Novo trecho da avenida Tronco é entregue e liberado ao trânsito

Divulgação / EPTC / PMPA

Foi liberada para o trânsito, na manhã desta quinta-feira, 29, mais uma etapa da obra de duplicação da avenida Tronco. São três quilômetros dos trechos 3 e 4, entre a Icaraí e o Postão da Cruzeiro.

O prefeito Sebastião Melo lembra que a duplicação dos trechos 3 e 4 tinha apenas 55% de execução quando assumiu a gestão municipal em 2021. “Esta é a mais social de todas as obras que temos. Agora, 95% dela está pronta, depois de superarmos uma série de entraves e dificuldades. Falta somente mais um trecho, no qual estamos trabalhando, para concluir esta demanda tão aguardada pela população”, ressaltou Melo.

Deste modo, a duplicação da Tronco passa a ter 5,4 quilômetros prontos, representando 83% do total da via. Os trechos 1 e 2, de 1,5 km ainda estão em obras, com previsão de entrega para o primeiro semestre de 2023. O investimento total é de R$ 129 milhões.

As intervenções foram executadas pelas secretarias municipais de Obras e Infraestrutura (Smoi) e de Mobilidade Urbana, por meio da Empresa Pública de Transporte e Circulação (EPTC). Além da duplicação, o projeto prevê drenagem, implantação de corredores de ônibus, ciclovia, sinalização e nova iluminação pública.

‘’Essa é uma obra fundamental de mobilidade, não só para quem mora na região, mas para a cidade como um todo, pois liga as zonas Sul, Leste e Norte através da Perimetral. É uma demanda muito antiga, por isso fizemos a liberação viária desses trechos. As obras seguem aceleradas nos trechos 1 e 2’’, comenta o secretário de Obras e Infraestrutura, André Flores.

Mobilidade – A avenida passa a ser a melhor alternativa para acesso rápido à Zona Sul da Capital, avenida Cavalhada, shoppings e região central, com duas faixas para o trânsito e corredor de ônibus. No sentido bairro ao Centro, circulam cerca de 9 mil veículos por dia. No sentido Centro ao bairro, são mais de 13 mil.

‘’A Tronco proporcionará um importante ganho de tempo ao usuário do transporte coletivo. Neste primeiro momento, nossos fiscais de trânsito estarão no local para orientar a população e nossos técnicos irão avaliar a operação para que possamos fazer ajustes, se necessário, nos tempos semafóricos e em relação aos ônibus também’’, destaca o secretário de Mobilidade Urbana Adão de Castro Júnior.

Transporte coletivo – Com a liberação nesta quinta-feira, três linhas passaram a utilizar o corredor de ônibus: T3 – da avenida Icaraí até o Postão da Cruzeiro; 282/282.1, da rua Comandai ao Postão da Cruzeiro; e C80, da rua Dona Otília até a rua Comandaí.

O T3 passa a circular, no sentido Sul-Norte, pelo itinerário anterior, saindo da avenida Diário de notícias, acessando a avenida Chuí e a Icaraí fazendo retorno em frente à Termolar, acessando a avenida Divisa (Tronco), depois Jacuí, Cruzeiro do Sul, Moab Caldas, seguindo o itinerário normal. No sentido Norte Sul, segue o itinerário normal até Moab Caldas, acessa direto a Cruzeiro do Sul, Jacuí, avenida Divisa (Tronco), direto Icaraí, Diário de Notícias até o Terminal.

Mais fotos

Link: https://prefeitura.poa.br/smoi/noticias/novo-trecho-da-avenida-tronco-e-entregue-e-liberado-ao-transito



Categorias:Duplicação de avenidas

Tags:,

5 respostas

  1. Melhoria inconteste no que toca à mobilidade, benfeitoria viária necessária e que finalmente se concretiza, então é para ufa… comemorar. Agora no contexto do conjunto dessa obra em se tratando do sistema de transporte coletivo, é triste ver que as paradas e os ônibus ainda operarão dentro de parâmetros medíocres e não em conformidade com a modelagem BRT de ônibus adaptados a corredores com estações elevadas bem estruturadas, já implantada em cidades diversas como Sampa, Rio de Janeiro, Belo Horizonte (esse é show!), Belém do Pará, e claro Curitiba a grande precursora, enquanto em POA é só aquilo de nada nada muda e os usuários têm de utilizar busões, estrutura de paradas e terminais mais para arcaicos. Vide exemplo em comparação uma estação integração MOVE BRT de BH https://onibusbrasil.com/valterfrancisco/3073329

    Curtir

    • Apenas 3 linhas de ônibus, não tem demanda para BRT. BRT seria ideal em 3 trechos: Bacia Leste ( Baltazar/Osvaldo Aranha), Sudeste ( Bento) e Bacia Norte ( Assis Brasil/ Farrapos) . Essa última até poderia ser operada por VLTs do tipo usado no Rio, claro que adaptado para alta demanda do trecho.

      Curtir

  2. Demorou pra caralho, mas acho que a melhoria é inegável.

    Vejo dois poréns:

    essa rotatória não vai funcionar, tem tudo pra ser um imã de acidentes. Havia espaço suficiente na área para alternativas melhores
    plano diretor cicloviário não contemplou esse projeto? espaço tinha de sobra, foi um erro não fazer

    Curtir

  3. Que favela bizarra, tem umas casinhas bem feitas e umas aberrações estilo RJ.

    Curtir

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: