Novos deques do Mercado Público são entregues à comunidade

Foto: Giulian Serafim / PMPA

Exatos 26 dias após o início das obras, os novos deques externos do Mercado Público de Porto Alegre foram entregues à comunidade. O espaço, agora mais bonito e revitalizado, apresenta uma proposta moderna que prioriza fatores como acessibilidade e higiene. Na manhã desta terça-feira, 1º, as instalações foram vistoriadas pelo prefeito em exercício, Ricardo Gomes, e pelos secretários Cezar Schirmer (Planejamento e Assuntos Estratégicos) e André Barbosa (Administração e Patrimônio).

Os deques originais foram construídos em 2012. Sua manutenção ficou a cargo dos mercadeiros, porém, com o passar do tempo, o vandalismo se tornou frequente no local. Por esse motivo, em 2021, um grupo de permissionários apresentou a proposta de revitalização, que foi aceita pela Prefeitura de Porto Alegre. “O Largo Glênio Peres, espaço nobre da cidade, estava desvalorizado com o antigo deque. Essa reforma resgatou a beleza do Mercado Público, proporcionando um ambiente bonito e agradável para as pessoas”, diz o prefeito em exercício.

A modernização é uma iniciativa conjunta da prefeitura e de permissionários do Mercado Público. O poder público assumiu a retirada dos deques antigos e a posterior reativação do chafariz do largo. Coube aos mercadeiros o custeio da instalação das novas estruturas (projeto e execução da obra). “Uma iniciativa meritória de pessoas empenhadas em dar a sua contribuição. Estamos trabalhando em diversas frentes e o resultado disso será um Mercado à altura das expectativas da população ainda no ano em que a Capital comemora os seus 250 anos”, afirma o secretário de Planejamento e Assuntos Estratégicos e coordenador do programa Centro+, Cezar Schirmer.

O secretário de Administração e Patrimônio, André Barbosa, destacou que todos os investimentos realizados no Mercado Público são uma forma de resgate histórico da cidade. “A cidade merece ter uma das suas maiores referências modernizada estruturalmente e administrativamente”, ressalta. Também estiveram presentes, a procuradora Jacqueline de Oliveira do Couto e Silva; a presidente da Associação do Comércio do Mercado Público (Comepc), Adriana Kauer; e o diretor do Mercado, Ronaldo Gomes.

Mais moderno e atrativo – O investimento, de cerca de R$ 165 mil, foi dividido entre oito estabelecimentos: Padaria do Mercado; Restaurante Castelo; Restaurante Havana; Panamericano Café; Restaurante Metrô; Padaria Copacabana; Restaurante Pires e Lotérica Sulista. Os permissionários também conseguiram, junto à Coca-Cola Femsa, 80 jogos de mesas e cadeiras, que irão padronizar o mobiliário dos novos deques.

Assinado pelos arquitetos Leonardo Barden e Priscilla Reis e executado pela empresa Soares Rilho Construções e Engenharia (clique e acesse mais imagens), o projeto de revitalização dos deques promoveu acessibilidade e garantiu melhores condições de limpeza e manutenção, dois dos principais problemas enfrentados com as estruturas antigas.

“O novo ambiente proporcionará mais conforto aos nossos clientes a facilitará o nosso trabalho. Esperamos atrair novos fregueses, pessoas que não costumam consumir no Mercado Público”, diz Graziela Brasil, comerciante que integra o grupo dos permissionários que investiram na reforma.

Áreas de convivência – Visando garantir durabilidade ao novo ambiente, madeira foi substituída por 70 toneladas de concreto de alta resistência. Todos os deques contam com rampas de acesso e o piso recebeu a aplicação de resina antiderrapante de alta performance, dando a segurança necessária a usuários que possuam dificuldades de locomoção. Os ombrelones foram consertados, contando agora com novas lonas e estruturas de metal restauradas.

A principal mudança conceitual, no entanto, está na integração das áreas de convivência. No novo leiaute, o cercamento ocorre por meio de floreiras de concreto e cordas. Não há mais a separação antes existente na parte interna, o que possibilita o uso mais democrático dos espaços. Os trabalhos incluíram, ainda, a instalação de nova infraestrutura de tubulação, de nova fiação elétrica, de calhas entre os módulos dos toldos e de 28 novas luminárias.

Mais fotos:

Link: https://prefeitura.poa.br/smpae/noticias/novos-deques-do-mercado-publico-sao-entregues-comunidade



Categorias:Arquitetura | Urbanismo, Modernização Mercado Público

Tags:,

5 respostas

  1. a versão antiga, de deks de madeira fechados era bem agradavel aos olhos.

    Mas nao podemos esquecer que ali é o centro de poa, paredes fechadas sao banheiro quando nao estão em uso. Por sua vez tambem serviam de esconderijo para bandido, motel, dormitorio…

    Esse conceito amsi aberto ainda que nao seja lindo está bem bonito e mais condizente com o local, cidade e pais em que se situa, nao podemos pedir pelo ideal quando nao temos como ter-lo.

    Curtir

  2. Quando irão privatizar a Trensurb?
    Inclusive, se alguém for lá algum dia, repare nas “artes” e quadros nas paredes.

    Curtir

  3. Com certeza está bem melhor! A meu ver vai se destacar mais quando a pintura da fachada, que serve como pano de fundo, for refeita. Gostaríamos de ver imagens desse novo deck à noite, pois parece que as luzes instaladas lhe darão um toque bem especial. Dentre as melhorias do entorno, gostaríamos de ver a retirada do terminal de ônibus e as paradas primitivas, com refeitura de calçadas em nível de urbanismo qualificado. No espaço então livre seria bacana a volta da praça original que ali existiu há muitos anos e que pelo registro fotográfico histórico, tinha um bonito paisagismo. Sob tal praça poderia haver um aproveitamento subterrâneo, talvez para terminal, talvez para estação de metrô de Porto Alegre, talvez para mais lojas do mercado algo novo com padrão moderno nível europeu. Enfim, a meu ver melhorias do entorno do Mercado é algo relevante e que sendo feitas vãoi fazer diferença positiva para a transformação desse marco da cidade de Porto Alegre.

    Curtir

  4. ficou com cara de sujo, no render era melhor, parecia um passeio de Barcelona kkkkkkk

    a versão antiga trazia o contraste da madeira com o piso, essa versão concreto suja parece mais a estrutura de um viaduto.. talvez se o jardim crescer isso mude

    Curtir

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: