Imagens Projeto Cais Mauá

16708491

 

 

16708495

DIAGRAMAS

Planta Geral

Plano Geral a nível do solo

Plano segundo pavimento

1º pavimento do Hotel

Pavimento típico do Hotel

Pavimento típico do prédio comercial

Planta do shopping center

Planta do estacionamento do shopping – piso 1

Planta do estacionamento do shopping – piso 2

seções do shopping center (cortes)

Diagramas da área do shopping center

Diagramas dos prédios

Diagramas dos prédios

IMAGENS ATUALIZADAS EM 18/07/2014.

79 respostas

  1. Por que não existe qualquer atividade aquática no projeto? Ou diagrama de acessibilidade? Ah não precisa né, a gente vê isso na hora. O que esses bonequinhos fazem parados sobre a plataforma, ficam olhando para água? Legal. Eles sentam no chão? Bacana, tem uma menina até lendo em pé, um outro de braços abertos olhando para o nada. Seguinte, o cais é o único lugar na cidade onde pode ter integração com a água, aliás, é isso que significa a palavra cais. Podiam construir algo marcante, algo que colocasse a cidade no mapa. Mas isso tá péssimo. As soluções para o muro foram esquecidas, vocês lembram a altura que tinha aqueles sacos de areia durante as cheias de 2015? Pois então, o consorcio pode fazer o estudo que quiser, eles vão descobrir que o muro não precisa ser muito mais alto que aqueles sacos de areia. Mas exigir estudo técnico é pedir demais para quem fez esse render infantil. Podem me negativar, mas entre todas as escolhas ruins, a pior foi o shopping, isso é desperdício de oportunidade inacreditável. A critica aqui não contra a iniciativa privada, falo em termos de urbanismo e quem discorda use argumentos, não fique resmungando que a cidade precisa se modernizar com shopping. O shopping não é turístico e nunca foi previsto em edital nem nada, o consorcio usou os meios mais estapafúrdios para enfiar goela a baixo. Podem construir isso em qq outro lugar, mas preferem erguer num local de acesso viário complicado e que ainda por cima aniquila as outras atividades comerciais que teriam o privilégio de atuar em contato com o lago. E digo mais, esse consórcio é incompetente. Passaram anos coçando, e quando apresentaram os projetos, veio isso. Imagina só a execução, preparem-se.

    Curtir

  2. Essa história de revitalização do cais da Mauá, já vem de longe, algumas décadas, sendo que o povo de Porto Alegre já está mais do que careca de ouvir o papo de sempre. Se fosse em país civilizado, de 1º Mundo, em dois anos seria tudo feito. Mas, temos que nos conformar que vivemos no Brasil e estamos à deriva por causa de nossas administrações, que normalmente só sabem fazer é dar emprego (não trabaho) para toda a companheirada.

    Curtir

  3. Estava lendo a matéria sobre, o que faz um secretario de turismo. Sendo da área do turismo e hotelaria, não pertenço, não sou simpatizante de nenhum partido político, morei 24 anos no exterior em diferentes países e amo a minha cidade que é Porto Alegre, me permito de fazer um pequeno comentário:

    A atual gestão fez sim varias coisas que alavancaram bastante o turismo na capital, digo isso pois sou hoteleiro.

    Vamos lá então para as mais importante:

    – Ônibus de turismo, tem enorme procura!
    – Voos internacionais para os EUA e Europa saindo direto de Porto Alegre.
    – Placas de sinalização em duas línguas.
    – Os Caminhos Rurais
    -Criação dos Points Turísticos com informações sobre a cidade em varias línguas em locais onde circulam turistas.
    – A criação do segmento Turismo Criativo em Porto Alegre.

    Essas são algumas coisa que foram realizadas nestes últimos anos.

    O que sei também é que o cargo de Secretario de Turismo não faz obras, apenas indica através de estudos o que pode ser feito para desenvolver e fomentar o turismo local, entre outras responsabilidades.

    Curtir

    • Só um adendo: os voos internacionais saindo de POA, diretos, em nada tem a ver com as gestões municipais. Elas existem por que são rentáveis às empresas aéreas que as operam. Ninguém iria criar linhas diretas para contentar as administrações das cidades.
      Mas o resto até concordo.

      Curtir

  4. Rogério:
    Concordo. Mas penso que ainda tem espaço para incentivar o esporte amador em praça es-
    portiva pública, o que falta em Porto Alegre; basta querer.

    Curtir

  5. Projeto absurdo!!

    Perderemos uma riqueza que poucas cidades se dão o luxo de ter…UMA ORLA!! Porque não um Parque de primeiro mundo ao invés de mais um shopping center???

    Curtir

    • Com um baita projeto desses e o cara só vê o shopping center? o.0

      Eu não conheço Porto Alegre tão bem quanto vocês é claro, mas pelos comentários, parece que o cais como está é totalmente inútil. Ou seja, não tem orla. Se o projeto sair, (apesar do shopping que eu também não concordo totalmente, mas como o dinheiro da revitalização é de uma empresa privada, acho aceitável), haverá espaços para uso público e o cais será mais um grande espaço dessa cidade que eu tanto gosto, onde as pessoas, além poderem se divertir, terão mais uma opção para ver o tão venerado pôr-do-sol. Ou seja, vai ter orla.

      Me corrijam se eu estiver errado.

      Curtir

  6. Falando nas obras, alguém sabe se existe um site ou blog para acompanhar o andamento das intervenções? Não encontro informações atualizadas na internet.

    Curtir

    • Sei que será feito um registro fotográfico das intervenções ao longo do tempo, que serão mostradas em exposições… Mas um acompanhamento online, creio que não.

      Curtir

  7. A primeira vez que vi as renderizações achei um desastre, principalmente porque alguém havia me dito que iam colocar o cais abaixo para colocar lojinhas. Sinceramente, acho o projeto digno, é o que Porto Alegre está precisando! Vejam bem a palavra: revitalizar.
    Dar um espaço aos galpões que hoje não estão sendo utilizados é uma das melhores coisas que podiam fazer por lá. Se algum dia tiverem a oportunidade de entrar nesses galpões antes das obras começarem, as críticas negativas quanto ao projeto serão mínimas.
    Se não é uma multinacional que vai fazer isso, vai ser o governo? Não, ne?!
    Aliás, hoje só um pedaço minúsculo do Cais Mauá pode ser utilizado, revitalizar os espaços que hoje são proibidos por problemas de estrutura vai dar mais oportunidade aos cidadãos de aproveitar o local. Sim, os galpões estão com problemas estruturais graves, assim, espero que esse projeto valorize os espaços de Porto Alegre para que a economia e estrutura da cidade cresça com ela.

    Curtir

  8. Pergunto: Quanto por cento da área será destinada ao esporte amador: vôlei, basquete , handbol, tênis de mesa etc. ???. Será que se esqueceram???

    Curtir

  9. Isso nunca vai sair do papel! Os chatos de plantão nunca vão deixar. Não importa o que se proponha. É assim aqui no Rio Grande. Progresso? Desenvolvimento? Isso não é para nós Gaúchos. O que importa é a tradição!

    Curtir

  10. outra coisa que poderia ser melhor utilizado é a area do teatro por do sol, ali seria o local ideal para o carnaval para desfile, barracoes e um museu do carnaval e na area do acampamento farroupilha fazer uma cidade temática farroupilha fazendo seu desfile no mesmo local do carnaval.

    Curtir

  11. está muito bonito o projeto, gostaria que a prefeitura destinasse uma area para para eventos tipo tradicionalismo e carnaval, poderiam realocar a tradicional banda da saldanha naquele local e quadras de escolas de samba, tem espaço para todos e manter no raiz.

    Curtir

  12. Todo mundo discutindo sobre capitalismo…burguesia…etc… Mas o que importa é que será feito, e pronto. Se vai ser um fato positivo ou negativo não adianta discutir aqui, ate por que não tem o que se fazer, vai ser construído assim e pronto.

    Curtir

  13. Pessoal,

    Sou aluna do curso de Mestrado de Pós Graduação em Planejamento Urbano e Regional da Faculdade de Arquitetura e Urbanismo da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (PROPUR/UFRGS). Eu e minhas colegas estamos desenvolvendo uma pesquisa para uma disciplina do curso sobre o tema do Cais do Porto de Porto Alegre. Estamos aplicando um questionário sobre o assunto, quem puder responder nos ajudaria muito!
    Desde já, agradecemos pela sua colaboração!

    http://questionario.iconweb.com.br/index.php?sid=22214&lang=pt-BR

    Curtir

  14. Oi gente, estou realizando um documentário amador sobre essa relação Porto Alegre/ Rio Guaíba. Tudo o que tenho é uma camera, um microfone , algumas pessoas para entrevistar e um certo carinho pelo Lago/Rio Guaíba.
    Antes de começar a ler sobre o assunto, minha principal inquietação era muito simples: olhar pro rio e ver o estado em que está. Já tinha ouvido falar algumas vezes que “a cidade virou as costas para o rio”, mas só fui entender a importancia historica da relação dessas aguas com o porto -alegrense depois de começar a ler sobre a historia de Poa.
    Assim como alguns já escreveram não gosto nada da idéia de um shopping no cais. Vou bastante lá, mesmo sendo um espaço um tanto abandonado, e consigo ver ainda traços dessa historia que aos poucos vou conhecendo…
    Consigo entender portanto os que, como eu, não gostam dessa ideia, mas não consigo entender os que clamam por desenvolvimento sendo este quase sinonimo de obras, comercio, shoppings e atrativos turisticos. Pelo pouco que pude ver nas fotos do projeto, a transformação que vai se dá não está preocupada com a relação do porto alegrense com o rio (que passaria por questões como mobilidade urbana, despoluição, infra-estrutura na orla e senso estetico de preservação do patrimonio historico)..a questão é o dinheiro, é isso que acaba prevalecendo no jogo de interesses. Quem voces acham que vai se utilizar desses espaços? QUanto vai custar tomar um choppinho no cais? Não temos como negar que a partir desse projeto, será um espaço para poucos sim, e não só por causa dos preços, mas pq a própria estética escreve ja de antemao quem vai e quem não vai se sentir parte desse lugar.
    Pode ser que nos dias de passe livre gente de todas as “classes” irão passear por lá, mas a questão é fazer deste um lugar do porto alegrense, e não do turista…e por falar em turismo, shoppings e restaurantes o turista vê em todo lugar, a questão que realmente poderia “atraí-lo” é se tivessemos um porto singular, com cara de porto alegre, não um porto com cara de shopping, cara de quem quer correr atrás do tempo, pq ta atrasado ou não está imitando o resto do mundo.
    O que acabou com nosso rio e nos afastou foi justamente o desenvolvimento, que na pressa por se adequar aos padroes de urbanismo do rio de janeiro, buenos aires, paris, etc..fez uma cagada atras da outra..destruiu a cidade sem o minimo cuidado. É bem diferente construir a partir do que se tem, da historia, da cultura, da geografia que se tem, do que construir pq temos que correr pra ganhar dinheiro , ou agradar os turistas .
    Se tivessemos um rio despoluído teríamos outra cidade, e aí sim algum turista poderia vir aqui e querer voltar.
    Antes de ler este projeto já tinha me feito essa pergunta, quando falavam em depoluição da orla: que espaços serão construídos? a idéia é termos um rio ou um cartão-postal?
    Já temos dois shoppings na beira do rio..acho que já está de bom tamanho. Não é essa imagem que tenho pro berço da nossa cidade..penso que o que torna uma cidade atrativa é a cultura, é o que tem de singular, de diferente, de peculiar, de especial, de beleza natural, gastronomia , etc..e, muito mais do que isso, o que torna um lugar atrativo é o calor que se sente, calor cultural..se o turista vier aqui e sentir que a cidade realmente tem uma relação com o rio, que as pessoas se apropriam do espaço e da historia como seus , que conseguem fruir da cidade , aí , imagino, teria historia pra contar em casa…
    Enfim, não sou contra a realização do projeto, pq como disseram aí em cima vivemos no capitalismo, e esse se alimenta de comercio, shopping centers, e de um turismo que é também puro consumo. Acho válida a discussão.
    Sugiro também uma leitura, pra quem se interessa pelo assunto. É um artigo que resume a tese de uma arquiteta aqui de Porto. Chama-se ” A Borda do Rio em Porto Alegre” – http://www.lume.ufrgs.br/handle/10183/22198

    Curtir

    • Realmente é um Rio perante a Lei. Os que trocaram o nome para Lago o fizeram para poderem executar os prédios do Ministério Público, 8 tribunais, doarem área para a FGF – Federação Gaucha de Futebol, construir jun to a Paiva um edificio de salas comerciais e ocuparem além de outras áreas a propria área do Cais Mauá.
      Para o Cais Mauá o proprio Codigo ambiental do RS proibe o parcelamento da área (dividir em salas, lojas, apartamentos ou seja la o que for).
      Lago: Lei 4771/65 diz que 30 m da orla a contar da cheia ordinária não podem ter construções.
      Rio: Lei 4771/65 diz que não são 30 m e sim 500 no caso do Rio Guaíba ser maior que 600 m de extensão
      O resto é jogo de interesses

      Curtir

      • Juristas e legisladores não definem o que é lago ou rio, conversa com qualquer geógrafo e você vai descobrir que 90% do volume de água do lago Guaíba nunca se renova, alias, o Guaíba não tem margens paralelas, ao contrário, ele tem enseadas como qualquer lago onde o lixo se acumula, além de tudo, como em todo lago, a corrente depende do vento, isso significa que o esgoto pode ir em qualquer direção e se concentrar em determinados pontos. As águas se renovam pouco. Mas até os técnicos que deveriam entender o assunto projetaram o sistema de esgoto todo errado, achando que as águas eram correntes fluviais só porque algum desinformado chamou o Guaíba de rio. Deu no que deu. “Ah mas a lei é muito branda com os lagos”, sim, a lei foi feita errada, um rio se renova mais rápido que um lago, um lago é mais sensível que um rio, mas como falei, jurista e legislador não deveriam definir qualquer coisa sem compreender o assunto.

        Curtir

Trackbacks

  1. O Blog em números e curiosidades – 10 anos

Faça seu comentário aqui:

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: