Ônibus de Porto Alegre já podem ser monitorados em tempo real

Foto: Gilberto Simon

Os usuários de ônibus de Porto Alegre passam a contar, a partir desta quarta-feira, 14, com sistema de GPS em 100% da frota. Agora, será possível monitorar, através de aplicativo para smartphone, informações sobre horário e trajeto do ônibus em tempo real, e quais linhas param no local desejado, além de características do veículo, como, por exemplo, se possui acessibilidade ou ar-condicionado.

A obrigatoriedade do sistema foi regulamentada pelo decreto municipal 19.836/2017, assinado pelo prefeito Nelson Marchezan Júnior e que estabelece prazos e critérios gerais no Sistema de Transporte Coletivo por Ônibus. As normas serão implementadas pela Associação dos Transportadores de Passageiros (ATP).

O prefeito lembra que é papel da máquina pública viabilizar, regulamentar e melhorar o transporte coletivo utilizado pelos cidadãos, em especial os mais vulneráveis. “Este é um avanço gigantesco, que vai gerar conforto, previsibilidade e mais dignidade a todos os porto-alegrenses, que agora poderão planejar melhor suas vidas, e com mais segurança”, diz Marchezan.

 A nova ferramenta está disponível no aplicativo Tri Transporte Integrado e pode ser instalada gratuitamente em sistemas Android e IOS. O secretário extraordinário de Mobilidade Urbana, Rodrigo Tortoriello, destaca que a tecnologia também dá às empresas de ônibus e ao órgão gestor o poder de gerenciar e monitorar pela internet toda a frota em operação, possibilitando a prestação de um serviço de melhor qualidade aos usuários. “Esta entrega faz parte de um conjunto de melhorias que estamos implantando no sistema de transporte coletivo de Porto Alegre,  trazendo modernidade, informação e dignidade às pessoas”, afirma.

Vantagens – O sistema de transporte coletivo da Capital conta com 12 empresas, 677 mil passageiros transportados por dia, 420 linhas, mais de 6 mil paradas e cerca de 1.600 ônibus. A presidente da ATP, Tula Vardaramatos, conta que foi preciso mais de um ano de trabalho complexo para que todo o sistema estivesse funcionando plenamente em uma cidade do tamanho de Porto Alegre. “O mais importante é que as vantagens são para todos: para os clientes, para as empresas de ônibus e para os órgãos gestores. Além de trazer informação e segurança, a tecnologia facilita o controle e a fiscalização do serviço”, frisa.

A tecnologia que está sendo utilizada no GPS é das empresas Prodata e Cittati, e a gestão de todo o processo fica a cargo da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC). “Uma melhor qualidade de vida da população está diretamente ligada à qualidade do transporte público”, diz o diretor-presidente da empresa pública, Fábio Berwanger.

A presidente da Carris, Helen Machado, salienta esta inovação como um fato histórico da companhia. “Ao longo de sua história, a Carris sempre se adaptou às mudanças, e esta etapa será lembrada na trajetória da empresa. O transporte por ônibus em Porto Alegre será diferente a partir de agora”, conclui.

A ferramenta pode ser baixada nas “lojas” de aplicativos dos smartphones ou pelos links:

Android
iOS

Histórico

• A prefeitura publicou, no dia 22 de setembro de 2017, o decreto que estipulava 31 de dezembro de 2018 como data limite para a implantação do sistema de GPS.

• Após assinatura do decreto, a prefeitura concedeu 60 dias para empresas de ônibus começarem a instalar o GPS na frota.

• Em fevereiro de 2017, a Linha T12 começou a operar com GPS, em projeto piloto.

• No início de 2019, cerca de 80% dos ônibus da Capital já estavam com seus GPS instalados pela ATP.

• Em maio de 2019, a  EPTC assinou um termo com a Carris e a ATP para disponibilizar, ainda no terceiro trimestre de 2019, a instalação dos GPS em toda a frota.

• Em 14 de agosto de 2019, ocorre o lançamento do GPS em 100% da frota de ônibus de Porto Alegre.

 

Prefeitura de Porto Alegre

 



Categorias:onibus, Outros assuntos

Tags:,

11 respostas

  1. Uma pergunta, quando será monitorado os onibus velhos caindo aos pedaços ? isso será dificil, não adianta ter um app que mostre onde seu onibus está, e a cidade ter esses onibus lixo andando pelas ruas, tem que ter mudanças também nos onibus. cade a fiscalização quanto a idade dos onibus ? tem veiculo que já passou dos 15 anos e continua ali rodando.

    Curtir

    • O problema não é a idade, e sim a conservação. Os vagões do Trensurb tem uns 40 anos e estão em boas condições, muito melhores que os ônibus de 5 anos.

      O problema é que o modelo de cálculo da passagem beneficia quem gasta muito. O lucro das empresas é tabelado em 7,35% sobre o custo ou seja, quanto mais gastar mais ganha. Na prática, chega no fim do ano as empresas geram as tabelas de custos, que é propositalmente inchada pelos ônibus de baixa qualidade e por falta de manutenção preditiva. Essa tabela é “analisada” pelo COMTU e concede o aumento da passagem. Quanto mais gasta, mais ganha…

      Curtir

  2. Será que finalmente a prefeitura vai efetivamente fiscalizar e multar em casos de atrasos ou descumprimento do intervalo entre viagens? Ou vai continuar fechando os olhos com a propina?

    Curtir

  3. É algo positivo, mas é pouco, só uma coisinha a mais saber que seu ônibus lotado e todo barulhento chegará em x minutos, se não quebrar no caminho porque a frota de POA é uma nhaca comparada aos ônibus ultra modernos e poderosos de Curitiba por exemplo. Mas para mim em se tratando de transporte público e do perfil urbanístico da capital gaúcha a questão central é implantar novos modais, e rápido. A meu ver dentre as capitais brasileiras que ainda não têm, Porto Alegre é disparado a cidade que mais tem necessidade de linhas de metrô. É toda uma questão da geografia e concentração de pessoas. Os ônibus têm um limite de carga e no caso da capital gaúcha circulam alucinadamente em excesso e sobrecarregam por demais as vias. O próprio centro da capital seria totalmente outro, mais agradável e civilizado, se não houvesse aquela avalanche de busões indo para lá, e isso de ter menos ônibus circulando, atravancando, produzindo poluição sonora e gases pra caramba por quilômetros nestes corredores, todo um impacto na qualidade de vida da população, isso só será possível minha gente com linhas de metrô implantadas dentro do tecido urbano da capital gaúcha. Demorou, demora muito. Tem de ser uma prioridade total e o governo federal tem de fazer, tem de ser chamado na chincha, porque vejamos são implantadas linhas e mais linhas no Rio para as palhaçadas dos eventos que por lá se realizam; em Sampa fazem novas linhas e o metrô mesmo que lentamente não para de crescer; implantou o metrô em Salvador que tem um bom porte e já está em franca expansão; e ainda trabalha para que BH tenha um metrô interno bem eficiente. E POA como fica!? Só esses busões e um aplicativozinho. O que é isso!?

    Curtir

    • Só não se ilude não com o resto do Brasil. Rio não tem “linhas e mais linhas de metrô”. Tem 2, embora elas sejam nomeadas de 1, 2 e 4, a 4 nada mais é do que a continuação da 2. E a 2 por sua vez divide metade do trajeto com a linha 1. O Rio tem bastante trens, isso sim, mas metrô mesmo é ruinzinho. SP tbm comparado com cidades latinas como Santiago e Cidade do México está bem atrás tbm. Em POA, metrô é sonho. Nunca vai acontecer. A cidade não é capaz de tapar buraco e capinar as ruas.

      Curtir

      • “nunca vai acontecer” é uma pena essa negatividade.

        Curtir

        • Não coloque a positividade acima da óbvia e escancarada realidade.

          Curtir

        • Vai sair no dia que a prefeitura disser “chineses, venham, construam e explorem pra sempre”. Aí, se fizerem profundo o suficiente pra não depender de nenhum tipo de desapropriação, da justiça, ou de estudos que dependam de órgãos públicos pra dar autorização, etc, aí pode ser que aconteça. Mas prefiro acreditar que papai noel existe.

          Curtir

      • Confirmo as informações… Uma coisa que é muito boa em SP é o trem. Só o que prejudica é a educação das pessoas, mas são linhas longas e é extremamente barato. O problema do metrô de São Paulo é que as linhas não são organizadas e são poucas. Para qualquer trajeto mais longo você vai ter que passar pela Luz ou Brás e daí ferrou! É terrivelmente lotado.

        Curtir

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: