Assinado contrato para início das obras do trecho 3 da orla

orla-trecho3-pmpa

Imagem: Divulgação / PMPA

O prefeito Nelson Marchezan Júnior assinou nesta segunda-feira, 14, no Salão Nobre do Paço Municipal, o contrato e a ordem de início das obras de revitalização do trecho 3 da Orla do Guaíba, que vai da foz do Arroio Dilúvio até o Parque Gigante. A previsão é que em 12 meses os porto-alegrenses terão mais um espaço para desfrutar do seu mais importante cartão-postal. “Nossa expectativa é cumprir os prazos e tirar a imagem que obra pública não acaba”, afirma o prefeito.

O consórcio vencedor da licitação foi o ACA/RGS, de Portugal, que apresentou proposta financeira de R$ 46.171.731,77, 19,26% a menos que o valor inicial orçado, de R$ 57 milhões.  A redução no custo inicial foi possível graças à concorrência estabelecida entre empresas nacionais e internacionais. “Tivemos um processo licitatório honesto. Agradeço ao consórcio português por aceitar o desafio, pois existe o risco de críticas, mas também o reconhecimento pela execução de um trabalho bem feito”, diz Marchezan. O prefeito destaca que este é um momento importante para cidade e faz parte de uma entrega ainda maior.  O lançamento do edital do trecho 2 da orla deve sair em novembro. “Temos muita satisfação de poder avançar”, completa.

De acordo com o secretário municipal de Infraestrutura e Mobilidade Urbana, Marcelo Gazen, o novo espaço terá ciclovia, área grande de arborização e iluminação led 24 horas. Também contempla três bares, 27 quadras esportivas e estruturas de apoio para prática de esportes. Outra grande novidade será a maior pista de skate da América Latina. “As secretarias municipais e demais órgãos envolvidos estão se preparando há um bom tempo para este momento, fazendo uma pré-mobilização para o início da obra. Logo teremos mais uma etapa da orla do Guaíba à disposição da sociedade”, observa Gazen. Nos próximos dias, a Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) deverá divulgar o cronograma de alterações no trânsito que vai seguir o andamento das obras. A primeira intervenção será na ciclovia.

A prefeitura executará a obra com recursos provenientes do Banco de Desenvolvimento da América Latina (CAF), do Fundo Municipal de Iluminação Pública e do Departamento Municipal de Água e Esgotos (Dmae). O restante será pago pelo Tesouro Municipal. A secretária municipal de Planejamento e Gestão, Juliana Castro, ressalta a retomada da capacidade de investimento da Capital. Ela explica que o financiamento do CAF foi o último que o município havia conseguido aval, ainda em 2015. “Porto Alegre não tinha mais capacidade de financiamento, mas com um conjunto de ações de gestão e mudanças estruturais a cidade conseguiu recuperar o crédito junto às instituições financeiras”, diz, lembrando que já estão garantidos R$ 726 milhões para 2020.

Presente no evento, o vereador Luciano Marcantônio destacou que a entrega do trecho 1 da orla foi um sucesso e um divisor de água no turismo da cidade. “Parabenizo o prefeito Marchezan pela sua capacidade de mobilização e à maioria dos vereadores que aprovaram os projetos importantes para Porto Alegre”, diz.

Projeto – Assim como o projeto do trecho 1, entregue revitalizado em junho de 2018, o trecho3 também é de autoria do arquiteto Jaime Lerner. A área de intervenção é de 14,6 hectares ao longo da Orla e prevê aproximadamente 200 vagas de estacionamento no canteiro central da avenida Edvaldo Pereira Paiva, mais de 550 árvores dos tipos cedros, figueira, jerivá, cerejeira e coronilha, três estruturas de bares idênticas às já em funcionamento no trecho 1, quadras para prática esportiva, vestiários e a maior pista de skate da América Latina certificada pela Confederação Brasileira de Skate e pelo Comitê Olímpico Brasileiro.
Também participaram o vice-prefeito Gustavo Paim; diretor-presidente do Consórcio ACA/RGS, José Manoel dos Reis Costa Leite; secretários municipais de Comunicação, Orestes de Andrade Jr.; Meio Ambiente e Sustentabilidade, Germano Bremm; Desenvolvimento Social e Esporte, Comandante Nádia; Relações Institucionais, Christian Lemos; Parcerias Estratégicas, Thiago Ribeiro; Serviços Urbanos, Ramiro Rosário, diretor-geral do Dmae, Darcy Nunes dos Santos; diretor-presidente em Exercício da EPTC, Paulo Ramires; coordenadora da Unidade de Execução e de Controle do Programa Orla POA, Isabel Haifuch; arquitetos Hermes da Rosa e Alex Souza; diretor de Turismo, Leandro Balardin, vereadores Hamilton Sossmeier; Mauro Pinheiro; Alvoni Medina; Professor Wambert; Lourdes Sprenger; Moisés Barboza e o suplente Gilson Padeiro, entre outros convidados e representantes de entidades.

Prefeitura de Porto Alegre

 



Categorias:ORLA, Orla Moacyr Scliar, Outros assuntos, Projeto de Revitalização da Orla, trecho 3 da orla

6 respostas

  1. E a Manoela D’avila liderando as pesquisas para as próximas eleições.. oremos!

    Curtir

    • Por isso é bom o prefeito começar tudo que é projeto ou essa coisa comunista vai dar um jeito de paralisar tudo;

      Curtir

  2. Pessoal que torce pelo declínio de POA deve estar de luto hoje. Se porto Alegre melhorar as paradas de Ônibus que são desumanas, melhorar a zeladoria, isso inclui pintura de postes, meio-fio…troca de placas de rua, certamente estaríamos indo a um outro patamar. Parte de segurança já vejo muito melhoria e parte de saúde vai bem apesar de tudo, visto que muitas pacientes vem do interior. Avança POA

    Curtir

    • Ou seja; basta Porto Alegre deixar de ser Porto Alegre. É como dizer ao Cosmos; deixe de se comportar como Universo que tudo estará resolvido. Se Porto Alegre tiver um zilhão de melhorias, vai se transformar numa cidade de primeiro mundo. É a obviedade na razão inversa da genialidade.

      Curtir

      • Esse tipo de comentário pessimista é que impede de perceber que as melhoras incrementais já estão ocorrendo. Porto Alegre só vai chegar no estágio que queremos – falta muito – atacando os pequenos problemas.

        Curtir

        • Não. O meu cometário apenas alerta os argumentadores do óbvio a deixarem de ser óbvios. Não estou a impedir ninguém de perceber melhorias nem pioras.

          Curtir

%d blogueiros gostam disto: