Prefeitura divulga layout das novas placas de rua de Porto Alegre

imagem205744

No total, serão colocadas 82.478 mil placas de rua em todas as regiões da cidade  Foto: Divulgação/ PMPA

O modelo das novas placas de rua, que começam a ser instaladas nos próximos meses em vias de Porto Alegre, foi apresentado neste domingo, 16, pela prefeitura. A aparência é semelhante às que já são utilizadas na cidade, com algumas novas características, como o nome em que a rua é conhecida popularmente, um breve histórico sobre a origem do nome da rua e espaço para exploração publicitária no topo dos conjuntos de duas placas. No total, serão colocadas 82.478 mil placas de rua em todas as regiões da cidade. “Escolhemos devolver este serviço à população com um modelo de gestão sustentável, a concessão para iniciativa privada, que investe na cidade e ainda traz recursos para a prefeitura. Em poucos dias, vamos assinar o contrato com a empresa Imobi, e as primeiras placas serão instaladas ainda no primeiro semestre deste ano”, explica o prefeito Nelson Marchezan Júnior.

A concessão dos conjuntos toponímicos (placas de rua) faz parte do projeto de mobiliário urbano que envolve ainda abrigos de ônibus e relógios de rua, entregando para a cidade, mediante a parceria com a iniciativa privada, serviços qualificados. Só com a concessão dos relógios e das placas de rua, os cofres públicos terão o ingresso de aproximadamente R$ 100 milhões nos próximos 20 anos.

A Imobi será responsável pela instalação, conservação e manutenção dos equipamentos. Para desenvolver o projeto, a empresa seguiu o modelo conceitual disponibilizado no edital. Todas as placas terão nome completo, uma breve descrição da origem do nome da via, além do número do código de endereçamento postal e a numeração da quadra. Nos 4.412 conjuntos que serão instalados em estruturas próprias, além dos dados citados haverá ainda o nome de como a via é popularmente conhecida.

“A empresa deverá apresentar um plano de implantação para a aprovação da prefeitura. A instalação das novas placas deverá ser feita de forma concomitante na região central e nas áreas mais afastadas, de modo que a população possa perceber a mudança em diferentes pontos desde o começo da instalação”, destaca o secretário municipal de Parcerias Estratégicas, Thiago Ribeiro.

O prazo para instalação de 4.412 conjuntos é de 24 meses. Os outros 36.827, que utilizarão estruturas de casas e postes, deverão ser completamente instalados em 36 meses. O investimento previsto com as novas estruturas é de R$ 9,4 milhões.

Prefeitura de Porto Alegre



Categorias:Arquitetura | Urbanismo, Outros assuntos, Sinalização

4 respostas

  1. Putz, eu achei que ia ter um novo layout, nova fonte… e não o mesmo sem graça de sempre.
    Mas melhor que não ter placa nenhuma.

    Curtir

  2. Começo a leitura e vejo dois dislaikes, esse pessoal é do contra tudo mesmo. Síndrome do carangueijo impera em Porto Alegre

    Curtir

    • Fazer o que Vitório, a Prefeitura gasta R$ 35 milhões em propaganda para convencer sua população da necessidade de implantar um AUMENTO DO IPTU, mas para criatividade na implantação de novas placas, é apenas MAIS DO MESMO. Não se trata de caranguejo, e sim de mostrar o quanto os recursos são mal aplicados, e ainda saliente, não custaria quase nada um novo Lay-out. Veremos agora o quanto “$$$” será a extorsão para os anúncios nas placas publicitárias e o enorme regramento para a LOGOMARCA de quem anunciará. Tenho certeza que será MAIS DO MESMO novamente.

      Curtir

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: