South Summit mexe com a autoestima de Porto Alegre

South Summit Brazil 2022 – Porto Alegre – Foto: Gilberto Simon

O South Summit, evento mundial que aproxima startups, grandes empresas, investidores e o ecossistema de inovação, que acontece até essa sexta-feira, 6, no Cais Mauá, arrebatou Porto Alegre. Mais de 10 mil pessoas circularam por dia pelos pavilhões A4, A5 e A6, que receberam melhorias. No total, cerca de 500 palestrantes falaram em cinco palcos simultâneos.

O evento impactou diretamente a economia da cidade, tanto para os setores ligados ao turismo, como para empresas e startups locais que podem receber grandes investimentos internacionais.

A fundadora do South Summit, a espanhola Maria Benjumea circulava pelos paralelepípedos do Cais sorrindo à toa. “Soy gaúcha total”, exclamava. Não é para menos, os ingressos ficaram entre R$ 100 a R$ 5 mil, com diferentes níveis de acesso às áreas do evento.

O evento tinha, ainda, dezenas de pequenos bares, cafeterias, que pagaram para estar lá, além de estandes de diversos tamanhos de empresas que mostravam suas inovações e produtos. É uma mina de ouro.

South Summit Brazil 2022 – Porto Alegre – Foto: Gilberto Simon

Como plataforma de conexão entre startups, empresas e fundos de investimento globais, o South Summit nasceu em Madri em 2012. Como South Summit Brazil, pela primeira vez o evento é realizado fora da Europa.

O destaque é a competição de startups, que teve mil projetos inscritos de 76 países, com 50 finalistas, incluindo 17 gaúchas, sendo dez porto-alegrenses. A capital gaúcha tem mais de 400 startups, parques tecnológicos e hubs de inovação que a tornam uma importante referência no assunto no país.

Os textos de divulgação informam que cerca de 25 mil startups participaram em todas as disputas. O valor de US$ 8,8 bilhões já foi investido em finalistas das edições anteriores, dos quais seis projetos se tornaram unicórnios (expressão reservada àquelas raras startups que atingiram o valor de mercado de US$ 1 bilhão) e outros 46 foram vendidos. Além disso, os finalistas das edições anteriores alcançaram mais de US$ 6 milhões em investimentos.

Networking

No pavilhão Marketplace, estandes de serviços e exposições ofereceram experiências e produtos. Esse é o ponto forte do South Summit: networking. Todos os participantes estão em busca de negócios, parcerias, investidores, compra e venda, com um ponto em comum: inovação, tecnologia e sustentabilidade.

South Summit Brazil 2022 – Porto Alegre – Foto: Gilberto Simon

Os temas das palestras foram atualíssimos, como competição de startups, blockchain, tokens, semicondutores, Inteligência Artificial, futuro da robótica, cidades inovadoras e o futuro da indústria no Brasil. No entanto, o número alto de palestrantes provocava situações como quatro speakers – anglicismo do momento -, com o tempo de fala total da reunião de 30 minutos. O mundo digital é pós-moderno.

Para agravar a situação, os armazéns, tanto tempo abandonados, apresentaram problemas sérios de acústica. Além disso, nos grandes espaços, ao lado das palestras, circulavam muitas pessoas, além dos bares e cafés por todos os lados. Só quem estava nas cadeiras em frente ao palco conseguia ouvir bem.

Para completar, alguns espaços para assistir as palestras eram pequenos em relação ao número de interessados. No primeiro dia, em determinados locais, muitas pessoas ficaram do lado de fora, na chuva, tentando ouvir alguma coisa.

Porto Alegre se ressente da falta de um Centro de Eventos de nível internacional. Os armazéns do Cais estavam abandonados e sofreram pequenas reformas. O local ainda carece de muitas adaptações para se tornar um Centro de Eventos. O South Summit é realizado uma vez por ano no La Nave, um ginásio para 20 mil pessoas em Madri.

Claro que tem o lado lúdico do Cais Mauá, com o lago Guaíba, pôr do sol, os bares e restaurantes do Embarcadero. Pode tornar-se um espaço público para grandes eventos durante todo o ano, se for aproveitada também a área das docas até as proximidades da rodoviária. Para isso, precisa de uma decisão política e investimentos.

O futuro do Cais Mauá está em plena discussão pública e existem duas propostas: uma, defendida pelo setor imobiliário, com torres comerciais e residenciais, com cerca de 900 apartamentos, hotéis, que lembra o cais de Hong Kong. E outra, defendida por entidades que integram o movimento em defesa do Cais, um projeto de revitalização.

Matéria: Jornal Já – https://www.jornalja.com.br/economics/south-summit-mexe-com-a-autoestima-de-porto-alegre/

Fotos: Gilberto Simon / Porto Imagem



Categorias:Eventos, South Summit 2022

Tags:

12 respostas

  1. Uma coisa é se inspirar em algum ícone e criar algo diferente e original a partir disto.

    Outra bem diferente é imitar um ícone que já é mundialmente conhecido e que já é ligado a um determinado lugar. Aí não cai bem…

    Curtir

  2. Se já foi um sucesso, imaginem como seria se o Cais já estivesse todo reformado como deveria e se houvesse: um centro de eventos a beira do Guaíba (tem local grande o suficiente perto da rodoviária para algo do porte); um VLT da Rodoviária até o Barra Shopping; uma ciclovia larga junto ao Cais, Trensurb aterrado da rodoviária até o mercado público… Nada impossível de fazer! A exceção do Trensurb que seria uma obra que daria um transtorno maior para os usuários, o resto não impactaria tanto na rotina da cidade.

    Curtir

  3. Todos sabem o nome da cidade. Não precisar pixar o morro…

    Curtir

    • Pois eu adorei a ideia. Torcendo pra que vire realidade. E melhor, luminoso pra que se veja a noite !

      Curtir

      • Exato Gilberto,

        DE BAIXO PARA CIMA , será a visualização de quem está na cidade mirando o morro e admirando o letreiro luminoso que será o cartão postal da capital.

        DE CIMA PARA BAXIO, será a contemplação de quem está no morro visualizando a cidade no seu horizonte, tendo em vista que ja falamos antes de haver infraestrutura com bares, restaurante PANORAMICO, estacionamento, e linha de turismo no topo do morro.

        Em resumo, a obra não fica apenas no letreiro e sim na infra construída no Morro para visitação

        Curtir

  4. Ha muitos anos atrás nem se falava neste assunto do letreiro, eu ja havia feito um modelo. Creio que faz quase 10 anos isso.
    Aqui o modelo que eu fiz sobre foto de minha autoria:

    Curtir

    • Ficou interessante, mas pessoalmente eu sou contra qualquer iniciativa que imite uma marca já reconhecida, como é o caso de Hollywood. Prefiro então o letreiro na chaminé do Gasômetro, de alto a baixo.

      Curtir

    • Exato Gilberto, muito bom o teu trabalho.

      Como meu ramo é Telecomunicações, conheço bem o Morro da Policia, e existe a melhor vista da cidade, coisa que pouquissimos Porto Alegrenses conhecem por não haver uma infra estrutura decente e divulgação para visitação.

      Porém na minha opinião o não bastaria apenas o letreiro gigante luminoso,
      necessitaria de infraestrutura com um investimento para criação de uma estrada asfaltada, bares, restaurante panoramico para as pessoas usufruírem do espaço.

      Investimento esse que seria rapidamente revertido, pois seria um ponto turistico que ate mesmo a linha de ônibus de turismo da cidade poderia ser acrescido , sem contar centenas de carros em estacionamento e bares para consumo, como fizeram na Orla, algo semelhante.

      Enfim, temos que explorar a cidade e buscar recursos.
      ACORDA PORTO ALEGRE

      Curtir

      • Obs: Se as pessoas já acham o máximo os restaurantes em container do cais Embarcadero com vista
        para o Guaiba,
        Fico imaginando elas pirando com os container instalados na beira do barranco lá no alto com um plataforma cheio de restaurantes admirando toda cidade, além do Guaiba …
        Só quem já foi lá sabe como é bonito o visual

        Curtir

      • Sim, concordo contigo. Eu ja fui la em cima, mais de uma vez. Com certeza seria uma ótima alternativa de ponto turístico. A vista la de cima é muito boa. Com um estrutura adequada, seria ótimo.

        Curtir

  5. Bom dia,
    Eu conheco todos os lugares de Porto Alegre e sempre tive ideias para turismo (lembrando que investimento em turismo gera receita pra toda vida)
    Algumas ideias que sempre postei:

    Proposta 1:
    LETREIRO LUMINOSO GIGANTE NO MORRO DA POLICIA, ao estilo Hollyhood.
    Local: Morro da Policia
    Obras:
    – Criação de nova estrada asfaltada até o topo do morro.
    – Construção de posto de policia e estacionamento e bares.
    – Construção de restaurante PANORÂMICO no topo com visão da cidade.

    Proposta 2:
    Local: Orla
    RODA GIGANTE ao estilo Londres na Orla.
    Obs: Essa ideia já está colocada em prática, porém a roda gigante sera do tamanho de Camboriu, mas já esta valendo.

    Proposta 3:
    ESTUFA EM VIDRO ao estilo do Jardim Botânico de Curitiba e MIRANTE
    Local: Morro do Osso
    – Construção de Mirante e estufa de vidro.

    Obs: Porto Alegre tem diversos recursos naturais, pois esta cercado por mais de 9 morros e o Rio Guaiba,
    temos obrigação de explorar esses lugares transformando em locais de turismo, assim como curitiba fez ( e olha que Curitiba nem tem todo esse aparato de natureza que temos).

    Exemplo de obras de turismo que deram certos são da Orla que agora todo mundo visualize e ve que foi um acerto.

    Esses exemplos que citei, sao apenas algumas ideias que podem fazer Porto Alegre despontar e acordar.
    Espero ter ajudo.

    Curtido por 1 pessoa

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: