Revitalização da Fonte Talavera será entregue em 60 dias

A revitalização do Centro Histórico é uma das prioridades do governo Melo. Foto: Cesar Lopes/PMPA

Começou nesta terça-feira, 9, a revitalização da Fonte Talavera de la Reina e o entorno dela, a Praça Montevidéu, localizada em frente a Prefeitura de Porto Alegre. O prefeito Sebastião Melo acompanhou o início dos trabalhos.

“O gestor tem que ter alma de artista. Embelezar a cidade é elevar a alma da cidade e a Fonte Talavera é um importante cartão postal de Porto Alegre. Externo o nosso reconhecimento e agradecimento aos parceiros que assumiram está revitalização em frente ao Paço Municipal. Que está obra estimule outros parceiros empreendedores da cidade” – Prefeito Sebastião Melo.

A obra foi doada pelo Grupo Zaffari e a Incorporadora e Construtora Melnick. Serão investidos pelas duas empresas aproximadamente R$ 200 mil para a reforma do espaço. A previsão é que a obra seja concluída em aproximadamente 60 dias. Serão executados o reposicionamento do gradil existente, a substituição da Pedra Portuguesa ao redor da fonte e do ladrilho hidráulico deteriorado, um novo paisagismo, pintura de seis refletores e dois postes de iluminação, entre outros serviços. 

“A Melnick tem como uma das missões o olhar para a cidade. Quando vimos essa questão no Centro Histórico, local que é um cartão postal da cidade tão degradado, entendemos junto com a Companhia Zaffari que seria interessante, dentro dessa força que temos, contribuir para a cidade fazendo essa recuperação da Fonte”, explicou a gerente de lançamentos da construtora, Claudia Lima. 

O termo de doação foi assinado pelas duas empresas na semana passada e a obra agilizada para começar hoje. “A Fonte Talavera é um ponto histórico e vale a intenção de começar por ela um processo de revitalização que nos próximos anos será realizado com a participação das empresas, dos empreendedores e da própria população”, diz o diretor do Grupo Zaffari, Claudio Zaffari.

Para o secretário de Planejamento e Assuntos Estratégicos, Cezar Schirmer, esta revitalização é um grande marco no projeto da gestão de qualificar os espaços do Centro Histórico. “Este é um patrimônio não só da Capital como do Rio Grande do Sul, que infelizmente acabou se degradando ao longo de décadas. Agora, vamos ter a oportunidade de devolvê-lo aos porto-alegrenses”, enfatizou.

Mais doações: O chamamento público aberto pela Secretaria Municipal de Parcerias (SMP), em fevereiro, ainda prevê a reforma das escadas da entrada do Paço Municipal e a calçada do entorno. Até o dia 31 de março, outros interessados poderão contribuir com o Município na realização das melhorias que ainda dependem de doação. As propostas podem ser encaminhadas pelo e-mail parcerias@portoalegre.rs.gov.br, com o preenchimento da ficha disponível no edital e a documentação especificada.

As doações serão aceitas com base na cronologia de apresentação da intenção de doar. Como contrapartida, o poder público poderá autorizar a inserção do nome do doador na obra coberta por ele ou de material de divulgação, no caso de empresas, obedecendo às restrições legais aplicáveis a cada situação.

“ A parceria entre o público e o privado é o caminho para termos espaços de maior qualidade na cidade. Queremos estimular que cada vez mais empresas, instituições e a sociedade civil possam se engajar nesse projeto e auxiliar o município na construção de uma Porto Alegre melhor para todos”, afirmou a secretária de Parcerias Ana Pellini. 

Estiveram presentes também o diretor do Grupo Zaffari, Claudio Zaffari, o assessor técnico da Área de Expansão do Grupo Zaffari, Garipô Selistre, e o diretor de contratualizações da SMP, Pedro Meneguzzi. 

Prefeitura de Porto Alegre



Categorias:Revitalização do centro

Tags:

6 respostas

  1. ta sobrando dinheiro, coisa boa uma economia assim, é um orgulho mesmo

    Curtir

  2. Ainda sonho com isso se repetindo com o viaduto Otavio Rocha, quem sabe com a Av Borges inteira hehehe

    Curtir

  3. Esses dias passei pela calçada da prefeitura na Borges. Péssimas condições. Deu vontade de abrir protocolo no 156 para fiscalização… Isso sem contar no estado das calçadas na rua da Praia. Nunca, mas nunca esteve tão ruim. Não é a toa que a prefeitura não fiscaliza mais calçadas pela cidade.

    Curtir

  4. Eu sou muito grato pela reforma da fonte.
    Entretanto queria aproveitar o ensejo e questionar o pessoal dos bastidores se existe alguma previsão de revitalização da Rua da Praia entre dr. Flores e rua da ladeira?

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: