Porto Alegre irá privatizar linhas de ônibus turísticos

Linha Turismo – Foto: Gilberto Simon – Porto Imagem

As linhas de ônibus turísticos de Porto Alegre serão desestatizados. O anúncio foi feito pelo secretário de Desenvolvimento Econômico e Turismo da capital gaúcha, Rodrigo Lorenzoni, que estimou que o início das licitações deve ocorrer em até 10 dias.

Atualmente, existem duas linhas turísticas de ônibus sob gestão estatal em Porto Alegre, uma com um City Tour pelo Centro Histórico e outra Zona Sul da cidade. Com a concessão do serviço, a expectativa do secretário Lorenzoni é que as linhas sejam expandidas em breve.

“Porto Alegre vem sendo procurada por uma série de empreendedores e agora, com o período de retomada, eles estão entusiasmados e aguardam pela regulamentação e participem das licitações”, destacou Lorenzoni.

“A pandemia nos deu um sacode que serviu para que olhássemos onde haviam desaparecidos os empregos do Rio Grande do Sul e a cadeia turística foi a mais afetada. Por isso, estamos moldando a capital para consolidá-la como destino”, concluiu.

Panrotas



Categorias:TURISMO

Tags:,

1 resposta

  1. Se houver interesse privado nao vejo problema a chance de que o serviço melhor é grande pois a área de turismo costuma necesitar de fazer parcerias que a estrutura estatal é muito rigida e nem sempre consegue atender a essa necessidade mercadologica coma a gilidade e flexibilidade que se exige.

    Agora se nao houverem interessados e a prefeitura abandonar a linha ai sim é uma pessima ideia.

    Curtir

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: