Prefeitura proíbe Saint Patrick’s Day em ruas da Cidade Baixa, mas mantém no Moinhos de Vento

SMDE - Dia de São Patrício

Saint Patrick’s Day na Padre Chagas. Foto: Eduardo Beleske/PMPA

A Prefeitura de Porto Alegre informou nesta quarta-feira (11) que adotou novas medidas em relação aos eventos de Saint Patrick’s Day, programados para acontecer na Capital ainda no mês de março. A nova determinação proíbe eventos em espaços públicos no quadrilátero das avenidas Venâncio Aires, Loureiro da Silva, João Pessoa e rua João Alfredo, no bairro Cidade Baixa, até o fim de março. De acordo com a Prefeitura, “as decisões atendem a recomendações da Guarda Municipal e da Brigada Militar, e solicitações de moradores e comerciantes”. Poderão ocorrer somente em estabelecimentos fechados, com alvará de funcionamento e localização.

 

Já no bairro Moinhos de Vento, os eventos ocorrerão normalmente. A única determinação é que o maior deles, na Rua Padre Chagas, será condicionada ao controle de acesso à rua (cruzamentos com a Fernando Gomes e Hilário Ribeiro). O objetivo, de acordo com o poder municipal, é garantir que o público fique dentro da estimativa de até 3 mil pessoas.

Ainda de acordo com a Prefeitura, os proponentes serão responsáveis pela limpeza da via. Mesmo assim, os serviços do Departamento Municipal de Limpeza Urbana (DMLU), da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC) e Guarda Municipal estarão no local para assegurar a ordem, a limpeza e orientar sobre desvios e bloqueios de trânsito. Fiscais da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Econômico (SMDE) coibirão o comércio irregular.

SUL 21

Nota do Blog: Qual a diferença entre as grandes aglomerações do St. Patrick’s Day ?

Ambas são aglomerações de grande porte, tomam as ruas da mesma forma. Qual critério para proteger um público e não o outro?



Categorias:Eventos, Outros assuntos, Pandemia Coronavírus

Tags:, , , ,

14 respostas

  1. Se tranquem em casa o dia do juizo final chegou,todos serão julgados perante o senhor,não há saida é a salvação ou a perdição eterna.

    Curtir

  2. O poder de Estado sempre querendo dar uma de Jesus… Aff!
    Cagada monstra! Pqp..

    Curtir

  3. Em nenhum lugar deveria acontecer essa festa. Definitivamente não é o momento!

    Curtir

  4. Que critério ridículo, absurdo, subjetivo dessa gente!! Aglomeração é aglomeração, oferece os mesmos riscos para qquer pessoa e qquer conjunto de pessoas!!!! O brasileiro ainda não se deu conta da gravidade da situação! Procurem pesquisar, brasileiros, todos, principalmente aqueles que estão tranquilões, o que está ocorrendo na Itália e Espanha! O sistema de saúde desses países implodiu, não há mais leitos para doentes que necessitam respirar com ajuda de aparelhos!! E pq isso não pode chegar nesse nível por aqui?? Por favor, pessoal, vamos tentar não sair de casa ou limitar o contato ao máximo, pelo menos por umas duas semanas!!! Tem que se proibir qquer tipo de aglomeração!!

    Curtir

  5. porto alegre virou uma coisa nada a ver. na atualidade é impossível não concordar que se tornou uma cidade extremamente austera e sem diversão. e ainda perdem tempo tentando investir em turismo::: simplesmente o babado não vai acontecer. pro resto do país não passa de uma cidade triste, conservadora e decadente do interior 😦

    Curtir

  6. Vamos ver se vai ter bomba de gás na Padre Chagas…

    Curtir

  7. O St. Patrick´s Day do Moinhos logo, logo vai ser cancelado também devido ao coronavírus.

    Curtir

  8. Aglomeração de mais de 3 pessoas na Cidade Baixa já é considerado formação de quadrilha.

    Curtir

  9. Essa proibição não muda o fato que as pessoas vão para a cidade baixa do mesmo jeito. A prefeitura sabe disso e todo mundo sabe disso. Como eles não tem nenhuma solução para os problemas do bairro, a estratégia é clara: proibir, se fazer de louco e fingir que não é com eles.

    Curtir

  10. duvido que essa aglomeração termine atraves da tropa de choque ou cavalaria da bm

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: