando e limitando o que era do inter e o que era da prefeitura.

    Ainda pelo que lembro havia uma outra contrapartida da prefeitura com o inter que seria a obrigação do inter de atender x crianças carentes como alunos nas escolas de futebols ao longo de x anos, isto em troca da área do parque gigante (ou centro de treinamento a beira do guaiba, nao lembro ao certo), tambem áreas invadidas pelo inter.

    Espero que finalmente esteja tudo acertado, pois uma cidade séria nao pode mais fazer gentilezas a grandes e milionarios clubes de futebol sem nenhuma contrapartida.

    Curtir

  2. Baita projeto para a cidade de P. Alegre.
    Será que estamos saindo do atraso?
    Será que estamos deixando a era comuna-caixote?
    Arranha-céu já em P. Alegre !
    Dalleeé Camboriú.

    Curtir

  3. Porto Alegre pobre de construções.
    Quando aparece um projeto, sempre tem os que dão contra.
    A Arena, um projeto lindo ( não sou Gremista), enfurnado em uma Vila que nunca vai conseguir tirar dali. Se vê melhor, só passando de carro.
    Sou Guia de Turismo, falo nos dois maiores Times que temos mas não levo em nenhum….
    Apostamos no Barra e ninguém se decepcionou…vem vindo outro Projeto perto do Museu e outro virá perto do Veleiros.
    Assim segue Pôrto Alegre….

    Curtir

    • Parabens Gladis pela lucides em sua colocação. Tb sou colorado e torço para que a area da arena seja tao ou mais moderna do que será a do beira rio! no final das contas, quem ganha com tudo isso é a cidade de porto alegre! que venha sim com toda força o projeto do beira rio e que a prefeitura tenha força e pulso para realocarem todo o entorno da arena que é sim area invadida, nao paga iptu e só enfeia a cidade, até pq ng cuida do que nao é seu!

      Curtir

  4. Só de imaginar que terá um observatório no topo eu fico empolgado. Qual cidade do Brasil tem um edifício alto com observatório? Isso é coisa de NYC. Pensem na adição absurda de lazer que isso trará a cidade combinado com todos os trechos de revitalização da orla. Imagina comprar um ingresso e ir ver o pôr do Sol do Guaíba no topo daquilo. Sem contar que trará novamente a Porto Alegre o status de ter o edifício mais alto do estado. É no mínimo empolgante. Sobre a arquitetura, realmente, sofremos com essas “caixas” de concreto armado. Mas pelo lado bom essa “caixa” parece bem diferenciada e detalhada, comparado a média dos edifícios da cidade.

    Curtir

  5. Um avanço para a cidade, e nada mais pode parar uma Porto Alegre que se renova, porque é uma questão vital até! Chega de ruínas e de prédios quando novos tacanhas. Nesse sentido acho que o projeto tem pontos fortes, especialmente a questão da sua altura e o mirante no topo, todavia ao menos pelo desenho apresentado tem pontos fracos pois gostaríamos que as formas arquitetônicas fossem melhor trabalhadas, porque esse prospecto lembra o de um edifício modernoso só que dos anos 70. Porto Alegre precisa de um choque de arquitetura contemporânea boa.

    Curtir

  6. O projeto desobedece o plano diretor (aquela lei chata que criaram só para atrapalhar o desenvolvimento urbano). A área aonde seria construído foi doada(isso: de graça) pelo poder público(leia-se: todos nós) para a implementação de parque ESPORTIVO, e não para especulação imobiliária. Que construir? É ótimo para a cidade, mas compre um terreno (e não concorra no mercado imobiliário com uma vantagem indevida sobre a concorrência), e construa dentro dos padrões legais.

    Curtir

    • O poder público vai querer mascarar esse presentão na forma de mitigações viárias. Menos mal que não aparacerão interessados em implementar esse projeto.

      Curtir

    • Se o todos nós inclui eu, a minha parte pode doar sim para a construção desse projeto. Plano diretor em poa é bizarro, tanto que só é evocado por ecochato quando bons projetos tem grande potencial para dar certo, vide Pontal do estaleiro, Barra shopping e por aí vai. Queria ver meu amigo a mesma indignação da sua parte em relação as áreas invadidas de poa, que tem aos montes e ninguém tem coragem de tirar essas pessoas de lá, que diferente do Sport club internacional, não recebeu o terreno como doação, mas sim invadiu propriedade!

      Curtir

    • Glauco pelo visto é dono de construtora, deve fazer prédios padrão karagonis arena Porto alegrense( sim aquele condomínio que lembra as construções da antiga URSS) e está indignado que não conseguirá competir com esse belê empreendimento e consequentemente seus imóveis encalharao por mais um bom tempo. Acabou a mamata para construtor ruim em poa. Somente com empreendimentos como esse do Beira Rio é que elevaremos o grau de exigência das construções de poa. Fui para Londrina e fiquei impressionado tanto com o padrão das construções como com o preço, que é bem mais acessível que poa!

      Curtir

      • Amigo, gostei bastante de você citar Londrina. Cara é impressionante mesmo ver o que constroem ao redor do Lago Igapó e na Gleba Palhano, aqueles prédios poderosos, altos e lindos, fruto de projetos gabaritados. Em Maringá no Centro e no chamado Novo Centro é a mesma coisa, vários prédios tri modernos e uns tantos pra cima de quarenta andares de boa. A meu ver Porto Alegre é atrasada no que diz respeito às construções não só pela ação dos movimentos sociais e descabidas restrições de Plano Diretor, mas muito no fundo por conta do grupo fechado de construtoras e empresas de arquitetura ultra tacanhas que dominam e mantém reservado o mercado local e o nivelam por baixo no maior grau possível de mediocridade. Isso precisa ser quebrado para que a o skyline melhore e a cidade ganhe ares de vida radiante, brilho através de novas construções que encham os olhos e, impactem a mente das pessoas com visão de riqueza, progresso, beleza.

        Curtir

        • perfeita colocação jmhcardozo! temos que romper o monopólio dessas construtoras ruins que cobram R$ 10.000 o metro quadrado, com prédios horrorosos. Sendo franco, eu gostei do projeto do Beira Rio!

          Curtir

  7. pra predio mais alto do RS esperava uma arquitetura mais criativa. Jamais teremos predios altos como do primeiro mundo, aqui serão sempre essas caixas, no maximo envidraçadas. Levando em conta que esse render é só um conceito, podemos esperar algo mais simples ainda do que isso.

    Curtir

  8. belo trabalho de pesquisa Gilberto! a matéria ficou muito boa! agora nao podemos nos calar em relação aos ecochatos, que vao tentar de todas as formas detonar o projeto!

    Curtir

  9. A turma da melancia já está gritando contra o projeto, assim como fizeram no estaleiro só!

    Curtir

  10. Pra quem não gosta de dormir, morar nesse prédio seria perfeito. O cara fica acordado 24 horas por dia. Interessante. Muito sossego a um precinho bem em conta. Tipo um milhão por um cubículo. Baita negócio.

    Curtir

    • Engano seu. o empreendimento é diferenciado, provavelmente vao fazer isolamento acústico(vidro triplo) e aposto que vai vender tudo no lançamento, pois poa carece de empreendimentos com essas características! é só o começo para termos uma orla belissima e moderna!

      Curtir

      • “provavelmente vão fazer isolamento acústico (vidro triplo)…” (mauricio)
        Nesse caso, corrijo o preço dos cubículos. Dois milhões. Mais uma; se venderem vai ser pra especulador, tipo condomínios na praia. Ninguém mora. Só lavagem de dinheiro. Báril rules!

        Curtir

  11. Bem legal, tomar que saia do papel!!!!!

    Curtir

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: