Prefeitura aprova projeto para implantação de oito quiosques no trecho 1 da Orla

Estimativa é que a implantação dos novos equipamentos ocorra já a partir de abril
Arte/SMAMUS/PMPA

Depois da aprovação da instalação da roda-gigante, a orla passará a contar também com quiosques nos oito platôs do trecho 1 da Orla Moacyr Scliar.

O prefeito Sebastião Melo aprovou nesta segunda-feira, 28, o projeto de execução dos quiosques, a cargo da GAM3 Parks, concessionária responsável pelo trecho 1 e pelo Parque Maurício Sirotsky Sobrinho (Harmonia).  

A estimativa é que a implantação dos oito quiosques ocorra já a partir de abril. O projeto recebeu aval do escritório de arquitetura Jaime Lerner, arquiteto responsável pela revitalização da orla.

Arte/SMAMUS/PMPA

“Devido à grande circulação de pessoas, em especial nos finais de semana, quando o local recebe em média 60 mil pessoas, constatamos a necessidade de mais equipamentos comerciais para dar suporte ao público que consome na orla”, explica o secretário do Meio Ambiente, Urbanismo e Sustentabilidade (Smamus), Germano Bremm.

O objetivo é modernizar, padronizar e tornar o espaço ainda mais atrativo aos frequentadores. “Ao longo de 2022, criaremos ações com o intuito de atender as demandas dos usuários, trazendo mais opções regularizadas de alimentação e descanso, melhorando o padrão visual de quem atua na orla. A primeira são os quiosques”, destaca Carla Deboni, diretora administrativa da GAM3 Parks. A arquitetura dos quiosques é modular, sustentável e não gera impacto construtivo.

Ainda não há definição de quais operadores serão habilitados. A proposta é oferecer um mix diversificado e que não gere concorrência com os bares já instalados.

Mais imagens:



Categorias:Arquitetura | Urbanismo, ORLA, Orla Moacyr Scliar

Tags:, ,

14 respostas

  1. Meu Deus…. morro e não vejo tudo!!! depois de tanto planejamento, trabalho, projeto….. tenho que assistir… “a volta das barraquinhas” na orla !!! Os “PUXADINHOS”…paraeces estar no DNA de porto Alegre. Pelo amor de Deus, repensem isto! Existe mil outras soluções !!! Porque POA fica sempre com ” o mais simplório” ????

    Curtir

  2. As “prateleiras de concreto” realmente são subutilizadas por que nao tem atrativo nenhum como bancos ou sombra. A escolha de colocação de quiosques ali não é ruin, o problema é essa aparencia de banquinha montada para festival temporário, destoando totalmente do restante da orla, atrapalhando a passagem que fica apertada em finais de semanas sem nenhum objeto.
    Creio que quiosques esteticamente adequados e colocados nos mirantes, nao no passeio viram bem sim! imagine que maravilha sentar-se a sombra de guarda sóis e pedir uma bebida tendo uma vista diferente dos bares logo a baixo, porem tao boa quanto.

    Curtir

  3. Então… O layout desses tais quiosques em termos estéticos é realmente medíocre e essa janela de abertura frontal, sem comentários por favor! Precisamos sempre cobrar em nossos comentários para que arquitetos com gabarito assinem os projetos de estruturas públicas e edifícios dessa cidade. Nesse caso concreto com certeza poderia ser feito algo muuuiiitttooo melhor, mas agora que vão fazer isso aí, ao menos servirá para dar margem maior para cobrar a prefeitura quanto a fiscalização do espaço e a proibição de comércio ambulante por meio daqueles carrinhos e suportes bizarros, que destoam com a estrutura mara com que o grande Jaime Lerner brindou a capital gaúcha.

    Curtir

  4. Quando eu falo “Porto Alegre sendo Porto Alegre” acham ruim…

    Em Copacabana, que fazem mais de 10 anos que não vou, os quiosques são muito modernos, futuristas, de vidro, arquiteta moderna…
    Por que Poa não consegue fazer algo nesse nível?
    Tudo parece ser bem “comum”!

    Eu sinto por ser porto-alegrense e amar muito a cidade!

    Queria ver algo mais moderno, revolucionário, algo que condiz com o tempo em que vivemos!

    But…

    Curtido por 1 pessoa

  5. Os quiosques são feios, mas a necessidade existe.
    Hoje, a orla fica ocupada com carrocinhas e barracas mambembes que são muito mais feios que a proposta.

    Curtir

  6. Quando é para ganhar dinheiro, a concessionária se mexe rapidinho. Mas alguma manutenção além de limpeza mínima, já fez?

    Curtir

  7. Totalmente desconexo com a concepção arquitetônica e urbanística da Orla, sem contar que vai atrapalhar bastante a circulação de pessoas (que já é apertada nos finais de semana).

    A empresa deveria se preocupar em cortar a grama, limpar a sujeira impregnada no concreto e recuperar trechos do gramado que não existem mais.

    Curtir

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: