Porto Alegre está preparada para enfrentar o coronavírus


imagem206206O prefeito Nelson Marchezan Júnior e o secretário municipal de Saúde, Pablo Stürmer, apresentaram à imprensa, na manhã desta quinta-feira, 5, o Plano Municipal de Contingência para o Novo Coronavírus (2019-nCov). O anúncio da estratégia de prevenção e enfrentamento ao vírus prepara a Capital especialmente para o período do inverno, quando os quadros de infecção respiratória são mais frequentes.

Segundo Marchezan, a ideia é iniciar um trabalho conjunto de prevenção, comunicação e esclarecimento em relação ao contágio e à transmissão do coronavírus. “Porto Alegre, por ser a capital mais ao Sul, com inverno mais rigoroso durante maior tempo, já tem um desafio sempre maior em relação ao resto do Brasil. O coronavírus é uma infecção respiratória, então nós teremos, de alguma forma, que enfrentá-lo. A todos nós, cabe: comunicar, acalmar e esclarecer. E, se chegar esse momento [de epidemia], que a gente supere com os melhores índices de atendimento possível a nossa população”, afirma.

O prefeito determinou, nos últimos dias, a criação de um grupo de trabalho focado na atenção primária em saúde, que ficará responsável por gerar relatórios de acompanhamento à população. O grupo envolve, além da Saúde, as pastas de Educação, Fazenda, Planejamento e Gestão, Relações Institucionais e Segurança, e representantes da Fundação de Assistência Social e Cidadania (Fasc), Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC), do Gabinete de Comunicação Social, da Procuradoria-Geral do Município (PGM), Procempa e Carris.

Para Marchezan, o principal objetivo, neste momento, é informar, tranquilizar e orientar os cidadãos. “Este é o primeiro movimento, talvez o mais importante durante todo o período de enfrentamento ao vírus, que será o inverno. O segundo é reforçar a comunicação sobre a nossa expansão das estruturas de atenção básica, o que significa que os postos de saúde estão prontos para dar o encaminhamento correto para cada caso”, ressalta.

coronavirus-graphic-web-feature

Imagem: Governo Federal

Prevenção – O secretário Pablo Stürmer salienta que não há circulação viral no Brasil e que a informação é a melhor ferramenta de prevenção neste momento. “Pessoas com febre e sintomas respiratórios que tenham viajado a países com transmissão local do vírus devem procurar uma unidade de saúde não hospitalar para consulta e investigação. Estamos com a rede de saúde organizada para atender à demanda da população”, orienta.

Stürmer explicou os protocolos a serem adotados pela rede pública municipal de saúde em possíveis cenários de casos confirmados (de viajantes e de transmissão local) e progressão para quadro de transmissão sustentada da doença. Lembrou também que já foram adotadas medidas em Porto Alegre para melhorar a comunicação sobre prevenção, para informar a ampliação da capacidade de atendimento de saúde e para envolver outras áreas de serviços essenciais no enfrentamento, como Educação, Fasc, EPTC e Carris.

Histórico – Na capital gaúcha, o primeiro caso suspeito foi identificado no dia 29 de janeiro. Em 7 de fevereiro, a Secretaria Municipal de Saúde apresentou aos hospitais o Plano de Contingência do Vírus. O primeiro caso confirmado de infecção no Brasil foi registrado em 25 de fevereiro. Segundo o Ministério da Saúde, até o momento o Brasil tem quatro casos confirmados de contágio, nenhum deles em Porto Alegre. A Capital tem 54 casos suspeitos em investigação.

O Brasil encontra-se em estado de Emergência de Saúde Pública de Importância Nacional (ESPIN), declarada logo após a Organização Mundial de Saúde também ter emitido o comunicado mundial de ESPIN.

Além da imprensa, também participaram do ato a secretária estadual de Saúde, Arita Bergmann; o secretário municipal adjunto de Saúde, Natan Katz; o representante do deputado federal Nereu Crispom, Nicolas Sanchez; o representante da presidência do Conselho Regional de Medicina do RS, Fabiano Nagel; o presidente do Sindicato dos Hospitais e Clínicas de Porto Alegre, Henri Shazan; a diretora-presidente do Hospital de Clínicas de Porto Alegre, Nadine Clausell; o representante da presidência do Grupo Hospitalar Conceição, Francisco Paz; os secretários municipais Adriano Naves de Brito (Educação), Rafão Oliveira (Segurança), Solon Beresford (adjunto de Segurança), Moisés Gonçalves (interino de Desenvolvimento Social e Esporte), Leandro Balardin (Desenvolvimento Econômico) e Gilberto Bujak (Transparência e Controladoria); a presidente da Fasc, Vera Ponzio; o presidente da Carris, Cesar Griguc; o diretor-geral do Departamento Municipal de Habitação (Demhab), Mario Marchesan; e o diretor-presidente da Procempa, Paulo Miranda; além de diretores e coordenadores técnicos do Estado e do Município e representantes da sociedade civil e entidades.

Prefeitura de Porto Alegre

 

LEIA TAMBÉM:

Doença atingiu adolescente de 13 anos, que reside em São Paulo



Categorias:Pandemia Coronavírus, Saúde

Tags:, ,

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: