Prefeito reforça integração no processo de concessão do Parque Harmonia e da Orla

Vista área do Parque da Harmonia e parte do Trecho 1 da orla. Foto: Jefferson Bernardes/PMPA

O prefeito Sebastião Melo recebeu, na manhã desta quarta-feira, 14, no Paço Municipal, representantes do Consórcio GAM 3 para tratar da concessão do Parque Harmonia e do trecho 1 da Orla do Guaíba. De acordo com o edital, o prazo final para a entrega da garantia financeira pela concessionária, documentação que ainda está pendente, é 21 de janeiro.

Os empresários apresentaram a proposta de investimento na revitalização do parque e na gestão dos dois espaços públicos. Conforme o diretor-presidente do Consórcio GAM 3 Parks, Vinícius Garcia, o plano executivo com o cronograma das intervenções será apresentado até o final de fevereiro. “Estamos aqui para compor e melhorar as estruturas, trazendo a população de Porto Alegre em segurança para o parque”, afirmou.

Melo reforçou a importância de o investimento dialogar com os espaços urbanos do entorno. “A integração do parque com a orla trará um potencial turístico importante, fortalecendo a economia. É fundamental que os espaços permaneçam à disposição dos moradores ao longo do processo e que haja uma governança envolvendo o parque”, defendeu o prefeito, que determinou o agendamento de uma reunião na próxima semana com representantes do Movimento Tradicionalista Gaúcho (MTG), integrantes do Acampamento Farroupilha e Sindicado Rural. 

A reunião também teve a participação do vice-prefeito Ricardo Gomes; dos secretários municipais de Planejamento e Assuntos Estratégicos, Cezar Schirmer; de Parcerias, Ana Pellini; e de Meio Ambiente, Urbanismo e Sustentabilidade, Germano Bremm; e do procurador-geral do Município, Roberto Rocha; além da equipe do consórcio e técnicos do Município. 

Concessão – Prevê cerca de R$ 280 milhões em investimentos na revitalização do Harmonia e na manutenção do parque e do trecho 1 da Orla do Guaíba ao longo de todo o contrato. A parceria com o setor privado, pelo período de 35 anos, inclui a realização anual do Acampamento Farroupilha e o ingresso de R$ 201 mil nos cofres públicos, além de 1,5% do faturamento anual obtido pela concessionária com a exploração dos dois parques ao longo de todo o contrato.



Categorias:concessões, ORLA, Orla Moacyr Scliar, Projeto de Revitalização da Orla

Tags:, , ,

2 respostas

  1. Esse acampamento Farroupilha deveria acontecer lá na expointer.

    Curtir

  2. e o trecho 2 ninguém fala mais nada.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: