PROMESSA de TURISMO para Porto Alegre

Porto Alegre busca recursos do Prodetur Nacional

 Porto Alegre é a primeira capital dos estados do Sul do país a habilitar-se ao Programa de Desenvolvimento do Turismo (Prodetur Nacional). O secretário de Turismo, Luiz Fernando Moraes, entregou ao ministro Luiz Barreto uma cópia da carta-consulta que está sendo apresentada ao Ministério do Planejamento para análise técnica e posterior encaminhamento à Comissão de Financiamentos Externos (Cofiex), responsável pela aprovação de operações de financiamentos externos.

 A carta-consulta é o requisito inicial do processo de adesão ao Prodetur e prevê recursos de US$ 73 milhões para Porto Alegre, o maior investimento em turismo que a capital vai receber em todos os tempos. A entrega ocorreu em Brasília, com a presença também do presidente da Federação Brasileira de Hoteis, Bares e Restaurantes, Norton Lenhart.

 “Porto Alegre recebe um fluxo significativo de 1,2 milhões de “turistas” por ano, é o terceiro destino de eventos internacionais no Brasil, mas precisa desenvolver as grandes potencialidades que possui para aumentar a permanência do turista na cidade e se firmar também como destino turístico de lazer, especialmente no turismo náutico   e cultural, segmentos que estão no foco dos investimentos que buscamos no Prodetur”, afirma Moraes. Informa que as ações apresentadas pela SMTUR serão analisadas e validadas pelo Fórum de Governança Local do Turismo de Porto Alegre, instância que congrega o poder público e o trade da capital, e detalhadas no Plano de Desenvolvimento Integrado do Turismo Sustentável – PDITS Porto Alegre.

 A carta-consulta de Porto Alegre prevê a distribuição dos recursos do Prodetur em cinco áreas consideradas estratégicas para o turismo da cidade, que englobam qualificação de produtos turísticos, marketing e comercialização, fortalecimento institucional, infraestrutura e serviços básicos e gestão ambiental. Os investimentos previstos serão confirmados ou não após a elaboração do Plano de Desenvolvimento Integrado do Turismo Sustentável (PDITS-Porto Alegre), um estudo que a Secretaria de Turismo de Porto Alegre contratará nos próximos meses, com recursos já antecipados pelo MTUR. (Veja mais em

http://www.portoalegre.rs.gov.br



Categorias:Outros assuntos

Tags:, , , , ,

2 respostas

  1. Mas como não existe nenhum projeto pra orla se nesses recursos estão previstos US$ 15 milhões para a orla??? E

    Curtir

  2. Parece piada essa matéria !
    Querem fazer Porto Alegre virar turística mas, como podemos ver nas outras materias de blog, não há projeto nehum para a orla; depois do Pontal, agora há planos de nova GUERRA , agora pra proibir o Cais Mauá…
    Será que é verba que falta pra cidade não ser uma vergonha para o turismo? É verba que faltou para que tenhamos a orla abandonada, o belvedere abandonado, pra expulsar empreendimentos que querem vir pra cá? Ou o que falta é mudar MENTALIDADE fechada, isolacionista, provinciana, rebelde, ideologica, contra-tudo dos portoalegrenses ?
    Por isso que nem mesmo essa notícia de mais verbas pro turismo me anima. O que me animaria seria ver mudar a mentalidade portoalegrense. Ver o povo, a sociedade, os políticos, QUERENDO MUITO que a cidade mude, melhore, se modernize, evolua, que fique bonita, que ganhe atrações.

    Curtir

%d blogueiros gostam disto: