Construção de centro aeronáutico em Guaíba deve gerar 1,3 mil empregos, estima empresa

Complexo fica no terreno do governo do estado onde a montadora Ford desistiu de instalar uma fábrica em 1999. Aeromot irá erguer fábrica de aviões, pista de pouso, hangares, centros de manutenção e engenharia.

Localização da futura indústria de aeronaves da Aeromot – Imagem: Google Earth

A construção de um centro tecnológico da empresa aeronáutica Aeromot em Guaíba, na Região Metropolitana de Porto Alegre, deve gerar 1,3 mil empregos, estima a companhia. O complexo fica no terreno do governo do estado onde a montadora Ford desistiu de instalar uma fábrica em 1999.

No dia 22 de setembro, o governo deve assinar uma cessão temporária da área antes de concluir a venda. No espaço de 200 hectares, serão erguidos uma fábrica de aviões, pista de pouso, hangares, centros de manutenção e engenharia.

“Nós ajustamos, então, pelo período de um ano uma cessão através de um pagamento de uma espécie de aluguel, e a empresa vai poder realizar nesse terreno do seu interesse os estudos necessários, fundação, solo, licenças ambientais prévias e tudo mais”, explica o secretário de Desenvolvimento Econômico do RS, Joel Maraschin.

O investimento previsto é de R$ 300 milhões. A empresa está no mercado aeronáutico desde 1967 e negociou 47 aeronaves nos últimos cinco anos.

Entre os veículos, estão aviões e helicópteros destinados a polícias, com fuselagem blindada e sistema de monitoramento com sensores diurno, noturno e infravermelho. Um dos helicópteros tem uma câmera capaz de captar a placa de um carro a quase 200 metros de altura.

“O plano inicial é que a gente traga a montagem final de uma aeronave. Hoje a Aeromot já representa alguns players no mundo de grande fabricantes de aeronave, e a ideia é que a gente traga já esse modelo inicial, que é um modelo que vai atender a aviação executiva no pais, treinamento, a parte do agronegócio”, comenta o CEO da empresa, Guilherme Cunha.

Diamond DA62 – modelo que será fabricado inicialmente em Guaíba

O primeiro avião a ser fabricado em Guaíba será o bimotor DA62. O modelo da fabricante Diamond, controlada por um grupo chinês, é um executivo de sete lugares que funciona com querosene de aviação comum. A previsão é de que a produção inicie em 2025.

Link: https://g1.globo.com/rs/rio-grande-do-sul/noticia/2022/09/12/construcao-de-centro-aeronautico-em-guaiba-deve-gerar-13-mil-empregos-estima-empresa.ghtml



Categorias:Aviação, Economia da cidade

Tags:, , , ,

5 respostas

  1. O pessoal de Guaiba que conheço reclama que não ha regras de transito na cidade, nao existe manutenção de calçamento nas ruas de bairro e sempre que ha verba para algo na cidade, pegam essa grana arrumam a “rua da beira”, coisa que todo novo prefeito ao ser eleito faz, em quanto isso a cidade fica com o restante as moscas.

    Não é o que dois conhecidos meus de guaiba, de bairros diferentes e ciclos de amizades diferentes dizem…

    Curtir

  2. Tenho a impressão de que todo ano sai uma noticia de uma nova ocupação nesse tal “terreno da ford”.

    Me pergunto se essa é a forma certa de noticiar a instalação de uma fabrica na cidade, sempre fazendo referencia a um fato do passado. Seria isso um viés politico da mídia ou apenas um vício de linguagem ou até mesmo uma maneira de gerar mais cliques?

    Quantas mais empresas ainda vão ocupar “o terreno da ford”? Pessoalmente espero que muitas! Mas me causa estranheza não deixarem de lado isso usar sempre esse terreno como referência para a notícia, a NÃO vinda da ford é um fato triste, que provavelmente impacta a cidade até hoje mas será que não pode ser deixado para trás? Não seria possível seguir adiante? Não podemos esquecer a perda mas é necessário mesmo ficar recordando dela sempre?

    Abaixo um compilado de noticias sobre a ocupação do famoso “terreno da ford”.

    21/12/20
    Empresa: Hemon
    https://www.guaiba.online/noticia/industria-de-metal-e-plastico-recebe-licenca-para-se-instalar-no-antigo-terreno-da-ford

    29/03/2010
    Empresas: Borrachas Vipal, Terex Corporation e International Pet
    https://www.baguete.com.br/noticias/negocios-e-gestao/29/03/2010/guaiba-empresas-vao-ocupar-terreno-da-ford

    10/12/2018
    Empresa: GEFCO
    https://www.jornaldocomercio.com/_conteudo/economia/2018/12/660783-guaiba-recebe-empreendimento-na-area-que-era-destinada-a-ford.html

    Ainda ha o famoso centro de distribuição da Toyota…

    Curtir

  3. Moro em Guaíba e esse terreno aí é uma briga, estão SEMPRE prometendo algo, roubam verba e nada muda, tá só o mato lá, há décadas. Haja paciência. Vamos ver se agora vai.

    Aliás, Guaíba está e sempre foi um horror: ruas esburacadas, iluminação precária, falta asfaltamento em 40% da cidade. Uma lástima!

    Curtir

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: