Imagens: segundo prédio mais alto do RS segue em construção – em Lajeado (atualizado)

O prédio se chama São Cristóvão e está em construção avançada na cidade de Lajeado, importante polo regional do estado do RS.

Terá 38 andares, com aproximadamente 130 metros de altura. Irá desbancar o Ed. Parque do Sol, em Caxias do Sul, que possui 36 andares e 125 metros. Assim como o Edifício Chardonn ay 257 em Passo Fundo.

Estão em construção atualmente o São Cristóvão (em Lajeado) e o Chardonnay 257 (em Passo Fundo)

Está em projeto já aprovado o prédio da Bewiki em Porto Alegre. Este será provavelmente o terceiro mais alto. Terá 117 metros.

ATUALIZAÇÃO

Editei o texto acrescentando informações do Chardonnay 257.

Encontra-se em construção em Passo Fundo, RS, o que será na verdade o mais alto do RS. Terá 40 andares e 137 metros. Veja fotos no final no post.

Foto de 20 de dezembro de 2022 – Instagram @kappelimoveis

Como deve ficar:

Passo Fundo terá prédio de 40 andares, o mais alto do RS (137 metros) e também está em construção.

Mais informações:

https://rduirapuru.com.br/passo-fundo-tera-o-predio-residencial-mais-alto-do-rs/#google_vignette

Pra quem não conhece Lajeado, aqui algumas imagens:



Categorias:Arquitetura | Urbanismo, Prédios

Tags:, , ,

12 respostas

  1. Que engraçado ver o povinho de Porto Alegre com inveja e menosprezando as cidades do interior, porque não são capazes de fazer o mesmo. kkkkk

    Aquela história do balde do siri gaúcho nunca foi tão explícita…

    Curtir

  2. Às vezes, o óbvio precisa ser lembrado: há uma demanda por moradia de alto ou médio-alto padrão, senão não haveria projetos como esse.

    A questão é como essa demanda é atendida nas diferentes cidades.

    Para efeito comparativo, restrinjamo-nos a dois cenários:

    Nós podemos ter essa demanda atendida por prédios altos, modernos, muitas vezes com um ecossistema de serviços ao redor ou mesmo dentro deles.

    Ou nós podemos tê-la atendida pelo modelo mais tradicional, com casas.

    Casas de alto padrão impermeabilizam muito mais terreno, “gastam” muito mais materiais (cada casa tem sua piscina, seus muros, suas grades etc.) e exigem muito mais infraestrutura do poder público municipal.

    Imagine-se as casas dispostas lado a lado. Quanto é preciso investir para levar asfalto, iluminação pública, serviço de água e esgoto, cabeamento (telefônico, tv, internet etc.). Q
    Sem falar o quanto combustível (serviços como coleta de lixo, transporte de pessoas, de cargas) a mais é gasto porque casas produzem um espraiamento cada vez maior das cidades.

    Prédios altos estão longe de ser “fetiche”.

    Na verdade, é uma opção muito mais racional. Afinal, na ponta do lápis, são muito mais otimizadores de recursos e, portanto, mais “ecofriendly” que as casas.

    Curtir

  3. parece os condominios populares da china

    Curtir

  4. Eu já li informaçoes tambem que em Torres pretendem construir um dos mais altos prédios do RS. A moda de Bln Camboriú está chegando por aqui.

    Curtir

  5. O sujeito mora no interior, numa cidade pacata e tranquila igual Lajeado, onde o tipo de crime mais comum deve ser marido bêbado batendo na mulher, mas o amor por apartamento e vizinhos é tão grande que vai morar num prédio de 38 andares com vista do nada para o lugar nenhum…rsrs gosto é gosto.

    Curtir

    • Acabou com a cidade. Uma cidade que cresce a olhos vistos. Por que não teria direito a ter um prédio alto assim? Por que Porto Alegre não tem??? Comentário lamentável ! Não combina contigo isso Ricardo.

      Curtir

      • E se pegar fogo nos andares superiores a cidade tem estrutura para combater? Prédios altos fazem sentido em metropoles com restrições de espaço. Não lembro de coisas parecidas em cidades do interior da Europa ou EUA. Parece mais um feitiche, como se isso fizesse a cidade parecer mais cosmopolita do que é.

        Curtir

        • Os equipamentos de combate a incêndio mais comuns são os hidrantes, chuveiros automáticos sprinklers, as bombas hidráulicas, extintores de incêndio, alarmes,…,etc
          Com certeza sem esses equipamentos o projeto não seria aprovado.

          Curtir

        • Se essa for a crítica: Porto Alegre não conseguiu nem combater direito o incêndio no segundo andar do Mercado Público…

          Curtir

  6. E sobre as Torres no terreno do S C Internacional,
    alguma informação?

    Curtir

  7. Dalleeeé Lajeado,
    Parabéns!
    Show de bola.
    Projeto moderno e muito bonito.

    Curtir

  8. Sinto muito por lajeado…

    Curtir

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: