Governador assina ordem de início das obras de interseção da ERS-118 com o Distrito Industrial de Gravataí (passagem de nível e viaduto)

Arte Porto Imagem sobre planta oficial do projeto – Governo do Estado do RS

O governador Ranolfo Vieira Júnior assinou, na manhã desta segunda-feira (13/6), em Gravataí, na região metropolitana, a ordem de início das obras de interseção da ERS-118 com o Distrito Industrial do município. O conjunto de obras, que inclui uma trincheira no acesso ao distrito e um viaduto com a avenida Centenário, vai receber investimento de R$ 28 milhões em recursos do Estado. Com cerca de um quilômetro de extensão, a obra deverá ser entregue em 18 meses. Também foi assinada a ordem de início para a construção de uma passarela no km 2,5 da rodovia, em Sapucaia do Sul, com aporte de R$ 4,6 milhões.

Governador assinou ordem de início do conjunto de obras na ERS-118 que receberá R$ 28 milhões em recursos do Estado – Foto: Itamar Aguiar / Palácio Piratini

Esses investimentos, lembrou o governador, fazem parte do programa Avançar, lançado há um ano para impulsionar o desenvolvimento do Estado e promover melhorias na prestação de serviços. “Com esse programa, já destinamos R$ 6,4 bilhões para todas as áreas, sendo um terço desse valor para a logística e os transportes. Já são mais de R$ 2 bilhões investidos na qualificação da estrutura rodoviária, valor que inclui os recursos para essas obras que estamos dando ordem de início hoje. Essas obras vão representar mais desenvolvimento para essa região e segurança para os usuários da rodovia, reduzindo a acidentalidade”, disse.

Imagem: Google Earth

Segundo o secretário de Logística e Transportes, Luiz Gustavo de Souza,  a obra da interseção vai qualificar a segurança viária do local, ajudando a preservar vidas. “É uma obra importante para a região e para todo o Estado”, disse.

Ainda durante a manhã, o governador participou de entregas oficiais de obras do Estado na ERS-118. No km 5, em Sapucaia do Sul, e no km 10, em Cachoeirinha, foram inauguradas passarelas de pedestres. Em Gravataí, no km 12,5, ocorreu a inauguração oficial do posto do Comando Rodoviário da Brigada Militar (CRBM).

A travessia de pedestres entregue em Sapucaia do Sul tem 77 metros de comprimento e foi construída com um investimento de R$ 4,5 milhões do governo do Estado. Já a estrutura inaugurada em Cachoeirinha tem 61,8 metros e recebeu um aporte de R$ 3,9 milhões. As duas passarelas contam com telha metálica e iluminação noturna e foram instaladas para proporcionar mais segurança para a população que se desloca entre os dois lados da rodovia.

Posto do Comando Rodoviário da Brigada Militar

O novo posto do Comando Rodoviário da Brigada Militar, em Gravataí, vai concentrar atividades de policiamento da rodovia e planejamento de operações, fiscalização de trânsito, transbordo de cargas e combate à criminalidade. Em abril do ano passado, o governo do Estado assinou um termo de cooperação com a empresa GLP para a construção do posto. A obra foi assumida pela empresa e não teve custos para o Estado, que está disponibilizando os recursos humanos, equipamentos e veículos para a atuação do CRBM no local.

O posto conta com recepção, sala de administrativo e gabinete, alojamento feminino e masculino, almoxarifado, cozinha e banheiro com acessibilidade para o público externo, totalizando 147,91 metros quadrados no prédio principal. Ao custear o posto, a GLP recebeu autorização do Daer para construção do acesso à empresa na ERS-118.

Também acompanharam as agendas na ERS-118 o diretor-geral do Departamento Autônomo de Estradas de Rodagem (Daer), Luciano Faustino, os prefeitos de Sapucaia do Sul, Volmir Rodrigues, de Gravataí, Luiz Zaffalon, e de Cachoeirinha, Cristian Wasen, deputados estaduais e vereadores.

Link: https://www.estado.rs.gov.br/governador-assina-ordem-de-inicio-das-obras-de-intersecao-da-ers-118-com-o-distrito-industrial-de-gravatai



Categorias:Arquitetura | Urbanismo, Infraestrutura, RS-118

Tags:, ,

3 respostas

  1. Finalmente, aquele cruzamento é um perigo.
    Agora, mais de R$ 4 milhões por uma passarela?? Pode isso Arnaldo?

    Curtir

  2. Há mais de 20 anos esse acesso à Gravataí e ao Distrito industrial já era perigoso. A construção do viaduto e passagem de nível é muito bem-vinda.

    Curtir

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: