Obras do Quadrilátero Central seguem nas ruas Otávio Rocha, Voluntários e Gen. Vitorino

Av. Otávio Rocha em obras. Foto: Gilberto Simon – 20/10/2022

As obras do Quadrilátero Central seguem avançando em Porto Alegre. Na próxima semana, na rua Otávio Rocha, será feita a execução da rede de esgoto e água no canteiro central, a preparação da área para os passeios do canteiro central, produção da calçada pré-moldada e a cura úmida da calçada concretada. Na Voluntários da Pátria, será feita a execução das juntas de dilatação com selante semi-rígido de base epóxi na quadra.

Na General Vitorino, está previsto o corte de asfalto e quebra de concreto, remoção de meio-fio, limpeza e remoção de material das escavações, lastro de concreto para canaletas, assentamento de canaletas monobloco e o início da produção das calçadas pré-moldadas.

Na terça-feira, 18, ocorreu o teste do passeio das calçadas, para definição do material a ser utilizado. Em dez dias, ocorrerá o teste com o outro material. Os trabalhos seguem o cronograma previsto pela Secretaria de Obras (Smoi).

Outras fotos:

Link: https://prefeitura.poa.br/smoi/noticias/obras-do-quadrilatero-central-seguem-nas-ruas-otavio-rocha-voluntarios-e-gen-vitorino



Categorias:Arquitetura | Urbanismo, Programa de Reabilitação do Centro Histórico

Tags:, ,

8 respostas

  1. Gostaria que revitalizassem o canteiro central da Salgado Filho pois está vergonhoso.

    Curtir

  2. Ainda existe essa obra?

    Curtir

  3. Muito bom e melhor que está andando! Ansiosos para ver o resultado final e esperando que realmente seja para qualificar o centro com mais harmonia e beleza urbanística, das suas ruas e calçadas. Observando uma das imagens especificamente aonde aparecem um motores de splits e uma pintura toda detonada, creio justo e necessário a prefeitura acionar essas empresas para que reformem suas fachadas. Há pouco tempo vi uma ação em um país vizinho quanto a revitalização de um centro de cidade focando nos telhados, marquises e fachadas e achei interessante a definição dessas áreas enquadradas como ‘bens estéticos da cidade’, ou seja, o imóvel é sim da pessoa mas essa é obrigada a manter a conservação para não ferir o direito estético da coletividade. Bastante racional e razoável, o direito da paisagem precisa ser um conceito posto em prática nas cidades brasileiras e nisso Porto Alegre precisa evoluir.

    Curtir

  4. Demolição do esqueletão, restauro do Viaduto Otavio Rocha, revitalização das principais calçadas… que satisfação ver o centro da cidade finalmente reagindo.

    Curtir

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: