Consulta pública do Harmonia e Trecho 1 recebe 153 contribuições

acamp

Entre as sugestões estavam pontos sobre a organização do Acampamento Farroupilha  Foto: Joel Vargas/PMPA

A consulta pública para concessão do Parque Maurício Sirotsky Sobrinho (Harmonia) e Trecho 1 da Orla recebeu uma das maiores participações da história das concessões de Porto Alegre. Durante os 35 dias em que ficou disponível, foram recebidas 153 contribuições para a qualificação do projeto que visa à concessão dos parques por 35 anos. Do total, 31% foram colaborações enviadas por investidores interessados em gerenciar os dois parques, 27% de órgãos públicos, 24% de acampados e 19% da sociedade civil.

As manifestações contabilizadas englobam tanto a audiência pública, realizada nessa quarta-feira, 18, quanto as contribuições enviadas por e-mail mediante preenchimento do formulário disponível no site da Secretaria de Parcerias Estratégicas.

Destacaram-se, entre as sugestões, pontos atinentes à modelagem econômico-financeira do projeto, à organização do Acampamento Farroupilha e ao atendimento a determinados grupos étnicos. Todas as 153 manifestações serão avaliadas pela equipe técnica responsável pelo projeto e publicadas no Diário Oficial com as respectivas respostas na data de lançamento do edital, previsto para o primeiro trimestre de 2020.

O secretário municipal de Parcerias Estratégicas, Thiago Ribeiro, avaliou positivamente a participação na consulta pública. “Esse período de consulta pública é fundamental para que possamos montar um edital robusto e de qualidade refinada. É importante saber como o mercado está vendo o projeto e também qual é o nível de aceitação da sociedade ao que estamos propondo. Pelos encontros realizados durante o período de consulta, o nosso sentimento é que ambos os lados encaram positivamente nossa proposta”, enfatiza.

A concessão do Parque Harmonia e Trecho 1 da Orla prevê que o concessionário seja responsável pela operação, administração, manutenção, implantação, reforma e melhoramento dos dois espaços. No Harmonia, além da gestão, estão previstos investimentos de capital superiores a R$ 50 milhões ao longo dos 35 anos de contrato. Além disso, a outorga mínima para participação na licitação é de R$ 200 mil, o que se soma a um percentual de outorga variável calculado a partir do faturamento da concessionária.

Em relação ao Acampamento Farroupilha, realizado no mês de setembro em Porto Alegre, o projeto garante a manutenção do evento com um compartilhamento de obrigações entre um comitê gestor, encabeçado pela Secretaria Municipal de Cultura, que hoje já é a responsável formal pela gestão do acampamento, e o concessionário.

Prefeitura de Porto Alegre



Categorias:Concessão de Parques, ORLA, Outros assuntos, Parques da Cidade, Projeto de Revitalização da Orla

17 respostas

  1. Independente de opiniões ideológicas (políticas todos temos e é saudável), mas de fato há uma melhoria urbana visível na cidade.
    Não sei em que gestão os projetos foram formalizados ou a verba foi conquistada, mas vejo traço de busca de uma qualidade estética e arquitetônica nas últimas intervenções.
    Vejo também uma tentativa específica de tentar revitalizar e melhorar os espaços verdes e de lazer da capital.
    Há muito o que fazer e sinceramente, para uma cidade do tamanho de POA ainda é pouco, mas convenhamos que sair de um período de várias gestões de inércia e retrocesso na melhoria urbana, é um bom começo.

    Curtir

  2. Que coisa interessante,que não muda em nada minha vida,não votei no Junior mas com suas limitações esta sendo o prefeito que mais modernizou Porto Alegre nos ultimos anos e tem uma má avaliação segundo pesquisas,o que seria o Porto Alegrense é cego,provinciano gosta de ficar no atraso,daria uma tese de mestrado na UFRGS em uma banca dirigida por professores Psolistas petistas e Pc do b bistas.

    Curtir

    • falou pouco, mas falou merda

      Curtir

      • quando fala dos dinossauros da ufrgs e comunas piçolistas está mais do que certo!

        Curtir

        • E não apresenta nenhum argumento pra provar o contrário. Me admiro o Gilberto permitir mensagens assim.

          Curtir

          • Walter Nagel M”u”rchando também é fã de censura. Me admiro o Gilberto permitir mensagens assim. haha

            Curtir

          • Sou a favor de que qualquer um possa dar sua opinião, desde que tenha fundamento e não seja fake news como o senhor costuma fazer. Que aqui seja um ambiente com troca de ideias, e não de desaforos.

            Daqui a pouco vira bagunça e tem gente dizendo que ganhou uns tapas na cara. Já imaginou?

            Curtir

          • Desaforo é tentar enquadrar o livre arbítrio alheio. Eu não sou fake news. O dono do blog me conhece pessoalmente e todos sabem quem eu sou, ao contrário de você, escondido sob esse nick ridículo.

            Curtir

          • Interpretação de texto passou longe.

            Não falei que tu não existe. Falei que as coisas que tu FALA são fake news.

            Mas beleza, segue o baile aí.

            Curtir

          • Aqui eu não falo nada. Escrevo. mais uma “fake” news. Prefeito torrou 5 milhões do dinheiro público contratando duas empresas de marketing pra despejar propaganda eleitoreira em rádio, jornal e televisão. Pouca vergonha para uma prefeitura que não paga fornecedores, 13º nem reposição inflacionária.

            Curtir

          • Fico imaginando a fábula de dinheiro que esse prefeito está gastando em propagandas. Ter a máquina pública na mão é soda. Campanha eleitoral antecipada na cara dura.

            Curtir

          • Bah meu velho. Deve ser triste viver com esse tanto de rancor. Não conseguir ver que as coisas estão melhorando (devagar, mas melhorando). Se cegando só por birras políticas. E não conseguindo ver as melhorias.

            Desejo que ao menos no Natal tu consiga ter um pouco de paz nesse coração, e que em 2020 tu seja mais feliz. De coração.

            Boa sorte.

            Curtir

          • Coitado do contribuinte. Tá financiando a propaganda eleitoral do prefeito com o aumento do IPTU. “Porto Alegre pra frente. Porto Alegre que mente.”

            Curtir

          • “As coisas estão melhorando”. Cara, para pra acompanhar de fato Porto Alegre antes de sair escrevendo qualquer coisa aqui no blog. Todos os projetos que elevaram a cidade em qualquer coisa, nenhum deles tem mão da prefeitura atual. Nenhum! É bonito que ele consiga assinar os papéis, mas tudo foi projetado e iniciado na gestão anterior (principalmente no caso da orla) ou então nem são de nível municipal, como o aeroporto ou a nova ponte sobre o Guaíba.
            A manutenção do espaço da ponte dos açorianos também foi da gestão passada. Então já que tu acusa tanto os outros aqui de Fake News, apresenta uma defesa à atual gestão com fatos, ao invés de só troca de farpas.
            Bom 2020.

            Curtir

          • Fala Alberto, beleza?

            Das mudanças dessa gestão eu posso destacar a melhora na segurança, comprovada com os números, concessão de parques e iluminação pública, contrato com saneamento, avanço de outros trechos da orla, que sim, foi basicamente feito na gestão passada, porém vale lembrar que sofreu sérios atrasos, sanados nessa gestão.

            Vale lembrar também das reformas no serviço público no início da gestão. Vai ter o plantio de várias árvores no próximo ano, que foi um arranjo da atual gestão.

            O que o pessoal não enxerga é que a grande maioria do que o Marchezan fez não foi pra essa atual gestao, mas sim pros próximos anos. A população está tão acostumada com o imediatismo que não consegue ver que deve-se pensar no futuro também. E esse foi o acerto do prefeito.

            Claro que nem tudo é perfeito. O trecho da Ceará não foi concluído. Há buracos nas vias, com certeza. Mas tudo isso foi uma bomba que caiu no colo dele e a maneira que ele encontrou de solucionar isso foi pensar a longo prazo. Foi feito um empréstimo para a recuperação das vias (o que talvez não seja o ideal, mas enfim).

            Acredito que, sim, as coisas estão melhorando. O que não pode, e é o que acontece aqui, é criticar a gestao somente porque foi afetado com as reformas que eram necessárias.

            Bom 2020 pra ti também.

            Curtir

          • “Todos os projetos que elevaram a cidade em qualquer coisa, nenhum deles tem mão da prefeitura atual.”
            – Projetar é fácil, papel aceita tudo. Sou engenheiro e é assim que são as coisas. Projetar por projetar qualquer um projeta, agora colocar em prática um projeto feito só para ganhar voto, é oooouuuutros 500.

            Curtir

    • O porto alegrense gosta mesmo e de governo populista e corrupto. Gestores que deixem o caixa no azul depôs de 20 anos no vermelho não serve, bom mesmo e viver na ilusão do que encara a realidade. Júnior anda longe de ser exemplo de grande administrador mas perto da turma PT e do moribundo MDB tá okay

      Curtir

%d blogueiros gostam disto: