O Guaíba é um LAGO

Localização do Lago Guaíba – Google Earth (Clique na imagem para ampliar)

Em 1820, quando Saint-Hilaire avistou o Guaíba, não teve dúvidas em anotar em seu diário que se tratava de um lago. Os moradores da época chamavam-no de Lago de Viamão ou, também, Lago de Porto Alegre, denominações existentes desde o século XVIII. A análise de mapas históricos da região costeira do Rio Grande do Sul mostra que, durante o século XVIII e início do XIX, Rio Guaíba era a designação do segmento final do atual Rio Jacuí, compreendido entre a foz do Rio Taquari e as ilhas do delta. Se Guaíba, em tupi-guarani, significa o “encontro das águas”, de fato é para esse segmento que as águas de quatro rios afluem e convergem.

O Guaíba é um lago, pois:

1. os rios que nele desembocam formam um delta. Este tipo de depósito sedimentar ocorre quando um volume de água confinado por canais encontra-se com um grande corpo de água. O rápido desconfinamento do fluxo de água causa a descarga do material arenoso e argiloso que estava sendo carregado pelos rios. Este processo origina a formação de ilhas que vão sendo recortadas por canais sinuosos chamados de distributários. Ao longo do tempo, as ilhas crescem em direção ao lago. Os canais distributários podem se fechar e novos podem se abrir, conectando ou separando as ilhas. A Ilha das Flores, por exemplo, era formada pela antiga Ilha do Quilombo, na porção norte, a qual era separada da porção sul por um canal, chamado de Quilombo, que hoje está ainda se fechando;

2. cerca de 85% da água do Guaíba fica retida no reservatório por um grande período de tempo. Esse fator é fundamental para a compreensão do modelo ambiental do município e da região hidrográfica, implicando diagnósticos ambientais e diretrizes de controle de efluentes poluidores mais acurados;

3. o escoamento da água é bidimensional, formando áreas com velocidades diferenciadas, típico de um lago;

4. os depósitos sedimentares das margens possuem geometria e estrutura características de sistema lacustre;

5. a vegetação da margem é de matas de restinga, identificadoras de cordões arenosos lacustres oceânicos.

——————————————————————————–

Fonte: Atlas Ambiental de Porto Alegre. Coordenador Geral: Rualdo Menegat.
PMPA – UFRGS – INPE. Porto Alegre, RS, 1999 2ª Edição.
Cap. 3, pág. 37

89 respostas

  1. Lago é uma “pequena porção de água cercada de terra por todos os lados”. Se tem uma coisa que o Guaíba não é, é LAGO, pois lago não tem afluentes.

    Curtir

  2. Recentemente o CONCAR/IBGE respondeu consulta feita pela ANA – Agência Nacional de Águas sobre se o Guaíba é Rio ou Lsgo? A resposta foi que é Rio, logo confirma a tese que tinha em 1979 a 1982 na Comissão de Amaral de Souza da qual participou Hans Thofner que alguns anos depois foi Professor de Menegat o qual inclui no Atlas apenas 9 linhas e gerou este criminoso ato de mudança satisfazendo os que na época estavam interessados em cobnstruir nas margens do Guaíba.
    O ATO perante Leis é lesivo e criminoso pois induz aos servidores públicos que liberam as Licenças Ambientais á praticarem crime, além do mais quem divulga tal fato é perante a Lei responssavel.
    Ninguem afronta Leis por prazer, quando o faz é para ter benefício e portanto recvebe propina.
    Estamos chegando ao ponto de desatar este nó legalmente.
    Recentemente na Operação CONCUTARE Luiz Záchia (SMAM), o Secretário da SEMA e o ex Belfran Rosado foram presos e re3spondem processo por venda de Licenças Ambientais, breve teremos outros indiciados.

    Curtir

  3. Prezado Bordini
    Realmente sempre fvoi Rio Guaíba o resto faz parte de uma grande farsa que envolveu muita gente “honesta e de moral” da sociedade, inclusive o Ministério Público Estadual e oito juizados que apoiaram a troca para Lago pois desta forma (reduzindo de 500 para 30 m se lago) conseguiram construir seus majestosos prédios entre os 30 e os 500 m.
    A farsa continua e atualmente ainda querem construir dentro das áreas inundáveis o que é proibido pela Lei 4771/65 – Código Florestal Federal, pelo Código Ambiental do Estado e inclusive pelo novo PDDUA – Plano Diretos de Desenvolvimento Urbano e Ambiental de Porto Alegre.
    Da mesma forma a nossa Lei Orgânica de Porto Alegre, alterada inclusive recentemente mantem em seu texto, sempre que se refere ao Guaíba, como Rio Guaíba.
    Lamentávelmente as pessoas decentes, honestas e éticas que se envolveram nesta farça detêm até hoje parte do poder em nosso Estado, mas para mim não passam de “velhacos” sem ética e muito menos moral.
    O Atalas Ambiental de Porto Alegre que é a justificativa para a mudança de Rio para Lago, apresenta 1/4 de página apenas sobre este assunto num total de mais de 300 páginas. e diz “Um rio que é lago” e mais nove linhas. Este é o que os polítiqueiros de moral ilibada encontraram para ocupar áreas da orla.

    Curtir

  4. Eu nasci ouvindo “Rio Guahyba”, continuei vivendo ouvindo “Rio Guaíba” em vou morrer tendo a certeza que realmente é um rio. O nosso Rio Guaíba. Digam o que quiserem, mas deixem o Rio Guaíba em paz.

    Curtir

    • Quando em 1820 Saint-Hilaire avistou o Guaíba, ele visualizou um espelho d’água naquele local e qualificou-o de Lago. Ocorre que Saint-Hilaire tinha uma deficiência visual, ele era míope e por isto acreditou ser simplesmente um lago.

      Curtir

      • Falou e disse.
        Não preciso dizer mais nada a não ser que tem muitos cegos por aí, ou melhor interesseiros e especuladores imobiliários que querem se locupletar com o uso da paisagem de nossa orla. Para estes o Guaiba e lago pois aí só se preserva 30 m e não 500 m se rio.

        Curtir

  5. nossa muito show de bola este texto

    Curtir

  6. O Guaíba é fruto de uma falha estrutural geológica chamada grabben. É uma zona rebaixada tectonicamente, que provoca a concentração das águas da forma que vemos. Existem evidências de ser um rio, e também de ser um lago. O problema é uma questão legal, não científica.
    Talvez não fosse o processo geológico que ali ocorreu, os cursos afluentes prosseguiriam até o oceano atlântico, uma vez que a Laguna dos Patos é recente (geologicamente).

    Curtir

  7. No Google Earth, um lago que sai no mar.

    Curtir

  8. presisei disto para o tema para a escola da minha filha
    e demorou
    tchau

    Curtir

  9. Bem… Eu preciso pelo menos 5 ou mais motivos que o Guaíba e um lago e não um rio, e que eu tenho que complementar o meu trabalho de geografia que inclui este estudo !
    Eu também quero que vocês me mostrem qual e uma diferença de um rio e um lago PF ME AJUDEM 😀

    Curtir

  10. Acompanho seguido essa discussão, tão notável de nós gaúchos ( Chimangos/ Maragatos, Gremistas/Colorados, Republicanos/Imperiais, na Revolução Farroupilha; Partido Republicano Riograndense/Partido Federalista, na revolta Federalista e por aí vai). Sem entrar na discussão, até porque falta-me conhecimento mais profundo, entro na linha de Fernando Szczecinski, quando citou o caso do centro da capital. Realmente, aquele eixo compreendido entre o terminal Conceição, Rodoviária, indo pela Júlio de Castilhos até o Mercado Público e voltando ao terminal pela Voluntários da Pátria, cruzando pela Coronel Vicente é algo, no mínimo, perturbador e deplorável. Uma região repleta de prédios DECADENTES que de históricos não têm nada, ocupados por prostíbulos, igrejas evangélicas, hotéis de categoria suspeita, locadoras e cinemas de filmes de sacanagem e um quantitativo considerável de andarilhos e desocupados visivelmente drogados atrás de prostitutas, drogas e vítimas para conseguirem algum valor ($$), a fim de saciarem seus árduos desejos que estão naquela região. Achei que com essa história de Copa do Mundo na capital, iriam por aquele cortiço todo abaixo, mas pelo visto, só quando começarem a cair mesmo para ser construído algo de novo naquele horrendo lugar (Ruas Júlio de Castilhos, Mauá, Voluntários da Pátria, Carlos Chagas, Cdor Manoel Pereira, entre outras).

    Curtir

  11. Discutir se o Guaíba é um rio ou um lago é muita perda de tempo mesmo… coisa de porto-alegrense, povo provinciano e que se acha o dono do mundo!

    Curtir

    • Isso é ciência Andrews, simples ciência. É natural do ser humano, e não só do portoalegrense, querer classificar as coisas. Será que é provinciano também querer saber se somos homens ou amebas? Pense um pouco que ainda da tempo de retirar a grande asneira que disseste. Desculpe o termo, mas não me veio nenhuma palavra mais apropriada.

      Curtir

      • Henrique Wittler
        06/09/2015 • 16:34

        SIMON Realmente tua posição eu entendo pois trabalhas na SMIC, portanto é empregado de FORTUNATI, so não sei se é legal você publicar artigos e elogios á FORTUNATI e criticar os críticos das obras em sites no horário de expediente. Inclusive você tem acompanhado o Prefeito em andanças e publicado só elogios ao mesmo. Você acha que é ÉTICO e MORAL tal procedimento.

        Recentemente o CONCAR/IBGE respondeu consulta feita pela ANA – Agência Nacional de Águas sobre se o Guaíba é Rio ou Lsgo? A resposta foi que é Rio, logo confirma a tese que tinha em 1979 a 1982 na Comissão de Amaral de Souza da qual participou Hans Thofner que alguns anos depois foi Professor de Menegat o qual inclui no Atlas apenas 9 linhas e gerou este criminoso ato de mudança satisfazendo os que na época estavam interessados em construir nas margens do Guaíba.
        O ATO perante Leis é lesivo e criminoso pois induz aos servidores públicos que liberam as Licenças Ambientais á praticarem crime, além do mais quem divulga tal fato é perante a Lei responsável.
        Ninguém afronta Leis por prazer, quando o faz é para ter benefício e portanto recebe propina.
        Estamos chegando ao ponto de desatar este nó legalmente.
        Recentemente na Operação CONCUTARE Luiz Záchia (SMAM), o Secretário da SEMA e o ex Belfran Rosado foram presos e respondem processo por venda de Licenças Ambientais, breve teremos outros indiciados por venda, acobertamento e desrespeito ás Leis, principalmente ambientais, que consideram crime tais atitudes.

        Veja em: https://drive.google.com/file/d/0B05nKD2dG2p3bE4wME5uVms3blk/view?usp=sharing

        Parecer do CONCAR/IBGE que foi dado a pedido da ANA – Agência de Águas Federal que solicitava permissão para alterar os topônimos Rio Guaiba para Lago Guaíba e Lagoa dos Patos Laguna dos Patos de acordo com Atlas Ambiental de Menegat (anexado pela ANA).

        Curtir

    • Enquanto não se chega a um consenço…… 9 entre 10 turistas chegam em Poa para conheçer o tão decantado RIO GUAIBA…

      Curtir

  12. Se é por denominação, ‘Lagoa dos Patos’ está completamente errado. O correto seria ‘Laguna dos Patos’, pois existe a comunicação com o mar.

    Curtir

Trackbacks

  1. Curiosidade: onde inicia o Lago Guaíba « Blog Porto Imagem
  2. O Blog em números e curiosidades – 10 anos

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: