Escada rolante do Viaduto Utzig passa por reforma para reativação após 10 anos parada

Equipamento está interditado há mais de dez anos e deve ser liberado em 90 dias
Foto: Cristine Rochol/PMPA

A prefeitura iniciou nesta quarta-feira, 24, a reforma de uma das escadas rolantes do Viaduto José Eduardo Utzig, no bairro São João. O equipamento está interditado há cerca de dez anos e será reativado. O prazo para conclusão dos serviços é de 90 dias e o investimento, de R$ 500 mil.

A interdição ocorreu em 2010, quando, durante um acidente de trânsito, um veiculo invadiu a área do viaduto, danificando a estrutura da escada rolante. “São mais de dez anos desta estrutura paralisada por conta da burocracia judicial que envolvia a restituição dos valores. Por fim, após o trabalho da nossa Coordenação de Manutenções Prediais e demais órgãos envolvidos, iniciamos a reforma para devolver o equipamento à população”, destaca o Secretário de Obras e Infraestrutura, Pablo Mendes Ribeiro. 

O Viaduto José Eduardo Utzig, localizado no cruzamento das avenidas Dom Pedro II e Benjamin Constant, conta ainda com outro equipamento de escada rolante e dois elevadores, ambos recém-reformados e em pleno funcionamento. Após a reforma, o equipamento será imediatamente reativado.

Prefeitura



Categorias:Abandono, Arquitetura | Urbanismo, Meios de Transporte / Trânsito, Restaurações | Reformas

Tags:, ,

4 respostas

  1. Arrumar a escada parada há 10 anos conseguem, mas limpar o viaduto pichado não conseguem. Repito: a cidade que não faz manutenção, só faz revitalização.

    Curtir

    • Perfeito comentário. Sim, o que mais falta é manutenção. A rótula da Carlos Gomes com a Nilo está no mesmo estado de abandono. Tem mato crescendo nas escadarias, um elevador que parece totalmente quebrado, paredes pichadas… Está vergonhoso!

      Curtir

  2. Vemos como algo super positivo claro, e nos dá prazer ver que ufa há uma administração municipal fazendo as coisas acontecer e acontecer de forma correta, com atenção às necessidades da cidade e de sua população. Quanto a reforma em si gostaríamos de ver coisas extras como aplicação de tinta anti-pichação para ajudar na conservação estética dessa megaestrutura; a troca da cobertura feita com material melhor tanto em termos durabilidade como de padrão estético; e por favor a instalação obrigatória se já não foi feita né, de estrutura de proteção física contra a invasão/choque de veículos para evitar novamente esse tipo de dano que causou tanto transtorno, porque ninguém merece.

    Curtir

    • Boa.

      Só dois apontamentos: ali já tem tinta anti pichação, porém não foi feita a limpeza. E o negócio das escadas, me cheira a desculpa esfarrapada, já que há duas escadas que foram desativadas ao mesmo tempo, cada uma de um lado do viaduto.

      Curtir

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: