Revitalização e extensão da orla de Ipanema serão primeira obra viabilizada por decreto do solo criado

Prefeitura desenvolveu o projeto conceitual para orientar a reestruturação do calçadão. Arte SMAMS/PMPA

Publicado nesta terça-feira, 27, no Diário Oficial de Porto Alegre (Dopa), o novo decreto que regulamenta a possibilidade de que a prefeitura aceite obras de interesse público como forma de contrapartida na aquisição do solo criado (Lei Complementar Nº 891/2020). O objetivo é viabilizar que os próprios empreendedores realizem a construção e a revitalização de áreas verdes e espaços públicos da cidade. O primeiro espaço a receber intervenções neste formato já foi definido: a orla de Ipanema.

A Secretaria do Meio Ambiente e da Sustentabilidade (Smams) desenvolveu um projeto conceitual para guiar o processo de revitalização do calçadão de Ipanema, cerca de dois quilômetros de calçada, entre a rua Dea Coufal e o Clube do Professor Gaúcho. A previsão é de que o investimento seja de R$ 2,5 milhões, incluindo melhorias no passeio, adequações para acessibilidade, reparos na ciclovia e instalação de novos mobiliários, como bancos e lixeiras. Também serão instalados equipamentos para ginástica, qualificação dos playgrounds e recuperação dos canteiros centrais. 

Outro atrativo é a inclusão de plataformas multiuso, que avançariam sobre as regiões com faixa de areia mais larga, criando espaços adicionais para realização de eventos abertos, prática de atividades físicas e contemplação. Anexo a elas, vão existir rampas de acesso. O próximo passo para que o projeto se concretize é a assinatura de um termo de alienação de solo criado por contrapartida (TASCC) – modalidade instituída pelo decreto, em que são definidos os cronogramas e demais detalhes – com a construtora interessada em promover esta primeira obra no novo formato. 

Outras obras previstas – O  termo também vai incluir a criação de 500 metros adicionais de calçadão, com abrangência entre as ruas Dea Coufal e Manoel Leão – perímetro pouco acessado atualmente pela falta de estrutura. O investimento estimado é de R$ 3,5 milhões, com diretrizes que preveem conceito semelhante ao proposto para a revitalização do trecho já existente, com amplo passeio, mobiliário urbano, iluminação e incremento da arborização.

Na mesma linha, está prevista a construção de um portal junto à Manoel Leão (rua sem saída), incluindo esplanada que vai conectar o espaço com a extensão do calçadão, além de dar acesso a uma trilha ecológica até o Recanto Natural Sopé do Morro do Sabiá. Neste caso, a execução está prevista a partir de termo de conversão em área pública (TCAP), com aplicação de R$ 1,7 milhão.  A proposta é criar uma trilha linear ao longo do espaço da orla, que sirva tanto para descanso e contemplação quanto para educação ambiental, por meio de painéis explicativos.

Com as novidades, será criada uma conexão entre as ruas Dea Coufal e Manoel Leão (trecho A), com continuação até o Recanto Natural, no sopé do Morro do Sabiá (trecho B). Arte SMAMS/PMPA
As plataformas multiuso vão servir de apoio tanto para eventos quanto para contemplação e práticas de atividades físicas. Arte SMAMS/PMPA

Prefeitura de Porto Alegre



Categorias:Arquitetura | Urbanismo, ORLA

Tags:, ,

29 respostas

  1. Mesmo estas obras simplórias, não andaram?

    Curtir

  2. Projeto bem simples e viável. Lembra muito as ramblas de Montevideo, com excessão das árvores que penso dispensáveis neste local pois certamente irão prejudicar o calçamento. E como nos governos não existe verba para manutenção de obras realizadas, logo o calçamento irá estourar pelas raízes e assim permanecer.

    Curtir

  3. Não entendo nada de estética e arquitetura. Mas considerando que Porto Alegre é uma cidade com espaços públicos tão mal cuidados, a exceção das praças E vias adotadas pela iniciativa privada, não condeno o projeto. Com certeza vai melhorar a orla de Ipanema. O que mais me incomoda sim e que não vejo perspectiva de mudanças são aqueles esgotos sendo despejados neste mesmo local onde a reforma será feita. O mau cheiro, principalmente no verão é sim condenável, mais do que o próprio projeto de reforma.

    Curtir

    • Não há esgotos sendo lançados na orla de Ipanema. O arroio Capivara possui uma contenção junto à orla, onde é desviado para o sistema de captação que deságua na estação de tratamento da Serraria. Passe a pé no calçadão e você poderá verificar como funciona o sistema. O mau cheiro decorre de uma obra de drenagem mau executada na rua Gávea, mas que só deságua no Guaíba quando há chuva com volume muito excessivo.

      Curtir

      • Bom, não é novidade então. Parece que grande parte das obras nesta cidade são mal executadas. De qualquer forma, o mau cheiro existe, bem como percebi que havia drenagem de esgoto, seja pluvial ou não, para dentro do Guaíba.

        Curtir

  4. Inspiração na arquitetura Maia

    Curtir

  5. Eu concordo que o projeto seja pobre, não precisa ser assinado pelo Jaime Lerner de novo (até pq nem temos dinheiro pra isso) mas podia pelo menos seguir o mesmo padrão de iluminação

    Curtir

    • Luke, esses postes de iluminação foram instalados em Ipanema há uns quatro ou cinco anos, no máximo. Eles substituíram um modelo antigo bem comum. Pessoalmente eu gosto dessa iluminação em forma de pêndulo, ilumina bem a areia.

      Curtir

  6. Impressão minha ou o pessoal acha que está morando em uma cidade de primeiro mundo que não tem outros maiores problemas (educação, saúde, segurança, tratamento de esgoto)?

    É só um projeto de orla pra uma praia que não tem beleza quase alguma. Não vai ser chamando o maior arquiteto do mundo que transformará o lugar num Rio de Janeiro. Relaxem.

    Curtir

    • Em tempo: isso não quer dizer que a cidade é decadente ou outra coisa. Só quer dizer q a régua de vocês está muito aquém da realidade. Em resumo, estão assistindo muita televisão.

      Curtir

    • É isso aí. Aposto que a maioria que as pessoas que reclamam sequer cuidam da calçada na frente das suas casas. A mesma coisa acontece com o transporte, acham que se não for metrô não serve. A prefeitura está sendo criativa, vai fazer uma melhoria a custo zero para a cidade. Achei ótimo.

      Curtir

  7. A estética dessa obra é dos anos 70, igual a imensa maioria das paradas de ônibus da capital.
    Essa padronização ao nível “pelo menos fizeram algo” é o que mantem a aparência de uma cidade estagnada. POA pode muito mais.

    Curtir

  8. Um horror arquitetônico. Mas considerando que essa cidade é tosca e decadente, dá até para comemorar que algo será feito (supostamente, só acredito na inauguração).

    Curtir

    • Porque é decadente? Explica.

      Curtir

      • Uma cidade de 1,5 milhão de habitantes onde a única atração em condições de uso é a orla do Gasômetro. Olha o estado lastimável dos demais parques (Redenção completamente abandonada) e espaços públicos. Museus vivem a míngua, sem recursos e esvaziados. Prédios públicos que poderiam ser atrativos sucateados ou fechados. Essa mania do gaúcho achar que mora em um pedacinho da Europa é que mantém tudo atrasado. É uma cidade feia e sem atrativos, com um bom potencial que não é explorado. Essa obra é o retrato disso, algo que já deveria ter sido feito a 30 anos, mas agora será feito de qualquer jeito e a galera acha que tá bom já que não tem nada melhor.

        Curtir

    • menos, muiiito menos! A cidade já teve momentos de maior prosperidade mas também de muito maior decadência comparado com hoje. Tosco é esse exagero em forçar a barra.

      Curtir

  9. Projeto acanhado e tosco. Combina com a decadência da cidade.

    Curtir

    • Não acho que a cidade esteja decadente. Mas concordo que o projeto é tosco. No mínimo deveria seguir o padrão do restante da orla que atualmente está em obras. Não digo igual, pois a faixa de areia é mais estreita, mas minimamente de acordo com esse padrão.

      Curtir

      • O contrário de decadente é próspero. Cite exemplos de como a cidade está prosperando? Porque nos últimos anos até manutenção básicas em paradas de ônibus, tapar buraco, colocar relógios, lixeiras e placas com nome de rua virou grande feito. Não vou nem citar os grandiosos projetos que nunca saíram dos renders, pois este mesmo site já fez o favor esses dias.

        Curtir

        • Não acho que seja assim. Ela não é uma cidade próspera mas não é decadente também. Principalmente devido a ação da iniciativa privada ainda temos alguns avanços na cidade. Por isso não concordo com o termo decadente. Estamos no meio termo. Dizer que ela é decadente é simplesmente exagerar. Mas tudo bem entendo o sentido que tu quis dar.

          Curtir

          • Ok, estagnada é o termo então. Podiam entregar essa obra de Ipanema à iniciativa privada então, em troca de colocar uns quiosques de lanches/bebidas à disposição da população ou algo do gênero, com tem em várias praias. Poderiam também colocar um pier de madeira, adentrando a água, com restaurante ou barzinho, talvez com atracadouros para embarcações pequenas.

            Curtir

        • Impressão minha ou o pessoal acha que está morando em uma cidade de primeiro mundo que não tem outros maiores problemas (educação, saúde, segurança, tratamento de esgoto)?

          É só um projeto de orla pra uma praia que não tem beleza quase alguma. Não vai ser chamando o maior arquiteto do mundo que transformará o lugar num Rio de Janeiro. Relaxa.

          Curtir

          • Justamente por não ser bonita que precisa de investimento pra se tornar atrativa. Se o lugar é bonito, as pessoas irão tendo infraestrutura ou não. Se é feio e sem infra, pra que sair de casa?

            Curtir

  10. Geeeente, por que as coisas não conseguem ser de uma estética moderna em POA?
    É tudo sempre muito básico e o preço pago muitas vezes é igual ao que seria mais moderno.
    Minha impressão é que se faz de qualquer jeito…
    Poderiam ter feito algo mais orgânico, como na orla… mas enfim, muito dirão que o que importa é fazer, mesmo que seja de qualquer jeito…

    Curtir

  11. Projeto bagaceiro e barato pra um dos trechos de orla mais importantes da cidade.

    Curtir

  12. Louvável, apesar de não ter generosidade estética.

    Curtir

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: